Últimas histórias

  • Sobre ,

    Mutirão de mamografias da SMS Natal chega ao Bairro das Quintas

    A Prefeitura do Natal promove nesta semana, de 25 a 28 de outubro, exames gratuitos de mamografia para as moradoras da região do Distrito Sanitário Oeste. A campanha é realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS). 

    As mamografias são gratuitas, ofertadas pela Prefeitura do Natal, realizadas pelo Grupo Reviver com a Unidade Móvel Savana Galvão, em frente à Unidade de Saúde da Família (USF) das Quintas, localizada na Travessa Luiz Sampaio, 712, Bairro das Quintas, no horário das 7h30 às 16h30.

    Mulheres acima de 40 anos podem procurar o local apresentando RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência de Natal. Não é necessária requisição de exame para receber o atendimento.

    O câncer de mama tem cura se detectado a tempo. Por isso, o diagnóstico precoce é tão importante para o êxito no tratamento. Os exames estão sendo realizados, mas com todas as medidas protetivas necessárias sendo adotadas, para garantir a segurança das pacientes e dos profissionais, minimizando assim, os riscos de contaminação pela Covid-19.

    A mamografia é um exame de raio-x realizado em um equipamento denominado mamógrafo. Durante a realização do exame, a mama da paciente é comprimida entre duas placas de acrílico, para permitir uma melhor visualização das estruturas da mama.

  • Sobre ,

    Centro de Reabilitação de Mossoró passa a contar com neuropediatria

    Foram anos de espera e sofrimento de muitas mães mossoroenses que necessitam de serviço de saúde especializado em neuropediatria para seus filhos. Finalmente, na manhã desta quinta-feira (7), o Centro Especializado em Reabilitação (CER) Benômia Maria Rebouças, no bairro Santo Antônio, iniciou os atendimentos no setor de neuropediatria.

    A unidade conta a partir de agora com o serviço especializado de médico neuropediatra contratado pela Prefeitura de Mossoró para realizar os atendimentos na unidade. “Há quatro anos espero por este serviço aqui na cidade e me sinto realizada por poder, a partir de agora, fazer as consultas do meu filho aqui na cidade pelo SUS, por que antes só tínhamos essa especialidade na rede particular”. O relato é da funcionária pública Wilma Norte, 40 anos.

    SERVIÇOS OFERECIDOS NO CER – O Centro Especializado em Reabilitação de Mossoró atende mensalmente cerca de 300 pacientes entre crianças e adultos. A unidade começou a funcionar em fevereiro deste ano. A diretora do CER, Ilse Aragão, reforça que o centro atende a pacientes de todas as idades. Os serviços oferecidos na unidade são divididos em quatro especialidades: Intelectual, Física, Auditiva e Visual. A unidade dispõe de uma equipe de multiprofissionais que inclui: neuropediatra, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, assistentes sociais, entre outras especialidades.

    Os pacientes atendidos no CER apresentam, na maioria dos casos, sequelas de AVC, Parkinson, TDAH, TEA, entre outras patologias. “O serviço oferecido aqui é de grande importância, principalmente, para a famílias em vulnerabilidade social, porque é um serviço especializado e oferecido pelo SUS”, concluiu Ilse Aragão.

  • Sobre ,

    Jovens vítimas de acidente fazem “vaquinha” para custear cirurgias

    Os jovens Alisson Bruno Lima Miranda de Menezes, de 18 anos, e José Victor Silva Cavalcante, de 17 anos, que moram na cidade de Baraúna, iniciaram nessa quarta-feira (06) uma campanha nas redes sociais para arrecadação de dinheiro para pagar uma cirurgia de fêmur para cada um.

    Eles sofreram as fraturas em acidente de trânsito ocorrido no dia 3 de outubro. Os dois estavam de carro quando foram atingidos por um outro veículo de passeio que vinha na contramão. Os jovens voltavam da plantação de milho onde trabalhavam, quando o acidente aconteceu na RN-015, na comunidade Primavera, em Baraúna. A avó de João Victor que estava com eles no veículo não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A mulher que dirigia o outro carro também morreu.

