Últimas histórias

  • Sobre , , , , ,

    Inscrições abertas para o 7º Curta Caicó

    A interiorização do audiovisual no Rio Grande do Norte hoje é realidade e a região do Seridó vem despontando na produção cinematográfica em grande medida graças a iniciativas como Curta Caicó. Criado em 2018, o festival de cinema vem contribuindo de forma decisiva para o fomento na produção de filmes e na consolidação de uma importante vitrine para o cinema nacional, através de mostras, debates e oficinas formativas para jovens seridoenses.

    E é com esse desejo de tornar o Seridó um polo de produção audiovisual que o Curta Caicó abre inscrições de filmes para a sua 7ª edição no período de 23 de fevereiro a 24 de março de 2024. As inscrições são gratuitas e serão aceitos filmes de curta-metragem com duração de até 20 minutos e com data de finalização a partir de janeiro de 2022. O formulário para inscrição está disponível no website www.curtacaico.com.br e nas redes sociais @curtacaico.

    No ato da inscrição é possível selecionar qual mostra o(a) realizador(a) quer concorrer. Os filmes inscritos serão avaliados por uma curadoria especializada e a seleção final será divulgada no mês de setembro de 2024. A culminância do festival com as mostras de filmes competitivas, homenagens e premiações acontece no período de 17 a 19 de outubro.

    Os números do Curta Caicó são significativos, em apenas seis edições o festival já recebeu mais de 4.200 inscrições de filmes de todas as regiões do país, além da realização de oficinas de cinema e promoção de debates e fomento ao turismo regional.

    O festival conta com várias mostras abordando diversos tipos de gêneros e estilos cinematográficos. Para os realizadores potiguares há duas mostras disponíveis: Potiguar, para filmes de qualquer região do RN e Seridó, para realizadores e realizadoras da região.

    Com apoio da Neoenergia Cosern e do Governo do RN, festival estimula a formação em cinema com laboratório de roteiro e oficinas em escolas públicas

    Pelo segundo ano consecutivo, o Curta Caicó vai realizar oficinas de linguagem audiovisual em escolas da região do Seridó. Em 2023, as oficinas resultaram na produção de sete curtas-metragens de autoria dos próprios alunos sob a coordenação de profissionais do audiovisual de várias partes do país. Os filmes produzidos pelos alunos foram exibidos em praça públicos com participação de pais, alunos, professores e a comunidade em geral em suas próprias cidades. 

    Outro destaque desse ano é a realização da 3ª edição do LAB RN – Laboratório para Jovens Roteiristas do Rio Grande do Norte. Realizadores seridoenses poderão inscrever argumentos abordando a temática “Patrimônio Material e Imaterial do Seridó”. Os oito selecionados passarão por uma imersão e serão capacitados por profissionais do cinema. As inscrições para o 3º LAB RN acontecem no período de 21 de fevereiro a 18 de março.

    Essas formações foram possíveis graças ao apoio do Edital Transformando Energia em Cultura da Neoenergia Cosern com recursos do Governo do Rio Grande do Norte, através do Programa Cultural Câmara Cascudo.

    “Com um apoio mais substancial o festival rompeu fronteiras. E o nosso programa de formação vem revelando novos talentos do Seridó. Em 2023, só o Laboratório de Roteiro fomentou o surgimento de nove realizadores locais que produziram filmes sobre mestres e mestras da cultura popular da região”, destacou Raildon Lucena, diretor do festival.

    Os filmes estão sendo distribuídos pelos festivais e já começam a colher resultados positivos, exemplo de “Alumbrado” de Catarina Calungueira da cidade de Ipueira-RN que participou em janeiro da Mostra Formação da 27ª Mostra de Cinema de Tiradentes (MG). “A economia criativa é uma possibilidade profissional real para realizadores da nossa região. E o Curta Caicó vem cumprindo seu papel de fomento ao audiovisual”, destacou o produtor executivo do festival, Diego Vale. 

    A 7ª edição do Curta Caicó é uma realização da Agência Referência e conta com patrocínio da Neoenergia Cosern, Instituto Neoenergia e Governo do Rio Grande do Norte, através do Programa Cultural Câmara Cascudo. O festival também conta com apoio da Místika e parcerias da ACCIRN (Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Norte) e LABRFF (Los Angeles Brazilian Film Festival).

  • Sobre , , , ,

    Encontro Nacional de Agricultura Urbana e Periurbana será dias 22 e 23 na UFRN

    A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), realiza o Encontro Nacional de Agricultura Urbana e Periurbana Apoiada na Agroecologia e na Economia Solidária, nos dias 22 e 23 de fevereiro. O evento tem como objetivo contribuir com o processo de reflexão e com intercâmbio de ideias e experiências em torno do tema Agricultura Urbana e Periurbana (AUP). 

