Últimas histórias

  • Sobre

    Núcleo para Tratamento da Obesidade Infantil do Varela Santiago vai fechar por falta de apoio

    A notícia não é boa e traz um alerta para os impactos negativos no futuro. O Núcleo para Tratamento da Obesidade Infantil Varela Santiago vai fechar as portas e suspender o seu funcionamento. A decisão foi tomada nessa sexta-feira (24) com muita tristeza e preocupação, explica o diretor superintendente da instituição Dr Paulo Henrique Xavier. “É muito triste, mas infelizmente não será possível continuar pois não temos apoio do município, do estado nem da união”.

    De acordo com dr. Paulo, o Núcleo foi montado com uma estrutura física muito boa e com um atendimento multidisciplinar, referência no país. “Investimos em um projeto diferenciado e pioneiro no Nordeste, com bioimpedância, o que tem de melhor em tecnologia para tal fim. Reunimos uma equipe técnica de primeira. As crianças eram vistas de 15 em 15 dias. Não era aquele núcleo que você faz uma consulta com um endocrinologista ou nutricionista, eles passam uma receita e o paciente volta com 6 meses. No nosso núcleo elas eram vistas quinzenalmente”, afirma o diretor.

    A ideia, explica dr Paulo, era que essas crianças continuassem sendo vistas de 15 em 15 dias, mas por falta de transporte dos municípios, elas faltavam e o atendimento passou a ser mensal. “Criamos o núcleo para dar, além da assistência técnica, vale transporte e uma cesta para a criança se alimentar naquele período. Não adianta a gente orientar a criança e a mãe qual alimento ela deve dar, ensinar em uma oficina, e ela chegar em casa e não ter esse alimento, nem como comprá-lo. Nossa ideia era fazer uma coisa completa”, diz o diretor.

    Segundo ele, o projeto já começou deficitário. “Tínhamos uma despesa de 20 mil reais por mês. Aguardamos o primeiro ano, segundo ano, não tivemos nenhum apoio. Não suportamos mais e infelizmente vamos ter que fechar. É muito triste, ainda mais em um Estado que amarga o título de segundo colocado no país em número de obesos na faixa etária dos 05 aos 09 anos de idade”, lamenta. “O mais preocupante é que se essas crianças mantiverem a obesidade até os 10 anos, elas têm uma chance de 80% de se tornarem adultos obesos. Então o problema que já é grave hoje, tende a piorar ainda mais no futuro”, acrescenta a endocrinologista pediatra Iluska Medeiros, coordenadora do Núcleo.

    Até hoje foram realizadas, no Núcleo, oito mil consultas, com 115 crianças atendidas, com excelentes respostas, acrescenta dra Iluska. “Nos primeiros quatro meses de tratamento tivemos redução de peso em 92,5% dos pacientes e 87,5% deles diminuíram a gordura corpórea.   A média de perda de peso foi de 450g por consulta, quase meio quilo. Em nenhum lugar do mundo a gente encontra números tão bonitos”, comemora.

    Os números também foram muito bons no “pós-pandemia”, explica dra Iluska. “Nos quatro meses após a pandemia, a gente conseguiu fazer com que as crianças mantivessem a perda de peso e redução do IMC, porém num nível menor, com redução na resposta clínica em 30%. Se a gente levar em conta que durante a pandemia a maioria das crianças engordaram, isso mostra que o atendimento multidisciplinar do núcleo foi um sucesso, em manter essas crianças em uma boa evolução do tratamento. Nenhum lugar oferece um tratamento tão completo, nem na rede privada”.

    Acabar tudo isso traz muita tristeza e preocupação, lamenta a coordenadora. “Infelizmente vai deixar uma parcela importante da população sem assistência e provavelmente essas crianças, sem um bom acompanhamento, evoluírem para problemas futuros e com certeza onerar ainda mais o sistema de saúde com problemas cardiovasculares, insuficiência renal, hipertensão, etc. Infelizmente os gestores não enxergam a importância de se tratar a obesidade ainda na infância”, finaliza.