    Diante da paralisação de cirurgias pelo Governo do Estado, familiares e amigos dos jovens estão mobilizados arrecadando dinheiro para pagar os procedimentos de forma privada. Eles são de famílias de poucas posses. de levantar R$ 27.200,00, isso sem os gastos com remédios e insumos.

    Quem quiser e puder colaborar pode fazer a transferência de qualquer valor através de conta bancária ou pix.

    Pix:

    720590794-20 – Alexandro Miranda de Menezes (nome do pai de Alisson Bruno)

    Conta Poupança

    Caixa Econômica Federal

    Agência 0560

    Conta 196434-5

    • com informações do Blog do Carlos Santos

  • Sobre ,

    Senado aprova criação de centros de assistência integral ao portador de espectro autista

    O Plenário do Senado aprovou, em votação simbólica, o projeto de lei que obriga a criação, em todas as unidades da Federação, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), de centros de assistência integral à pessoa com transtorno do espectro autista (TEA). Fruto de uma ideia legislativa apresentada pela mãe de um jovem autista, o PLS 169/2018 segue agora para análise da Câmara dos Deputados. O relator foi o senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que acolheu quatro emendas.

    — A Constituição determina que a saúde pública é direito de todos e dever do Estado — afirmou Contarato.

    O texto aprovado acrescenta um dispositivo à Lei 12.764, de 2012, para prever que as ações e os serviços que dizem respeito à atenção integral às necessidades de saúde da pessoa com TEA, objetivando o diagnóstico precoce, o atendimento multiprofissional e o acesso a medicamentos e nutrientes serão ofertados pelo SUS em centros de assistência integral. Se virar lei, a determinação entrará em vigor 180 dias após sua publicação no Diário Oficial da União. A Lei 12.764 instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

    Acatada pelo relator, emenda do senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR) acrescenta mais dois dispositivos à Lei 12.764 para incluir a oferta de serviço de acompanhamento psicológico e multidisciplinar especializado aos pais e responsáveis das pessoas com transtorno do espectro autista, tanto no âmbito do SUS quanto da saúde suplementar.

    O autismo é uma condição neuropsiquiátrica. Costuma se manifestar ainda na primeira infância (de zero a seis anos) e comprometer – em graus diversos – o desenvolvimento nas áreas da linguagem, interação social e do comportamento. Não há uma causa isolada, podendo resultar da combinação de fatores genéticos e/ou ambientais. 

    Segundo estimativa da Organização das Nações Unidas (ONU), o autismo afeta cerca de 1% da população mundial, tendo maior incidência sobre pessoas do sexo masculino. Avanços no quadro clínico do autista dependem de intervenção terapêutica precoce, que deve ser individualizada e pode se estender por toda a vida do indivíduo. A meta é habilitá-los a desempenhar atividades cotidianas de modo ativo e independente. 

    Fonte: Agência Senado

  • Sobre

    Parnamirim inicia D3 para profissionais de saúde

    A Prefeitura de Parnamirim inicia nesta quinta-feira (7), a D3 da vacinação contra Covid19 para os profissionais da saúde que, em sua maioria, estão na linha de frente da pandemia desde o início. Para receber a imunização é preciso ter tomado a D2 no mês de fevereiro e procurar a UBS mais próxima, levando comprovante de residência e de trabalho.

  • Sobre ,

    Mossoró inicia dose de reforço para profissionais da Saúde

    O programa “Mossoró Vacina”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), iniciou hoje (6) a vacinação de reforço (3ª dose) contra a Covid-19 para os profissionais que atuam na área da saúde no município. A imunização está acontecendo no Ginásio do SESI, onde também estão sendo vacinados outros grupos.