    O encontro será aberto ao público apenas na sexta-feira, 23, a partir das 10h, quando ocorrerá o lançamento e a apresentação pública do Projeto de agricultura urbana e periurbana apoiada na agroecologia e na economia solidária. Trata-se de uma parceria celebrada entre a UFRN e o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA). Segundo os organizadores, o objetivo é “contribuir com a promoção da segurança e soberania alimentar e nutricional de famílias em situação de vulnerabilidade social em nove estados, por meio da sistematização, aperfeiçoamento e disseminação de práticas de agricultura urbana e periurbana, orientadas pelos princípios da agroecologia e da economia popular solidária”. 

    As atividades acontecem no auditório do Complexo Tecnológico de Engenharia (CTEC/UFRN), com credenciamento a partir das 9h30. Como parte da programação, a cerimônia de abertura conta com uma apresentação da Escola de Música da UFRN (EMUFRN), seguida de pronunciamentos de representantes da UFRN, do MDA, de autoridades governamentais estaduais e municipais; além de parlamentares e representantes de organizações da sociedade civil. 

    Segundo o professor do Departamento de Geografia (DGE/CCHLA) e coordenador do projeto, Celso Locatel, a Organização das Nações Unidas (ONU) vem fazendo alertas sobre os impactos do crescimento populacional e o aumento da urbanização como parte dos principais desafios que se apresentam à humanidade. “Estima-se que 55% da população mundial vive em áreas urbanizadas e esse número deve crescer mais ainda nas próximas décadas”, explica.

    “Tal realidade exige soluções sustentáveis de acesso à alimentação, moradia, saneamento, mobilidade, entre outros bens e serviços. Essas soluções são necessárias diante do aumento das demandas e, sobretudo, no enfrentamento de déficits acumulados decorrentes dos processos de crescimento urbano injusto e desigual com a segregação social e territorial da população mais vulnerável”, conta.

    Celso Locatel explica que um dos principais desafios do processo de urbanização desordenada no Brasil é a situação de pobreza, sendo a fome a expressão mais nefasta da desigualdade social, pois se trata do limiar da sobrevivência humana.

    “A mais recente Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), realizada pelo IBGE de 2017/2018, aponta que nas áreas urbanas, 57,8% da população se encontrava em situação de insegurança alimentar e nutricional, sendo 27,9% leve, 14,9% moderada e 15% grave. São 105,6 milhões de pessoas. Neste contexto, considera-se que a promoção da agricultura urbana e periurbana (AUP) vem se constituindo como uma das estratégias para o enfrentamento do grave problema alimentar e nutricional nos grandes centros urbanos no mundo e no Brasil “, comenta.

  • Sobre , , , ,

     “Conexão Mulheres Criativas” realiza encontro dia 03 de março no Teatro Riachuelo

    O projeto Conexão Mulheres Criativas celebra um ano de atuação e promoverá o maior encontro de economia criativa e negócios femininos do Brasil, no dia 03 de março, no Teatro Riachuelo. O evento contará com palestrantes renomadas, incluindo Danni Suzuki, Renata Malheiros, Luciana Balbino e Juliana Linhares, prometendo uma experiência única sob a liderança das criativas Tanda Macedo, Sâmela Gomes e Danielle Mafra.

    O Conexão Mulheres Criativas é um movimento liderado por mulheres que visa a produção do protagonismo feminino através do fomento de iniciativas que possibilitem outras mulheres a construírem seus caminhos, através de uma comunicação em multiplataformas, quando são realizadas imersões, encontros presenciais, videocasts semanais e o evento anual, todos com conteúdo voltado para o conhecimento e possibilidades do empreendedorismo feminino no âmbito da Economia Criativa.

    Com o tema “Negócios Femininos para Transformar o Mundo!”, o evento vai conectar mulheres, ideias e histórias, estimulando a troca de experiências e fortalecendo parcerias. Através dos conceitos de planejamento de carreira, negócios de impacto, carreiras maduras, liderança regenerativa, empreendedorismo feminino na economia criativa, alta performance, mulheres no digital, dentre outros, a line-up do evento proporcionará uma imersão em conteúdos modernos, inovadores e conectados com as demandas de mercado e de futuro.