  • Sobre ,

    RN promove dia D da vacinação contra Covid-19, Influenza e Sarampo neste sábado (25)

    Neste sábado (25) a população potiguar terá a oportunidade de garantir a proteção contra a Covid-19, influenza e Sarampo durante o Arraiá da Imunização. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) articulou junto aos  municípios do Rio Grande do Norte a manutenção dos pontos de vacinação abertos, das 8h às 17h, em mais um dia D de vacinação. A partir deste dia, a vacina contra a influenza será aberta para toda a população, a partir dos 6 meses de idade. 

    Para isto, a Sesap está distribuindo 120 mil doses da vacina contra a influenza e 100 mil doses dos imunizantes contra a Covid-19, para que a população complete seu esquema vacinal. Atualmente o segundo reforço está disponível para idosos, profissionais de saúde, imunossuprimidos e população geral acima dos 40 anos de idade. A vacina da influenza estará disponível para a população geral.

    “A Sesap reforça a importancia da necessidade das doses de reforço. Por isso estaremos chamando a população através da ampliação dos horários no dia D e outras estratégias fundamentais como a vacinação nas escolas através do projeto Minha Escola Nota 10. Os óbitos que temos no estado são, em sua maioria, de pessoas que não reforçaram sua vacinação. Por isso é preciso que a população esteja protegida”, reflete a coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima.

    De acordo com o portal RN+Vacina, 93% da população do estado já tomou pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19. Já a primeira dose do reforço atingiu metade da população, enquanto o segundo reforço está em 8%. Para a influenza, 68% do público-alvo está imunizado.

  • Sobre

    Saúde alerta para a importância da notificação do autoteste para Covid-19

    Desde o início do ano, a população brasileira pode realizar o autoteste para Covid-19. A liberação, no entanto, não afasta a necessidade de notificar os casos. Para isso, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) do Rio Grande do Norte conta com a plataforma Notifica RN. 

    O registro de casos, sejam positivos ou negativos, deve ser feito de forma imediata através do sistema de informação disponível na plataforma (https://notificarn.saude.rn.gov.br/Publico-Auto-Teste), mantendo a Sesap informada sobre a situação epidemiológica do estado e com condições de traçar as estratégias corretas para o enfrentamento.

    “A Sesap desenvolveu uma série de estratégias para garantir a notificação de todos os exames realizados tanto nas redes assistenciais, nos serviços de saúde ou o autoexame que é comprado em farmácia. Para isso disponibilizamos, de forma pioneira no Brasil, a plataforma Notifica RN. Ela é intuitiva, para que o cidadão possa fazer o registro do resultado para Covid-19 e assim seja possível ter a clareza e os dados mais precisos com relação ao adoecimento aqui no Rio Grande do Norte”, disse Kelly Lima coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap. 

    A notificação deve ser feita em até 24 horas após o teste, seja positivo ou negativo. Após utilizado, o material deve ser descartado em local adequado conforme as normas sanitárias. É importante ressaltar que todas as informações são sigilosas e são inseridas no sistema automaticamente. “Quanto mais testes positivos, maior o número e o impacto na rede assistencial. Por isso é fundamental ter o registro desses testes e assim garantir o mapeamento e as ações efetivas e oportunas para as demandas que possam vir para o nosso Estado”, complementou Lima.

    Caso seja positivo, o paciente deve permanecer em isolamento por dez dias, a contar do início dos sintomas e seus contatos domiciliares. É fundamental realizar atendimento clínico imediato, além de monitorado pela vigilância epidemiológica e atenção primária à saúde, prioritariamente.  “Dessa forma vamos garantir que esta nova onda que estamos seja mais controlada e com menos consequências graves. Reforçando ainda a importância do reforço da vacina para os grupos indicados”, finalizou a coordenadora.

  • Sobre

    Pesquisadores da USP identificam método capaz de prever gravidade da covid-19

    Pesquisadores do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), da Universidade de São Paulo, identificaram um método com potencial para prever a gravidade da infecção por covid-19 nos pacientes, a partir da análise do plasma sanguíneo. O sistema pode servir como ferramenta de triagem no atendimento dos infectados e ser utilizado a fim de evitar a evolução da doença. O estudo foi publicado na revista científica Journal of Proteome Research.

