Últimas histórias

  • Sobre , , , ,

    Samba de Arruar encerra temporada neste sábado (29) no Alecrim

    Após o grande sucesso nas últimas três edições do evento, realizadas nos meses de março, abril e maio, o Samba de Arruar retorna neste sábado (29) para sua quarta e última edição desta temporada no Bairro do Alecrim. O evento acontece de forma gratuita a partir do meio-dia na Praça Gentil Ferreira, coração do comércio popular da cidade de Natal, levando alegria e cultura aos lojistas, clientes e amantes do samba da capital potiguar.

    Para esta última edição, a formação musical da roda continua com Valéria Oliveira na voz e no cavaco, Kelliney Silva na voz e na percussão, Jubileu Filho no 7 cordas, César Sampaio no banjo e cavaco, Ranah Duarte, Deny Nascimento e Ninho Brasil nas percussões. Entre as atrações convidadas para esta edição, estão o cantor e compositor Carlos Britto (Batuque de um povo), e a percussionista Ranah Duarte.

    E ressaltando um dos objetivos do projeto, que é o de destacar talentos femininos da música, a edição também contará com a presença da cantora Dodora Cardoso, ícone da música norte-riograndense conhecida como “a dama do samba”. E ainda integrantes da bateria da Escola de Samba Imperatriz Alecrinense, que homenageará Dodora no carnaval de 2025 contando a sua trajetória como uma das artistas mais comprometidas com a valorização da música e dos artistas potiguares.

    Um novo espaço para os artistas potiguares

    Mais de 20 artistas passaram pelo Samba de Arruar nesta primeira temporada, o que demonstra uma disposição dos artistas de se reunirem para cantar em espaços democráticos e simbólicos da cidade. E ainda uma consciência coletiva e disponibilidade da comunidade em contribuir com o movimento do samba em Natal.  Para a idealizadora da proposta, Valéria Oliveira, a temporada foi muito inspiradora e importante por promover um novo espaço de atuação para novas musicistas:

    “O Samba de Arruar já é muito especial, uma espécie de laboratório para nós musicistas, e foi muito bem recebido pelo público, que tem expressado alegria em testemunhar essa ação. Temos confiança de que fecharemos novas parcerias que garantam a sua continuidade. Estamos trabalhando para que em breve possamos trazer boas notícias para todos que estiveram nesta primeira e desafiadora temporada e para aqueles que ainda não tiveram chance de chegar junto”, afirma Valéria.

    O projeto sociocultural “Samba de arruar” deseja circular por bairros da grande Natal compartilhando o legado de mestres e mestras do samba brasileiro, de compositores e compositoras potiguares, bem como a potência dos cantores e cantoras locais. A primeira temporada é realizada por Valéria Oliveira Produções, com o patrocínio da Fundação Cultural Capitania das Artes (FUNCARTE), através da Prefeitura do Natal, por meio da emenda impositiva do vereador Professor Robério Paulino.

    SERVIÇO

    Samba de arruar – Roda de samba com Valéria Oliveira e convidados

    Sábado, dia 29 de junho, às 12h, na Praça Gentil Ferreira, Alecrim

    ACESSO GRATUITO

  • Sobre , , , ,

    Dia 13 de setembro tem novo show de Humberto Gessinger em Natal

    Dia 13 de setembro, um dos grandes artistas do pop/rock nacional, Humberto Gessinger, apresenta em Natal o show da sua turnê “Quatro Cantos de um Mundo Redondo”, que leva o nome do quarto álbum solo lançado pelo cantor em 2023. O show será no Teatro Riachuelo. Os ingressos estão à venda a partir de R$ 95,00 na bilheteria do teatro (de terça a sábado, das 14h às 20h) e no site uhuu.com. O evento é uma realização da Viva Promoções.