    Entre os destaques, a palestra inspiradora de Danni Suzuki, intitulada “O Futuro é Humano”, abordará o equilíbrio entre tecnologia e humanidade. Com sensibilidade e uma dose de contundência, a palestrante resgatará o papel das interações humanas autênticas no mundo digitalizado, discutindo de que maneira podemos utilizar a tecnologia como uma ferramenta para ampliar nossas experiências, em vez de substituir nossas conexões genuínas.

    Para Tanda Macedo, que há anos empreende em projetos culturais de destaque no Rio Grande do Norte por meio das Leis de Incentivo à Cultura, é possível aliar talento e desejo de se atuar no que se gosta ao conhecimento necessário para se ter um negócio efetivamente rentável: “O Conexão Mulheres Criativas é sobre isso. E economia criativa não diz respeito apenas às artes, mas a áreas como gastronomia, comunicação, audiovisual, tecnologia, tudo que envolve o criar”, complementa.

    A líder criativa Sâmela Gomes destaca a importância do Conexão Mulheres Criativas como projeto que visa apresentar caminhos para que mulheres possam conhecer histórias de sucesso, dificuldades de percurso, e, principalmente, oportunidades para se tornarem empreendedoras de sucesso: “Percebemos na prática que para a mulher é mais difícil empreender do que para os homens, seja pela múltipla jornada, seja pela maior dificuldade de acesso às informações fundamentais sobre questões como taxas, financiamentos, linhas de incentivo – temas que envolvem o universo empreendedor. Por isso, abraçamos essa missão de auxiliar mulheres nesse processo”.

    Reconhecendo que o futuro é feminino porque o mundo precisa, a líder criativa Danielle Mafra ratifica como será especial ouvir a convidada premium do evento, “Danni Suzuki é uma multiartista que encanta o público com sua elegância, carisma, presença de palco e intrigantes casos de sua vida pessoal e profissional, que provocam o público a refletir sobre o valor do ser humano e seu papel em um mundo em constante evolução.” Com mais de 6 milhões de seguidores nas redes sociais, sua presença online transcende a promoção de marcas e produtos.

    O objetivo principal do evento é preparar e conectar mulheres que empreendem ou desejam empreender, apresentando ferramentas e insights para impulsionar discussões, gerar conexões genuínas e estimular a transformação global através do empreendedorismo feminino sensível e criativo.

    O projeto Conexão Mulheres Criativas tem patrocínio do Governo do Estado, Fundação José Augusto, Programa Cultural Câmara Cascudo, Sterbom, Sadio Condimentos,  Clan, Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão, Unimed Natal e Consórcio Eldorado e apoio do Instituto de Radiologia, Clínica Harmony Harris, Empodera Academy, Sistema Fecomércio RN, SESC, SENAC e SEBRAE RN.

    SERVIÇO

    CONEXÃO MULHERES CRIATIVAS – NEGÓCIOS FEMININOS PARA TRANSFORMAR O MUNDO

    Dia  03 de março, domingo, a partir das 13h, no Teatro Riachuelo

    CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:

    Bilheteria do Teatro Riachuelo (Terça a sábado, das 14h às 20h) ou no site uhuu.com

  • Sobre , , , ,

    1º Festival de Cinema de Xerém tem inscrições abertas para curtas-metragens de todo o país

    A EBAV – Escola Brasileira de Audiovisual em parceria com o Instituto Zeca Pagodinho, anuncia a abertura das inscrições do 1ª Festival de Cinema de Xerém, que acontece de 08 a 11 de maio, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

    Com direção geral de Sérgio Assis, direção executiva de Emerson Rodrigues e direção de Monica Trigo, o festival tem como objetivo possibilitar um intercâmbio para as diversas produções realizadas em todos os Estados brasileiros, além de democratizar e difundir a produção audiovisual de curtas-metragens no Estado do Rio, especialmente na Baixada Fluminense e no território de Duque de Caxias e Xerém. 

    Os interessados podem inscrever gratuitamente seus curtas-metragens, no período de 19/02 a 10/03, desde que tenham a duração máxima de 20 minutos (créditos inclusos), e realizados a partir de 1º de janeiro de 2022. A primeira edição consiste nas seguintes mostras: Competitiva Nacional de Curtas, Competitiva Fluminense e Baixada de Curtas, Competitiva Cinema Leva Eu de Curtas, além do Festivalzinho de Cinema e Mostra Homenageados – estes dois últimos contarão com exibições apenas de longas. 

    Os vencedores das sessões competitivas receberão o Troféu Zeca Pagodinho, símbolo oficial do Festival de Cinema de Xerém.