    De acordo com a pesquisa, os pacientes infectados pela doença tiveram variações na concentração de seis substâncias encontradas no sangue, chamadas de metabólitos, sendo elas glicerol, acetato, 3-aminoisobutirato, formato, glucuronato e lactato. As análises revelaram que, quanto maior o desequilíbrio na quantidade dessas substâncias no início da infecção, mais graves eram os quadros de saúde que os pacientes desenvolviam.

    Plasma

    Foram analisadas amostras de plasma sanguíneo de 110 pacientes com sintomas gripais que passaram, em 2020, pelo Hospital da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), sendo que 57 deles não estavam infectados por covid-19 e os outros 53 eram casos positivos recentes da doença.

    Os pesquisadores observaram que, dos infectados, dez pacientes apresentaram complicações e chegaram a ser internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com registro de duas mortes. Esse grupo com quadro de maior gravidade apresentou, no início da infecção por covid-19, variações mais acentuadas na concentração dos metabólitos citados.

    Os resultados do estudo podem contribuir, conforme apontou o IQSC, para o desenvolvimento de um novo protocolo clínico que ajudaria médicos e hospitais a identificarem, já nos primeiros dias de sintomas, pacientes que possam desenvolver a forma grave da doença, permitindo que intervenham para evitar a evolução da doença.

    Ainda segundo o IQSC, para validar a técnica, os pesquisadores planejam ampliar o número de amostras de plasma sanguíneo avaliadas e incluir novos grupos, como os vacinados que contraíram a covid-19, nos próximos passos do estudo. Além disso, eles pretendem incluir informações sobre gênero e idade nas estatísticas.

    Agência Brasil

    Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

  • Sobre

    Hospital Infantil Varela Santiago inaugura ‘Sino da Vitória’ que representa fim de tratamento oncológico

    Com o toque de um sino, pacientes diagnosticados com câncer poderão anunciar o fim do tratamento no Hospital Infantil Varela Santiago. Chamado de ‘Sino da Vitória’, o projeto – pioneiro no Rio Grande do Norte – foi lançado na última sexta-feira (17) com a presença do diretor superintendente, Dr. Paulo Xavier Trindade; o coordenador do serviço de onco-hematologia do HIVS, Dr. Wilson Cleto; a médica hematologista Dra. Zélia Fernandes e a Oncologista e Hematologista Infantil, Luciana de Aguiar Corrêa.

    O objetivo do Sino é que os pacientes compartilhem o momento de despedida do tratamento e incentivem aqueles que ainda lutam contra a doença. “O Sino da Vitória representa o final de um ciclo dos pacientes dentro do hospital, uma mudança. Quando eles terminam a quimioterapia, muitas vezes prolongadas, tratamentos como da leucemia linfoide aguda de dois anos e meio, e aí esse Sino vem para selar o final do tratamento e o início de uma fase cheia de esperança que é o pós-quimio”, explica dr. Wilson.

    Na cerimônia, o paciente oncológico toca um sino que simboliza as experiências vividas e a vontade de seguir em frente. O ato significa comemorar cada vitória alcançada em cada etapa do tratamento. Em outras palavras, tocar o sino significa celebrar a vida. Dessa forma, familiares e amigos podem festejar os momentos importantes e demonstrar seu apoio e carinho ao paciente, além de tornar o ambiente hospitalar mais humanizado e acolhedor.

    As enfermeiras oncológicas Camila Dantas e Thamyres Araújo foram as idealizadoras do projeto no HIVS. Segundo elas, após pesquisas e achar referências em todo o Brasil e até internacionalmente, se chegou a ideia de implantar na instituição. “A gente se incomodava de não conseguir fazer muita coisa no último dia do tratamento dos nossos pacientes e aí achamos essa inspiração. Ele é o símbolo da finalização do tratamento, não a cura (pois eles têm a cura depois dos 5 anos), mas é a parte simbólica, a gente conseguir comemorar e dar esperança, fé e força. É um momento muito especial, emocionante”.