    Com a chegada de novas doses de vacina contra a Covid-19 em Mossoró, na noite de segunda-feira (4), o programa de imunização municipal também reduziu a idade para administração da dose de reforço para idosos, que antes estava atendendo a 70 anos ou mais e agora passa a vacinar com a 3ªdose idosos de 65 anos ou mais que completaram o esquema vacinal (tomaram a 1ª e a 2ª doses) há seis meses.

    Para ter acesso à dose de reforço, os profissionais, a exemplo dos idosos, devem ter completado o esquema vacinal da Covid-19 há seis meses e comprovar que estão trabalhando nas unidades hospitalares de Mossoró – hospitais e as UPAs. Além da comprovação de atuação no setor da saúde, os profissionais precisarão levar também documento com foto, comprovante de residência e cartão de vacina.

  • Sobre ,

    Assembleia Legislativa lança campanhas “Outubro Rosa e Lenço Solidário”

    No Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a cada dois minutos uma mulher é diagnosticada com câncer de mama. Até 2022, a estimativa é que sejam diagnosticados 66 mil casos novos. O mesmo instituto estima 1.130 novos casos da doença no Rio Grande do Norte em 2021, sendo mais de 50% diagnosticados já em estágio avançado.  

    Pensando em chamar a atenção da sociedade para o tema, a Frente Parlamentar da Mulher da Assembleia Legislativa lançou oficialmente o “Outubro Rosa” e a campanha “Lenço Solidário” de arrecadação de lenços, durante solenidade realizada nesta segunda-feira (04). 

    Ao abrir os trabalhos, a presidente da Frente Parlamentar da Mulher, deputada Cristiane Dantas (SDD) destacou que o câncer de mama é um dos desafios no cenário atual de pandemia no Brasil, por ser o tipo de câncer que mais acomete as mulheres. “Por isso, é muito preocupante saber que a pandemia dificultou ainda mais a vida das mulheres em sua rotina de saúde, na realização dos exames de rastreio, visto que quando descoberto no início, há mais de 90% de chance de cura”, disse. 

    Sobre a campanha “Lenço Solidário”, Cristiane explicou a importância de a sociedade participar. “A doação de lenços para as mulheres carentes que estão em tratamento tem o objetivo de devolver a autoestima a essas pacientes em um dos momentos mais delicados da vida”, justificou. 

    A mamografia de rotina é o método mais eficaz para o diagnóstico do câncer de mama em estágio inicial, possibilitando a cura em mais de 90% dos casos. O exame é indicado para mulheres assintomáticas, ou seja, sem anormalidades na estrutura mamária. Ainda de acordo com o Inca, a mamografia periódica permite uma redução de cerca de 30% na mortalidade por câncer de mama em mulheres de 40 a 69 anos.  

    Presente de forma virtual, a médica mastologista e presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia no RN, Daniella da Gama Dantas, frisou a importância da sociedade olhar para a causa e proteger essas mulheres portadoras do câncer de mama. “Essa campanha tem o objetivo principal de salvar vidas, com a realização de exames de rastreamento, como a mamografia”. Sobre a campanha de doação de lenços, a médica convidou a população a participar “Convido você que tem um lenço a doar a fazê-lo. Assim doará beleza, vida e cor a essas mulheres”, convocou. 

    A vereadora de Natal Divaneide Basílio (PT) destacou o trabalho que vem sendo realizado, através da Frente Parlamentar da Mulher na Câmara Municipal de Natal. “Quando construímos política com afeto a gente chega mais longe, transformando dor em força. Afinal, uma mulher acolhe outra e faz uma sociedade inteira ser acolhida. É isso que temos feito na Câmara Municipal de Natal”, discursou. 

    Na ocasião, a vereadora – levando em consideração o cenário pandêmico,  propôs ainda uma campanha de arrecadação de máscaras, sugestão acatada por todos.