    Mais informações e regulamento no site oficial do festival: www.festivaldexerem.com.br

    Serviço:

    Inscrições para a 1º Festival de Cinema de Xerém

    de 19/02 a 10/03

    grátis

    Site: www.festivaldexerem.com.br

  • Sobre ,

    Revista do Observatório Brasil da Igualdade de Gênero será retomada

    O Observatório Brasil da Igualdade de Gênero retomará este ano o conselho editorial e a publicação de sua revista. Uma portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (16) estabeleceu as regras para que o conteúdo, que deixou de ser editado em 2015, volte a circular.

    O periódico trata de temas como desigualdade de gênero, direitos e políticas públicas para as mulheres. De acordo com a portaria, a publicação terá frequência anual e será editada em formato impresso e eletrônico.

    A versão impressa terá tiragem mínima de mil exemplares e a digital ficará disponibilizada na página do Observatório, no site do Ministério das Mulheres, onde já estão as revistas mais antigas, existentes desde 2009.

    Com a volta da publicação, o conselho editorial também será retomado, composto por doze mulheres, sendo seis titulares e o mesmo número de suplentes.

    O conselho editorial é coordenado pelo Observatório, e seus membros serão indicados pelas secretarias, assessoria de comunicação e pelo gabinete do Ministério das Mulheres.

    Criado em 8 de março de 2009, a instituição mapeia e acompanha questões relativas à desigualdade de gênero, aos direitos das mulheres e, principalmente, para subsidiar a formulação e implementação das políticas públicas para essa população.

    Atualmente integra a Secretaria-Executiva do Ministério das Mulheres, na estrutura administrativa pública.

    Com informações da Agência Brasil

  • Sobre ,

    Termina nesta sexta (09) prazo de inscrição no concurso unificado

    Nesta sexta-feira (9), às 23h59, horário de Brasília, termina o período de inscrição do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), que vai contratar 6.640 servidores públicos para 21 órgãos federais. Hoje, o número de inscritos alcançou o recorde de dois milhões de candidatos, mas 700 mil ainda precisam pagar a taxa de inscrição para confirmar a participação.

    A prova será feita em 220 cidades de todos os estados e Distrito Federal e será aplicada no dia 5 de maio. Os candidatos poderão concorrer a uma ou mais carreiras em um dos blocos temáticos dos oito editais, que foram recentemente retificados para correções de ambiguidades e informações imprecisas.

    Segundo o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) – responsável pelo processo seletivo – as mudanças foram referentes às vagas reservadas a pessoas com deficiência (PcD) e pessoas negras, além de algumas exigências na formação para determinadas vagas. O objetivo das mudanças foi garantir a observância dos princípios constitucionais da administração pública e também potencializar a seleção dos profissionais mais adequados ao exercício das atribuições.

    A instituição orienta que os candidatos dos editais retificados no sentido de que tomem ciência das mudanças, inclusive documentações que precisarão ser apresentadas em caso de aprovação.

    Processo seletivo

    Esta é a primeira vez que o governo federal realiza um processo seletivo no qual é possível o candidato concorrer a mais de um cargo em diferentes órgãos, por ordem de interesse, pagando apenas uma taxa de inscrição. Para isso, é necessário selecionar o bloco temático e o nível de escolaridade com que o candidato pretende concorrer, com taxas de inscrição no valor de R$ 90 para vagas do ensino superior e R$ 60 para os concorrentes de nível médio.


    Até o fim do período de inscrição, os candidatos que não tiveram os pedidos de isenção aceitos poderão pagar a taxa e participar do concurso. Todo o processo de inscrição é feito pela página da Cesgranrio, que é banca realizadora do processo seletivo, com o uso da conta gov.br.

    Os candidatos inscritos poderão verificar os dados finais da inscrição no dia 29 de fevereiro e no dia 29 de abril será possível a consulta ao local de prova. A previsão é que no dia 3 de junho sejam divulgados os resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e de redação. No dia 30 de julho deve sair o resultado final com a classificação dos aprovados.

    Com informações da Agência Brasil

  • Sobre , ,

    Fevereiro é o mês da prevenção de doenças em animais idosos e doenças neurodegenerativas

    No mundo animal, o mês de Fevereiro é dedicado à prevenção das doenças em animais idosos e doenças neurodegenerativas – patologias que não têm cura e afetam o sistema nervoso central dos pets, em especial os cães e gatos, causando problemas como perda de memória, movimentos involuntários, convulsões, alteração de sono, vocalização, dor crônica, entre outros.

    A campanha Fevereiro Roxo tem o objetivo de compartilhar conhecimento, informando sobre as principais patologias,  tratamentos disponíveis, e também a importância do diagnóstico precoce para uma melhor qualidade de vida do pet.