    Os pacientes José Carlos, Bianca Avelino e Yuri Moises tiveram a honra de tocar o sino no dia da inauguração. Os três vibraram muito e emocionaram a todos que participaram da solenidade. O badalar do sino também é um incentivo para outros pacientes, pois acaba motivando-os a persistirem e finalizarem o tratamento, pois causa neles uma satisfação ao presenciar conquistas dos colegas. “É para eles dizerem: eu lutei, consegui. Estou aqui para contar história e os outros se espelharem que podem também”, acrescenta Camila.

    A Cerimônia do Sino teve origem nos Estado Unidos (EUA), no Hospital M. D. Anderson Cancer Center, um centro de referência em tratamento oncológico. A tradição iniciou-se em 1996, quando o Almirante da Marinha dos EUA Irve Le Moyne, um paciente com câncer na região de cabeça e pescoço, doou um sino para o setor de radioterapia, para comemorar o final do tratamento radioterápico. Muitos centros oncológicos ao redor do mundo também passaram a ter o sino.

  • Sobre

    Três em cada 10 pessoas testam positivo para Covid em Parnamirim

    No último sábado, 18, a Prefeitura de Parnamirim liderou um mutirão de vacinação contra Covid-19, Influenza e Tríplice Viral. A vacinação foi realizada neste sábado (18), das 8h às 14h, na Escola Municipal Ivanira Paisinho, na Cohabinal, e na Leroy Merlim, em Nova Parnamirim. Foram aplicadas 731 doses de vacina.

    Além do início da aplicação da 4ª dose (reforço) contra a Covid-19 para a população a partir dos 40 anos, nesse sábado (18), a Prefeitura ofertou também o serviço de testagem para Covid, na Escola Ivanira Paisinho e no Hospital Márcio Marinho, em Pirangi. Considerando os números de ambos os locais, 3 em cada 10 pessoas testaram positivo para coronavirus. Os positivados foram orientados a permanecer em isolamento e tomar os cuidados já conhecidos pela população em geral. 

    Foram realizadas 86 testagens para Covid-19, das quais 30 apresentaram resultado positivo.

  • Sobre ,

    Covid: Natal começa a vacinar D4 para pessoas a partir de 40 anos

    A Prefeitura do Natal, a partir desta segunda-feira (20), começa a aplicar a segunda dose de reforço (D4) contra a Covid-19, para a população com idade a partir de 40 anos. Para receber a nova dose é necessário haver o intervalo de pelo menos quatro meses da terceira dose.
     
    Natal tem aplicação de vacinas em todas as unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, bem como nos pontos extras de vacinação, de segunda a sábado. A SMS Natal também disponibiliza pontos itinerantes em eventos, ações, mostras e feiras que acontecem no município. Para saber mais basta acessar vacina.natal.rn.gov.br .
     
    “A segunda dose de reforço, ou quarta dose, é uma aplicação que já vinha sendo realizada para imunossuprimidos e idosos em nossa cidade. Agora vamos ampliar essa cobertura vacinal para a população de 40+ como forma de prevenir ainda mais o coronavírus”, afirma George Antunes, secretário Municipal de Saúde de Natal.

  • Sobre ,

    Mossoró libera quarta dose de vacina contra Covid para pessoas acima de 40 anos

    A Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Saúde, comunica que as pessoas acima de 40 anos que tomaram a primeira dose de reforço contra a Covid-19, popularmente chamada de terceira dose, há quatro meses podem a partir deste sábado (18) receber a segunda dose de reforço, chamada de quarta dose.

    “Reforçamos a importância destas pessoas que tomaram a terceira dose há quatro meses que a partir deste sábado se dirijam a um ponto de vacinação e receba a segunda dose de reforço, a que chamamos de quarta dose. Pedimos também que as pessoas mantenham atualizada a vacinação”, disse o coordenador de Imunizações da SMS, Etevaldo Lima.