    O trabalho desenvolvido pelo Grupo Reviver, que em 2022 completará 10 anos de atuação, com a proposta de levar aos quatro cantos do estado a realização gratuita de mamografias e ultrassom mamária, foi ressaltado por Hilneth Correia, que chamou atenção do apoio do homem, incentivando sua companheira a realizar o autoexame e a mamografia. “Os homens precisam fazer a sua parte e incentivar sua companheira a fazer o autoexame e a mamografia todos os anos”, disse. 

    As dificuldades enfrentadas pelas mulheres nos últimos meses foram destacadas pela representante do Grupo Despertar, Gilvanete Guedes, que convocou a população a buscar seus direitos a saúde pública de qualidade. “Esse é um senso de urgência por que o câncer não espera, pelo contrário, ele segue devastando vidas. Por isso a importância desse mês de conscientização”, destacou. 

    O autoexame e a informação pautaram a fala da representante da Onco e Vida, Michele Costa. “O diagnóstico precoce é essencial para a cura. Por isso a informação precisa chegar em mais gente possível. Cada um de nós temos um papel preponderante nessa luta”, disse. 

    A Frente Parlamentar da Mulher composta pelas deputadas Cristiane Dantas (SDD), Eudiane Macedo (Republicanos) e Isolda Dantas (PT) desenvolve ações e criação de leis que buscam a implementação de políticas públicas que reforçam os direitos das mulheres durante o ano inteiro. 

    Campanha “Lenço Solidário”

    Pontos de Arrecadação:

    Renata Telles 
    AVVA 
    Beat Co. 
    N de luxo 
    Fios de flor 
    Studio da Beleza 
    Enteral 
    Clínica de Mastologia 
    Marina Nobre 
    Hilo 
    Vida Bela. 

    Entidades de apoio ao combate ao câncer de mama

    REDE FEMININA CONTRA O CÂNCER, com mais de 50 anos de serviços prestados às mulheres do Rio Grande do Norte;  

    GRUPO REVIVER que em 2022 completará 10 anos de atuação com a proposta foi levar aos quatro cantos do estado a realização gratuita de mamografias e ultrassom mamária;  

    ASSOCIAÇÃO ONCO E VIDA de Assistência e Prevenção do Câncer que há 7 anos constrói uma história de serviços prestados à população diagnosticada com câncer sempre de forma humanizada e reintegradora;  

    GRUPO DESPERTAR, que está prestes a completar 30 anos, uma iniciativa empreendida por mulheres que têm a missão de apoiar e levar alento às pacientes com câncer, por meio da orientação e humanização do processo de terapia; E aos novos que chegam, como é o caso da  

    COLETIVA NÍSIA FLORESTA, que expande sua atuação em defesa da mulher em todos os níveis, inclusive o da saúde da mulher. 

  • Sobre ,

    Conselho Nacional de Saúde denuncia governo brasileiro na ONU por violação dos Direitos Humanos

    O Conselho Nacional de Saúde (CNS) apresentou, nessa quinta (30/09), denúncia internacional de violações de direitos humanos causada pelo governo brasileiro, sob comando do presidente da República, Jair Bolsonaro, no contexto da pandemia da Covid-19. O documento foi apresentado durante a 48º Sessão Ordinária do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU), onde a Mesa Diretora e o presidente do CNS, Fernando Pigatto, participaram de forma remota.

    O documento-denúncia apresentado traz uma análise das autoridades sanitárias e identifica múltiplas violações dos direitos à saúde e à vida de milhões de brasileiros. A omissão do Estado na condução do enfrentamento à pandemia resultou em uma mortalidade de 4 a 5 vezes maior do que a média mundial, o que significa que quatro a cada cinco mortes poderiam ter sido evitadas se o país estivesse na média mundial em termos de combate à doença.

    Conforme consta na denúncia, “existem evidências que o governo federal tinha à sua disposição as informações e os recursos necessários para adotar uma postura de governança antecipatória e tomar todas as medidas para conter ao máximo a expansão da pandemia ao nível mais baixo possível, contendo a mortalidade. Ao contrário do esperado, o governo federal, sob a liderança explícita do presidente da República, não só ignorou a evidência gerada pelo que vinha ocorrendo em outros países, não adotando as medidas necessárias, bem como passou a questionar, contestar e criticar publicamente as informações produzidas pela comunidade científica nacional e internacional, endossadas pela OMS”.