    O cuidado com a saúde deve ser constante e realizado ao longo de toda a vida do pet, focando especialmente na terceira idade, onde surgem as patologias crônicas como cardiopatias, nefropatias, endocrinopatias e principalmente as neuropatias como disfunções cognitivas.  Apesar de não existir nenhuma garantia de que o pet não sofrerá com patologias ao envelhecer, é importante que o tutor tenha conhecimento sobre as principais doenças que podem acometê-lo, independentemente da raça ou idade para saber como agir. A veterinária e nutróloga pet Karla Danielle ressalta que a partir dos 6  anos de idade, o tutor já pode trabalhar a frente preventiva. Iniciando junto ao veterinário, terapias com antioxidantes, fitoterápicos e suporte alimentar, voltado a p para proteção do sistema nervoso e funções neuromotoras.

    Segundo a veterinária, as síndromes cognitivas são as que mais chamam a atenção do tutor. Observe sinais como ataques súbitos de raiva ou inquietação, sono alterado e latidos constantes. Podem ser os primeiros sintomas de que algo está errado.

    Karla Danielle destaca que o avanço da idade do pet vai trazer a degeneração natural do organismo, assim precisamos pensar em tratamento, suplementos e medicamentos capazes de retardar todo esse processo.

    Então, se um animal idoso ou em qualquer outra fase da vida apresentar sinais de problemas neurológicos e/ou for diagnosticado com uma doença neurodegenerativa, a família deve buscar o acompanhamento de um profissional que possa oferecer a este pet uma melhor qualidade de vida, e claro! acolhê-lo com muito amor.

  • Sobre , , , ,

    Petrobras investirá R$90 milhões em pesquisas para hidrogênio sustentável

    A Petrobras assinou um Termo de Cooperação com o Instituto Senai de Energias Renováveis (SENAI-ER) para a construção de uma planta piloto de eletrólise para estudo da cadeia de hidrogênio sustentável (baixo carbono). O objetivo é avaliar a produção e utilização do hidrogênio produzido a partir da eletrólise da água, com o uso de energia solar. Serão utilizadas instalações da Usina Fotovoltaica de Alto Rodrigues, da Petrobras, no estado do Rio Grande de Norte.

    A usina, construída originalmente para fins de pesquisa e desenvolvimento, será ampliada de 1,0 MWp (Megawatt pico) para 2,5 MWp, para suprir a demanda elétrica da unidade piloto de eletrólise a ser instalada. O hidrogênio produzido será também utilizado para avaliar o desempenho e integridade estrutural de microturbinas em função da combustão de misturas de hidrogênio e gás natural. O projeto tem duração prevista de três anos e aporte de R$90 milhões.

    “Entre os benefícios para a empresa estão o desenvolvimento de conhecimento sobre o comportamento de equipamentos em função da mistura de hidrogênio ao gás natural, , visando modelos de negócio de interesse da companhia. Esta é mais uma iniciativa que contribuirá para a análise de viabilidade econômica de projetos para produção de hidrogênio de baixo carbono e seus derivados”, afirma Jean Paul Prates, presidente da Petrobras.

    “Um dos grandes temas em relação ao hidrogênio de baixo carbono é a operação da tecnologia de eletrólise diretamente conectada à fonte de energia renovável, com suas características intermitentes. Este projeto tem como um dos seus objetivos avançarmos em nosso conhecimento sobre este tipo de operação”, acrescenta Maurício Tolmasquim, diretor de Transição Energética e Sustentabilidade.

    “A Petrobras e SENAI-ER do Rio Grande do Norte são parceiros estratégicos de longa data em diversas áreas de pesquisa e desenvolvimento em temas relacionados a energias renováveis e hidrogênio, destacando-se a expertise do instituto em energia eólica e solar, destaca o diretor de Engenharia, Tecnologia e Inovação, Carlos Travassos.

    Parceria

    Ao longo da parceria entre a Petrobras e o SENAI-ER destacam-se: a instalação de estação meteorológica e operação e manutenção de sistema fotovoltaico de alta concentração; estudos da influência dos efeitos térmicos na modelagem do recurso eólico e da geração fotovoltaica centralizada e seu impacto no sistema elétrico e o desenvolvimento de metodologias para medição e avaliação do potencial eólico offshore.

  • Sobre ,

    Exploração sexual infantil na internet bate recorde em 2023

    As denúncias da presença de imagens de abuso e exploração sexual infantil na internet bateram recorde em 2023 – resultado é o maior da série histórica, iniciada em 2006.  Foram 71.867 queixas no ano passado,número 28% superior ao recorde anterior, registrado em 2008 (56.115 denúncias). Em relação a 2022, houve alta de 77,1%. Os dados, divulgados hoje (6), são da organização não governamental (ONG) Safernet.