    Neste final de semana a Secretaria de Saúde de Mossoró disponibiliza para a população mossoroense três pontos de vacinação para a imunização, além da Covid-19, do Sarampo e Influenza. Os pontos abertos no sábado (18) e domingo (19) são a Unidade Básica de Saúde (UBS) Maria Soares, localizada ao lado da Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel, o Partage Shopping Mossoró e a Festa de São João Batista.

    O horário de funcionamento do ponto na UBS Maria Soares será das 08h às 16h nos dois dias. Já no shopping a vacinação no sábado acontece das 10h às 18h e no domingo será das 11h às 18h. Na Paróquia de São João Batista o horário vai das 18h às 22h.

    Em todos esses pontos serão aplicadas a primeira, segunda, terceira e quarta doses. A vacina contra a Covid-19 é ofertada para várias faixas etárias, preconizadas pelo Ministério da Saúde, como crianças de 5 a 11 anos, população adulta e pessoas acima de 60 anos.

    Os grupos prioritários para a vacinação da Influenza são pessoas acima de 60 anos; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas; povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades; com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo; rodoviário; passageiros urbanos e de longo curso.

    E ainda: trabalhadores portuários; forças de segurança e salvamento; Forças Armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade; adolescentes e jovens em medidas socioeducativas; além de crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade.

    Já os grupos prioritários para a vacinação contra o sarampo são trabalhadores da saúde e crianças na faixa etária de 6 meses a 5 anos de idade. Na vacinação contra a Covid-19, são pessoas acima de 5 anos. São aplicadas primeira, segunda, terceira e quarta doses na campanha de vacinação contra a Covid-19.

  • Sobre ,

    Feriadão: como fica vacinação e testagem Covid em Natal

    A Prefeitura do Natal e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) informam à população os dias e horários de funcionamento dos serviços de vacinação contra a Covid, Influenza e Sarampo durante o feriado de Corpus Christi 2022. Na quinta-feira (16), dia de Corpus Christi, todos os pontos estarão fechados; já na sexta (17) e sábado (18), os pontos extras mantêm funcionamento como de costume, exceto as unidades básicas de saúde, que aderem ao Ponto Facultativo da Prefeitura do Natal. No domingo (19) há funcionamento, exclusivamente, dos pontos itinerantes.

    A SMS/Natal ainda vai disponibilizar um ponto extra de vacinação, de sexta-feira (17) a terça-feira (21), na Feirinha da Árvore de Mirassol. O local vai funcionar das 16h às 21h com todos os imunobiológicos da campanha atual (Covid, Influenza e Sarampo).

    Os locais extras de vacinação contra a Covid -19 em Natal para a população adulta e infantil a partir dos 5 anos de idade são: Via Direta, Ginásio Nélio Dias, Shopping Midway Mall e Partage Norte Shopping. Nestes locais estarão disponíveis as doses D1, D2, D3 (reforço) e a adicional D4. Além disso, também há disponibilidade dos imunobiológicos contra Influenza e Sarampo conforme fases da campanha.

    TESTES DE COVID
    A Unidade Básica de Saúde São João, no Tirol, abre nesta sexta (17) exclusivamente para teste rápido COVID-19, no horário das 7h as 13h, sem necessidade de requisição médica.

    Confira os horários dos pontos de vacinação neste período:

    QUINTA-FEIRA (16):
    LOCAIS ESTARÃO FECHADOS.

    SEXTA-FEIRA (17):
    Via Direta – 09h às 21h
    Nélio Dias – 09h às 16h
    Shopping Midway Mall – 10h às 17h
    Partage Norte Shopping – 14h às 20h
    Feirinha da Árvore de Mirassol – 16h às 21h

    SÁBADO (18):
    Via Direta – 09h às 21h
    Nélio Dias – 09h às 16h
    Shopping Midway Mall – 10h às 17h
    Partage Norte Shopping – 14h às 20h
    Feirinha da Árvore de Mirassol – 16h às 21h

    DOMINGO (19) – PONTOS ITINERANTES:
    Parque das Dunas – 08h às 12h
    Cidade da Criança – 14h às 19h30
    Arena das Dunas – 16h às 20h
    Feirinha da Árvore de Mirassol – 16h às 21h

    As Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão fechadas de 16 a 19 de junho, retomando as atividades na segunda-feira (20) a partir das 08h.