    Ao mesmo tempo que o presidente da República desenvolveu uma campanha de desinformação, promoveu o uso de medicações não eficazes como principal forma de enfrentar a Covid-19 no Brasil, o que ocasionou inúmeros de óbitos.

    “Isso tem ficado cada vez mais evidente como uma ação orquestrada com instituições do ramo da saúde privada no nosso país, com orientação do presidente da República. Além disso, a CPI da Pandemia tem revelado grandes negociatas em adquirir vacina, enquanto o povo brasileiro ia a óbito. O CNS tem atuado para cobrar medidas adequadas e protetivas, tendo que enfrentar um governo negacionista, necrófilo e genocida”, afirma Pigatto.

    A diretora da Federação Internacional dos Direitos Humanos (FIDH), Jimena Reyes, apontou análises jurídicas que responsabilizam o estado brasileiro na condução do enfrentamento à pandemia, conforme normas internacionais de direitos humanos. “Conforme pacto internacional de direitos civis e políticos o direito à vida é inerente à pessoa humana, é protegido pela lei e nada pode ser privado na vida arbitrariamente. É dever dos Estados protegerem a vida e tomarem medidas adequadas para isso”, aponta.

    O documento foi construído em parceria com o Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) e a Articulação para o Monitoramento de Direitos Humanos no Brasil (AMDH), que reúne Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), Processo de Articulação e Diálogo (PAD), Fórum Ecumênico Act Brasil (FeAct), organizações parceiras de Misereor no Brasil e o Fórum Nacional de Defesa do Direito Humano à Saúde. 

  • Sobre ,

    Campanha Outubro Rosa do Sesc leva ações a todo o estado

    A campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama está de volta na programação de eventos e ações do Sesc RN, uma instituição do Sistema Fecomércio. Entre os dias 1º e 30 de outubro, na capital e interior, está prevista uma programação especial com ações educativas, doações de lenços e cabelos, exames gratuitos, desfiles e palestras.

    A partir do dia 4 de outubro, a Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher estaciona em Mossoró com a meta de realizar quase 4.000 atendimentos gratuitos à população, sendo 912 mamografias para mulheres com idade entre 50 e 69 anos e outros 912 preventivos para o público feminino entre os 25 e 64 anos, além de 2.100 ações educativas. O agendamento acontece em parceria com a Prefeitura de Mossoró, com os agentes de saúde. O caminhão permanece no município até novembro.

    De acordo com a diretora regional do Sesc RN, Sâmela Gomes, a campanha do Outubro Rosa reflete em toda a sociedade, incentivando a prevenção e o tratamento precoce que resulta na redução nos casos de mortes por câncer entre as mulheres. “Atuamos em duas frentes de prevenção, começando pelo trabalho educativo que envolve as palestras, desfiles e nos exames, e ainda na parte social quando nos colocamos a disposição para receber as doações de lenços e mechas, pois estão ligados diretamente com a autoestima das mulheres”, comentou.

    Em Natal, Mossoró e Caicó, a programação conta com o tradicional desfile “Um toque pela autoestima” que tem como modelos mulheres com história de superação e em tratamento, com edições em Natal (dia 10/10, às 18h, no Partage Norte Shopping), em Caicó (dia 15/10, às 19h, na unidade Sesc Caicó) e em Mossoró (dia 16/10, às 17h, Partage Shopping Mossoró).

    Outra ação que se repete todos os anos é a campanha “Doe um lenço e faça a cabeça de uma mulher”, que tem o objetivo de arrecadar os tecidos. E em parceria com o Senac, o Sesc também estará recebendo a doação de cabelos para a confecção de perucas pelo Ateliê Amor em Fios, em todas as unidades RN. As doações serão destinadas a instituições voltadas para a recuperação e tratamento de mulheres com câncer.