    Segundo a ONG, três fatores principais motivaram o aumento das denúncias de imagens de abuso e exploração sexual infantil: as demissões em massa realizadas pelas big techs, que atingiram as equipes de segurança, integridade e moderação de conteúdo de algumas plataformas; a proliferação da venda de imagens de nudez e sexo autogeradas por adolescentes; e o uso de inteligência artificial para a criação desse tipo de conteúdo.

    As denúncias de imagens de abuso e exploração sexual infantil, somadas a outras violações de direitos humanos ou crimes de ódio na internet (xenofobia, tráfico de pessoas, intolerância religiosa, neonazismo, apologia a crimes contra a vida, racismo, LGBTfobia, e misoginia) também foram recorde. Em 2023, a Safernet recebeu um total de 101.313 queixas – o recorde anterior, registrado em 2008, totalizou 89.247 denúncias.

    Entre os crimes de ódio praticados na internet destacaram-se as altas, em relação a 2022, de 252,25% das denúncias de xenofobia, e de 29,97% de intolerância religiosa na rede. De acordo com a ONG, o crescimento das queixas desses dois crimes está atrelado à guerra na Faixa de Gaza, na Palestina, no Oriente Médio.

    Houve queda no número de denúncias de três crimes de ódio entre 2023 e 2022: racismo, que caiu 20,36%; LGBTfobia, -60,57% e misoginia, -57,56%. Segundo a Safernet, a queda nas denúncias desses tipos de crimes em 2023 já era esperada, uma vez que essas denúncias aumentam em anos eleitorais, comportamento registrado em 2018, 2020 e 2022.

    Com Informações da Agência Brasil

  • Sobre , , , ,

    Cientistas da UFRN criam aparelho para acelerar confecção de próteses dentárias

    Um grupo de quatro cientistas da área de odontologia desenvolveu uma tecnologia inédita para a área. Denominada Dispositivo para registro das relações maxilomandibulares de arcos edêntulos para um fluxo de trabalho digital e seu uso, a ferramenta teve seu depósito de pedido de patente realizado no último mês de novembro. Trata-se de um aparelho para ser utilizado em um fluxo de trabalho digital com escaneamento facial para a confecção de próteses dentárias destinadas a pacientes totalmente sem dentes. No desenvolvimento da pesquisa que deu origem ao invento, participaram Adriana da Fonte Porto Carreiro, Lucas Cavalcante de Sousa, Ana Larisse Carneiro Pereira e Anne Kaline Claudino Ribeiro.

    A coordenadora do grupo, Adriana Carreiro, identifica que o equipamento auxilia no registro das relações maxilomandibulares, etapa essencial para a confecção de próteses dentárias. “O dispositivo apresenta como vantagens menor tempo necessário para a realização dessa etapa, menor gasto de materiais e possui esferas na região anterior que facilitam a sobreposição de imagens digitais em softwares odontológicos”, explica a professora do Departamento de Odontologia da UFRN.

    A característica é alcançada, pois o dispositivo conta com uma haste horizontal mais longa, importante para apoio durante apreensão e manuseio do cirurgião-dentista, além de concavidades superior e inferior, que servem para reter o material de registro de ambos os arcos dentários. Completa a engenharia da invenção, um conjunto de esferas na porção anterior da base, as quais são importantes como pontos de referência na etapa de sobreposição de imagens com o escaneamento facial em softwares. “Apesar de trazer características facilitadoras para algumas atividades de um dentista, o produto é simples, de fácil apreensão e manuseio, o que permite apresentar custo relativamente baixo, alta reprodutibilidade e baixo consumo de material”, ressalta Adriana Carreiro.

    Também coordenadora do Programa de Pós-Graduação de Ciências Odontológicas (PPGCO), programa ao qual o estudo que deu origem ao pedido de patente está vinculado, ela defende que o dispositivo apresenta uma relevância para a área odontológica por ter o potencial de reduzir o tempo clínico. Isso pode implicar, consequentemente, em um menor custo financeiro e na maior satisfação do paciente, com a confecção de próteses dentárias mais fidedignas. Carreiro pontua, ainda, que o grupo de pesquisa tem um protótipo desenvolvido e que foi aplicado na etapa clínica de registro das relações maxilomandibulares para a confecção de próteses dentárias testes, as quais apresentaram resultados estéticos e funcionais satisfatórios.