  • Sobre ,

    São Paulo lança programa de terapia celular para tratamento de câncer

    O governo do estado de São Paulo lançou nessa terça-feira (14) um programa de tratamento avançado contra o câncer com a utilização de terapia celular. Dois novos centros de saúde, um na capital paulista e um em Ribeirão Preto, produzirão compostos para a terapia celular CAR-T, que utiliza células T para combater o câncer de sangue.

    A capacidade inicial de tratamento é de até 300 pacientes por ano. O programa faz parte de um acordo de cooperação entre o Instituto Butantan, a Universidade de São Paulo (USP) e o Hemocentro de Ribeirão Preto.

    De acordo com o governo do estado, esse tipo de terapia celular já se mostrou altamente eficaz no tratamento de alguns tipos de câncer de sangue, como linfoma e leucemia linfóide aguda. As novas unidades de São Paulo e de Ribeirão Preto serão equipadas com estruturas que permitirão a realização dos principais processos da nova tecnologia, como produção, desenvolvimento, armazenamento e aplicação da terapia celular.

    As instalações incluem laboratórios de controle de qualidade, salas de criopreservação, salas de produção de vírus, salas limpas de produção de células CAR-T, salas de preparo de meios e soluções, e áreas destinadas ao armazenamento do produto final e dos insumos em tanques criogênicos.

    “Curar uma pessoa que estava em situação quase terminal é uma emoção indescritível. Estes dois centros são fruto de anos de dedicação de uma grande equipe. Somos mais de 50 pesquisadores trabalhando há décadas em um único objetivo”, destacou o presidente do Instituto Butantan e coordenador do estudo, Dimas Covas.

    A tecnologia celular CAR-T é um tipo de imunoterapia que utiliza linfócitos T, células do sistema imune responsáveis por combater agentes patogênicos e matar células infectadas. O tratamento consiste em retirar e isolar os linfócitos T do paciente, ativá-los, programá-los para conseguirem identificar e combater o câncer e, depois, inseri-los de volta no organismo do indivíduo. Todo o processo pode durar cerca de dois meses.

    Agência Brasil – Foto: INCA/Divulgação

  • Sobre ,

    Dengue

    Um foco monstro de dengue foi encontrado hoje (14) pela manhã num terreno baldio da vizinhança. De acordo com o agente comunitário de saúde que visitou nossa casa, copos e garrafas vazias serviam de criadouro para o mosquito em meio a muito lixo. Disse que conversou com a família que morava ao lado e, junto com um colega, tentou limpar o que conseguiu.

    Aqui em casa, nenhum foco foi achado. Apesar disso, estamos todos – os quatro moradores – doentes. Meu filho adolescente foi diagnosticado ontem com dengue. Minha mãe na semana passada. Eu estou me sentindo só a palha do milho debulhado. Testes negativos para covid. Repouso e canja de galinha. E esperança de que um dia as pessoas aprendam a cuidar da coletividade e do ambiente em que vicem. Haja esperança!

    Saiba mais sobre a Dengue

    Dengue não é só meu apelido de faculdade em Brasília, é uma virose adquirida através da picada do mosquito Aedes aegypti, que se manifesta sob duas formas clínicas: a clássica, de evolução benigna, e a hemorrágica, mais grave e de maior risco de complicações e morte. Em qualquer forma clínica, os sintomas mais comuns são febre, enjoo, vômitos, dor nos olhos, cansaço, falta de apetite, dores no corpo, principalmente nos músculos e nas articulações e dores de cabeça. Em alguns casos, podem também aparecer manchas vermelhas pelo corpo e sangramento, mais comum nas gengivas.