    Quem quiser ajudar, também pode procurar uma unidade do Sesc no estado e adquirir os produtos do outubro rosa, como a máscara por R$ 3,50 para comerciário e R$5,00 população em geral e camisetas por R$20,00. Além disso, o Programa Mesa Brasil do Sesc estará recolhendo alimentos não perecíveis e o que for arrecadado será revertido para entidades que trabalham com a causa.

    Serviço:

    O que? Outubro Rosa no Sesc RN

    Quando? 1º a 30 de outubro de 2021

    Programação:

    Natal

    • Desfile “Um toque pela Autoestima”, no Partage Norte Shopping, dia 10/10, às 18h00.
    • Campanha “Doe um lenço e faça a cabeça de uma mulher”, no Partage Norte Shopping e unidades Sesc RN, de 1º a 30 de outubro.
    • Corte e doação de cabelo, no Partage Norte Shopping (quarta, quinta e sexta-feira).

    Mossoró

    • Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher, no Sesc Mossoró, de 4 a 30 de outubro (Agendamento com a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró).
    • Desfile “Um toque pela Autoestima”, no Partage Shopping Mossoró, dia 16/10, às 17h00.
    • Campanha “Doe um lenço e faça a cabeça de uma mulher”, na unidade Sesc Mossoró, de 1º a 30 de outubro.
    • Corte e doação de cabelo, Sesc Mossoró (segunda, quarta e sexta-feira).

    Caicó

    • Desfile “Um toque pela Autoestima”, Sesc Caicó, dia 15/10, às 19h00.
    • Campanha “Doe um lenço e faça a cabeça de uma mulher”, Sesc Caicó, segunda a sexta-feira de outubro.
    • Corte e doação de cabelo, Sesc Caicó (turno da manhã nas segunda, quarta e sexta-feira).

    Nova Cruz

    • Campanha “Doe um lenço e faça a cabeça de uma mulher”, no Sesc Nova Cruz, segunda a sexta-feira.
    • Palestra com mães do Criar Sesc e alunos da EJA, no Sesc Nova Cruz, dia 27/10, 19 horas.

    São Paulo do Potengi

    • Campanha “Doe um lenço e faça a cabeça de uma mulher”, no Sesc São Paulo do Potengi, segunda a sexta-feira.
    • Palestra com mães do Criar Sesc e alunos da EJA, no Sesc São Paulo do Potengi, dia 19/10, 19 horas.

    Venda de camisetas e máscaras nas unidades do Sesc no RN (Exceto na Clínica da Odontologia):

    • Máscaras: R$ 3,50 comerciário e R$5,00 população em geral
    • Camisetas: R$20,00
  • Sobre ,

    Parnamirim inicia aplicação de dose de reforço para imunossuprimidos

    A Prefeitura de Parnamirim, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde (Sesad) iniciará, a partir desta quinta-feira (30), a aplicação da dose adicional dos imunossuprimidos. 

    Os grupos que receberão a dose adicional (pessoas com alto grau de imunossupressão) serão aqueles com: imunodeficiência primária grave, quimioterapia para câncer, transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras, pessoas vivendo com HIV/Aids, uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias, uso de drogas modificadoras da resposta imune, pacientes em hemodiálise, pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias). 

    Para os indivíduos com alto grau de imunossupressão, o intervalo para a dose de reforço deverá ser de 28 dias após a última dose do esquema básico. As vacinas a serem utilizadas para a dose de reforço será a Pfizer.

  • Sobre

    Especialista destaca cuidados necessários para manter saúde bucal em dia

    Uma rotina de cuidados diários é importante para manter a higiene bucal em dia, entretanto, muitas vezes, esses cuidados podem ser negligenciados por falta de tempo. Esse é um dos alertas feitos pela especialista Gabriela Karla Santos Avelino Leitão, cirurgiã dentista da Unidade de Cabeça e Pescoço do Hospital Universitário Onofre Lopes, vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte e à Rede Ebserh (Huol-UFRN/Ebserh).