    “Agora, já com um grupo adicional de doutorandos e mestrandos, estamos desenvolvendo uma pesquisa clínica sobre reabilitação oral de pacientes totalmente desdentados, com próteses dentárias totais confeccionadas em um fluxo de trabalho digital com escaneamento facial, no qual a etapa de registro das relações maxilomandibulares é realizada com o dispositivo desenvolvido”, salienta a docente.

    O trabalho contínuo, além de artigos em revistas conceituadas, é percebido pela quantidade de pedidos de patente do grupo – alguns dos quais foram objetos de reportagens anteriores. Um exemplo foi o Moldando Sorrisos, um dispositivo capaz de registrar as medidas necessárias para a confecção de dentadura, com tecnologia digital ou convencional, que substitui por medições uma das etapas atuais de elaboração, a de esculpir planos de cera, considerada complexa.

    Essas tecnologias não estão distanciadas, já que uma das características do grupo é a sinergia. Recentemente, a equipe recebeu a sua primeira carta-patente – a mais rápida concessão da UFRN até o momento. É um caso do esforço coordenado das pesquisas. “Esse dispositivo patenteado auxilia na obtenção do modelo de trabalho digital para confecção da prótese. Já o nosso novo pedido refere-se a um dispositivo para auxiliar na determinação da posição dos dentes artificiais da prótese, respeitando a estética e a função. Ambos se aplicam à confecção de próteses totais com fluxo de trabalho digital, porém em etapas clínicas distintas, que, somadas, possibilitam a execução do fluxo de trabalho completamente digital. “Acredito que, talvez, a principal relevância do processo de patenteamento é estimular o desenvolvimento recorrente de novas invenções em nossa área”, defende Adriana Carreiro.

    A invenção é uma das mais de 600 que compõem a vitrine tecnológica da Universidade, grupo de ativos desenvolvidos na instituição, entre patentes e programas de computador. A lista completa pode ser acessada no site da Agência de Inovação (Agir). Os ativos de propriedade intelectual representam as invenções decorrentes das atividades de pesquisa e inovação desenvolvidas pelos pesquisadores da UFRN. As empresas interessadas nessas tecnologias podem firmar contratos de transferência com a Universidade, de modo a obter o direito de usar ou explorar comercialmente os ativos de propriedade intelectual da UFRN por um determinado período. Isso melhora seus processos produtivos, diminui custos e aumenta seu portfólio de produtos e serviços no mercado.

    “Nosso objetivo é fazer com que as tecnologias criadas na UFRN alcancem as pessoas, melhorando a qualidade de vida da população e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país. Para isso, a Agir estimula que sejam firmados cada vez mais contratos de transferência de tecnologia com empresas já atuantes no mercado ou que os pesquisadores e alunos elaborem novos negócios. O licenciamento é realizado após um processo de negociação com a empresa interessada, que se compromete a remunerar adequadamente a Universidade por esse acesso. Os recursos obtidos, por sua vez, são uma importante fonte de financiamento para novas pesquisas básicas e aplicadas, além de proporcionarem maior aproximação entre a UFRN e as empresas, gerando novas oportunidades para nossos alunos e pesquisadores”, defende Jefferson Ferreira de Oliveira, diretor da Agir.

    A Unidade é também a responsável por promover e acompanhar o relacionamento com empresas, em especial aquelas interessadas em criar novas tecnologias em parceria ou em transferir as já desenvolvidas pela UFRN.

  • Sobre , , , , ,

    11ª Mostra de Cinema de Gostoso acontece de 22 a 26 de novembro

    A décima primeira edição da MOSTRA DE CINEMA DE GOSTOSO será realizada entre os dias 22 e 26 de novembro de 2024. O evento é uma realização da Heco Produções e do CDHEC – Coletivo de Direitos Humanos, Ecologia, Cultura e Cidadania, e com direção geral e curadoria de Eugenio Puppo e Matheus Sundfeld.

    Ao longo desta última década, a Mostra de Cinema de Gostoso se consolidou como um evento único em todo o Brasil, ao promover a exibição de filmes a céu aberto na sala de cinema montada na paradisíaca praia do Maceió em São Miguel do Gostoso (RN), aliando conforto e alta qualidade de projeção. Através da participação de filmes e convidados de todo o país, realização de cursos de formação para jovens, debates, seminários e laboratório de desenvolvimento de projetos, a Mostra movimenta o turismo e a economia no estado do Rio Grande do Norte, promovendo o acesso a bens culturais e a formação de público. Em 2024, a Mostra se prepara para mais uma edição, consolidando sua trajetória junto à cidade e à população de São Miguel do Gostoso.