    O Aedes aegypti é um mosquito pequeno, de cor escura e rajado de branco, bem adaptado às áreas urbanas. O inseto ataca o homem durante o dia. O mosquito tem a capacidade de se proliferar em qualquer lugar, onde se acumula água limpa, como caixas d’ água, cisternas, latas, pneus, cacos de vidro, tampinhas de garrafa e vasos de plantas.

    Alguns cuidados para evitar a proliferação do mosquito:

    ·Escorrer a água dos pratinhos de vasos de plantas ou de xaxins dentro e fora de casa e preenchê-los com areia até a borda;

    ·Retirar a água acumulada nas bromélias ou outras plantas;

    ·Manter AS lixeiras tampadas;

    ·Não deixar em quintais, nem jogar em terrenos baldios, tampinhas de garrafas, cascas de ovo, latinhas, saquinhos plásticos de cigarros, embalagens plásticas e de vidro, copos descartáveis ou qualquer outro objeto que possa acumular água. Colocar tudo em saco plástico e jogá-lo NO lixo;

    ·Manter os pneus fora de uso em LOCAL coberto, secos e protegidos da chuva;

    ·Lavar com sabão em água corrente, pelo menos uma vez por semana,os potes com água oferecidos aos animais domésticos (cão, gatos, etc.);

    ·Manter o vaso sanitário tampado e dar sempre descarga;

    ·Manter os ralos de cozinha, banheiro, sauna e ducha fechados quando estiverem fora de uso;

    ·Retirar sempre a água das bandejas externas de geladeiras;

    ·Lavar o interior dos suportes dos garrafões de água mineral durante a troca do galão;

    ·Manter limpos os lagos, cascatas e espelhos de água decorativos;

    ·Lavar AS paredes internas dos tonéis e depósitos de água;

    ·Manter caixas de água, cisternas e poços tampados ou com telas quando a tampa própria não estiver disponível;

    ·Tratar a água das piscinas com cloro e limpá-las uma vez por semana. Se não forem usadas, devem ser mantidas vazias ou cobertas;

    ·Manter AS calhas limpas e desentupidas, removendo-se folhas e materiais que possam impedir o escoamento da água;

    ·Manter AS lajes limpas e secas;

    ·Colocar areia em todos os cacos de vidro nos muros que possam acumular água.

    Com informações da UFRJ

  • Sobre ,

    Natal disponibiliza testes de Covid-19 na rede de saúde

    A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal), disponibiliza testagens de antígeno (teste rápido) e tipo RT-PCR (SWAB) para diagnóstico da Covid-19 na capital. As pessoas com sintomas leves (febre, tosse, coriza, moleza no corpo) podem buscar as unidades de saúde para consulta médica e realização do exame.
     
    A testagem rápida está disponível em qualquer unidade sem solicitação médica, com coleta do material durante o expediente, e resultado disponível após alguns minutos da realização.
     
    O teste tipo SWAB deve ser realizado em unidades específicas, conforme lista abaixo, somente com prescrição médica após consulta no local, entre o 3º e 7º dia de sintomas. O resultado sai em 48h de acordo com a demanda das análises.
     
    RT-PCR para Covid-19
    Distrito Sul: USF Rosângela Lima (seg a sex das 09h às 11h30), USF Ponta Negra (seg a sex das 07h às 10h30) e UBS Nova Descoberta (seg a qui das 08h às 12h e 13h às 15h30);
    Distrito Leste: USF Brasília Teimosa (seg a sex das 13h às 16h), USF Rocas (seg a sex das 13h às 16h), UBS São João (seg a sex das 08h às 17h);
    Distrito Oeste: USF Bom Pastor (seg a qui das 13h às 16h), USF Monte Líbano (qua e qui das 13h às 16h) e UM Felipe Camarão II (seg, ter e qui das 08h às 12h);
    Distrito Norte I: USF Nova Natal (seg a sex das 12h30 às 14h40) e USF Pajuçara (seg, qua e sex das 07h às 11h);
    Distrito Norte II: USF Vale Dourado (ter e qui das 08h às 11h), USF Panatis (ter e qui das 13h às 15h) e USF Parque dos Coqueiros (ter e qui das 08h às 11h).

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.