    A cirurgiã dentista é mais uma profissional convidada a participar da cartilha Dicas de Saúde do Huol-UFRN/Ebserh, nesta edição em que a pauta de cuidados com a saúde bucal ganha destaque. Segundo Gabriela, além dos cuidados diários, é importante manter bons hábitos alimentares e visitas periódicas ao dentista, para que se possa diagnosticar alterações bucais em fase inicial, tratar o que for necessário e orientar de forma individualizada os cuidados com a saúde bucal que devem ser realizados em casa.

    São oito os erros mais comuns relacionados com a higiene bucal:

    Escovar com muita força;

    Usar escovas com cerdas duras;

    Não trocar a escova com frequência;

    Usar creme dental em excesso;

    Escovar os dentes logo após a refeição;

    Trocar a escovação por enxaguante bucal;

    Utilizar creme dental para clareamento sem prescrição do dentista;

    Usar o fio dental só para remover restos de alimentos retidos.

    Cuidados especiais com crianças, idosos e gestantes

    Existem indicações específicas para higiene bucal em diferentes fases da vida, como na infância, gestação e velhice. Com as crianças, as técnicas adotadas levam em consideração a maturidade e a habilidade manual da criança. Nos bebês, antes da erupção do primeiro dentinho, não é indicada a limpeza da boca.

    Quanto aos idosos, cuidados especiais devem ser dados aos usuários com próteses dentárias. Muitos pacientes acreditam que por não terem mais dentes, não precisam escovar a boca, nem visitar um dentista. De toda forma, a boca deve ser higienizada após as refeições principais, assim como as próteses.

    Entre os cuidados com as gestantes, o Ministério da Saúde recomenda que a gestante seja encaminhada para uma consulta odontológica ao iniciar o pré-natal, pois fatores como deficiências nutricionais, altos níveis de estrógeno e progesterona, presença de placa bacteriana favorecida por fatores locais, assim como o estado transitório de imunodepressão podem causar diversas alterações na cavidade oral.

    O conteúdo completo da cartilha Dicas de Saúde com o tema Saúde Bucal pode ser acessado neste site.

  • Sobre ,

    Natal vacina adolescentes de 12 anos ou mais sem comorbidades

    A Prefeitura do Natal iniciou nesta segunda-feira, 27, a vacinação dos adolescentes com idade de 12 anos, residentes na capital. Com isso, o município termina a aplicação da primeira dose em toda população vacinável, uma vez que até o momento não há liberação da Anvisa ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para vacinar pessoas abaixo dos 12 anos. 

    As pessoas dessa faixa etária podem procurar um dos pontos de vacinação para receber a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, mas devem ir acompanhadas dos pais ou representantes legais, sendo necessário o cadastro prévio no RN+Vacina, através do registro de seus responsáveis na plataforma, e levar comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacina.

    A SMS Natal reforça que as pessoas acima de 12 anos, que ainda não foram tomar a primeira dose, se dirijam a um dos drives de vacinação para serem atendidas. A lista com as Unidades Básicas e os pontos de drives e grupos em vacinação, podem ser acessados através do https://vacina.natal.rn.gov.br/ .

    SEGUNDA DOSE

    • CORONAVAC 
      As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru.
    • OXFORD
      UBS do município e todos os drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 17 de julho.
    • Grávidas que tomaram a D1 de Oxford
      As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.
    • PFIZER
      A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta e SESI para quem tomou a primeira dose até 06 de agosto.


    TERCEIRA DOSE
    Pessoas com 90 anos e mais que tenham completado o esquema vacinal, com duas doses, de qualquer imunizante (Coronavac, Oxford ou Pfizer) há pelo menos seis meses, estão aptas a receber a D3. Para isso, as pessoas devem levar o cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência de Natal em qualquer ponto de aplicação da cidade.

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.