    Em breve serão abertas as inscrições para filmes de todo o país e serão anunciadas as novidades para a décima primeira edição da Mostra.

    Desde sua primeira edição em 2013, a Mostra de Cinema de Gostoso oferece uma série de cursos de formação técnica e audiovisual a jovens a partir de 18 anos de São Miguel do Gostoso e distrito dos arredores.

    Os cursos de formação são a base do projeto da Mostra de Cinema de Gostoso. Realizados meses antes do início da Mostra, eles têm como objetivo proporcionar aos jovens o domínio de diversas áreas da produção cinematográfica. O conhecimento adquirido nas oficinas é colocado em prática com a realização de curtas-metragens e a participação na equipe de organização da Mostra de Cinema de Gostoso. Os Cursos de Formação têm se mostrado capazes de promover transformações profundas. Com foco no desenvolvimento pessoal e na capacitação profissional, eles estimulam o estudo e a busca por novas oportunidades de trabalho pelos jovens que participam do projeto. A maioria dos alunos que participaram dos cursos se encontram hoje cursando ensino técnico/superior e trabalhando com audiovisual e outras áreas.

    Em 2024 as oficinas resultarão na realização de quatro curtas-metragens, sendo dois documentários e dois filmes de ficção, criados e produzidos pelos próprios alunos.

    A MOSTRA

    Todas as sessões da 11ª Mostra de Cinema de Gostoso serão realizadas na praia do Maceió. A Mostra Competitiva e as Sessões Especiais, ocorrerão na sala ao ar livre montada na areia da praia e contam com ampla participação da comunidade local.

    Com 630 cadeiras espreguiçadeiras, tela de 12m x 6,5m, projeção com resolução 2K e som 7.1, a sala ao ar livre propicia uma experiência imersiva como a de uma sala de cinema de alta tecnologia.

    Os filmes da Mostra Competitiva concorrerão ao Troféu do Júri Popular, concedido pelo voto do público ao melhor curta e longa-metragem. Também será concedido o Troféu da Crítica, a partir da votação de jornalistas e críticos de cinema presentes à Mostra.

    Será novamente montada neste ano, a tenda em formato geodésico batizada de Sala Petrobras. Localizada na entrada da praia de São Miguel do Gostoso, em uma tenda geodésica climatizada, com capacidade para 110 pessoas, tela de projeção de 5m x 2,65, projeção em 2K e som 7.1, a Sala Petrobras foi um sucesso entre o público, que elogiou a sua localização privilegiada, a sua atmosfera acolhedora e a qualidade das suas instalações e qualidade técnica. A sala exibiu os filmes da Mostra Panorama e do Work In Progress Brlab/Gostoso.

    Serão realizados diariamente debates com produtores, diretores e atores dos filmes exibidos, além de um seminário sobre a recente produção audiovisual brasileira. Toda a programação será gratuita.

    A Mostra de Cinema de Gostoso é uma sala popular de cinema a céu aberto que recebe um público de diversas regiões do país. O evento mobiliza os moradores da cidade, que participam ativamente da programação e que passaram a ter um contato mais próximo com a produção cultural de outras regiões do país.

    Com esse conjunto de ações, a Mostra de Cinema de Gostoso conquistou um espaço significativo no calendário cultural do Nordeste, tornando-se uma importante referência de difusão audiovisual na região.

    Site Oficial: http://mostradecinemadegostoso.com.br

    Facebook: https://www.facebook.com/mostradecinemadegostoso

    Site Heco Produções: www.heco.com.br

    Instagram: @mostradecinemadegostoso

  • Sobre , ,

    Resultado de selecionados na primeira chamada do Sisu sai nesta terça-feira (30)

    O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira (30) o resultado dos selecionados na primeira chamada do processo seletivo de 2024 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). São, ao todo, 264.360 vagas disponíveis, distribuídas entre 127 instituições de educação superior participantes do programa.

    As inscrições ocorreram de 22 a 25 de janeiro e as matrículas acontecem do dia 1º ao dia 7 de fevereiro. Entre 30 de janeiro e 7 de fevereiro, estudantes não selecionados devem manifestar interesse em participar da lista de espera.

    O Sisu é um sistema eletrônico gerido pelo MEC para as vagas ofertadas por instituições públicas de ensino superior de todo o Brasil. O sistema executa a seleção dos estudantes com base na média da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) até o limite da oferta das vagas, por curso e modalidade de concorrência, de acordo com as escolhas dos candidatos inscritos e o perfil socioeconômico para Lei de Cotas.

    Com informações da Agência Brasil

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.