    Seu quarto álbum inédito, “Quatro Cantos de um Mundo Redondo”, traz diferentes formações de banda, e foi lançado em quatro etapas no digital. O próprio Humberto explica essa decisão: “Nunca me senti muito a vontade lançando singles. Sempre me pareceu que, ao escolher uma música para ficar em primeiro plano, estava, na verdade, deixando as outras para trás. Por isso, resolvi lançar as canções no streaming em blocos, divididas pelo formato em que foram gravadas (Power Trio, Trio Acústico, Quarteto e Solo)”.

    As primeiras lançadas foram “Fevereiro 13” e “AEIOU”. “Fevereiro 13” foi gravada no icônico Estúdio Atlantis (Estocolmo/Suécia), conhecido por gravações de nomes como Abba, Roxette, Green Day, Aha, Lenny Kravitz, Elvis Costello, The Hives, entre outros. “Escrevi essa canção para minha filha, Clara, que mora em Estocolmo. Gravei a canção lá, no lendário Estúdio Atlantis. Em um mesmo take, cantei e toquei violão captando a sonoridade maravilhosa da sala em um único e clássico microfone. Depois, complementei a faixa com baixo fretless e órgão Hammond. Cruzar um oceano pra gravar de forma minimalista, como se fazia no século passado, com um único microfone que certamente já estava na ativa antes de eu nascer?! Sim. Exatamente!” – explica ele. Já “AEIOU”, gravada em Porto Alegre, é uma canção de Bebeto Alves, figura fundamental para a música gaúcha feita a partir dos anos 70. Nesta versão, Gessinger contou com as participações de Duca Leindecker nos vocais e Marcelo Corsetti na guitarra.

    Para gravar “No Delta dos Rios”, “Espanto” e “Vaga Semelhança” ele montou o “Power Trio”, com ele no baixo e teclados acompanhado por Rafa Bisogno na bateria e Felipe Rotta na guitarra. No quarteto, Gessinger toca guitarra de 12 cordas, acompanhado por Fernando Petry no baixo, Diego Dias nos teclados e Luigi Vieira na bateria. Com essa formação, registrou “Um Brinde” e “Toxina”.

    “A Noite Inteira”, “Mais que Sombras” e “Começa Tudo Outra Vez” foram gravadas pelo Trio Acústico: Gessinger no violão e viola caipira ao lado de Nando Peters no baixo e Paulinho Goulart no acordeon. Nas dez faixas do álbum, Humberto Gessinger convida os fãs para um passeio pelos cantos do mundo, e pelas várias possibilidades sonoras através quais ele trafega.

    “Não é fácil ser objetivo ao falar de um novo trabalho. Há muita emoção envolvida. Mas, se me perguntassem onde eu gostaria de estar nesse momento da minha carreira, eu diria sem dúvida: nos QUATRO CANTOS DE UM MUNDO REDONDO.” – finaliza Humberto. “Quatro Cantos de Um Mundo Redondo” também será lançado nos formatos LP e K7.

    Serviço:
    Dia: 13 de setembro de 2024
    Horário: 21h
    Local: Teatro Riachuelo
    Classificação indicativa: 16 anos
    *menores de idade precisam estar acompanhados dos pais ou responsável autorizado.
    Ingressos
    Meia entrada a partir de R$ 95,00
    Inteira a partir de R$ 190,00
    *consulte todos os valores e assentos disponíveis na página de vendas do evento
    % Descontos:
    50% Meia Entrada (idosos a partir dos 60 anos, crianças de 2 a 14 anos, estudantes, ID Jovem, pessoas com deficiência, professores e doadores de sangue);
    50% clientes Unimed Natal (1 ingresso);
    30% titulares do Cartão Riachuelo (2 ingressos);
    *descontos limitados e não cumulativos
    Pontos de venda:
    – Bilheteria do teatro (de terça a sábado, das 14h às 20h)
    – @uhuuoficial
    Realização: @vivapromocoes

  • Sobre , ,

    Turma do Problems agita as férias da criançada no Teatro Riachuelo Natal neste sábado (29)

    Sucesso com o público infanto-juvenil, A Turma do Problems se apresenta em única sessão neste sábado (29) no Teatro Riachuelo Natal às 16h com o espetáculo “A Máscara do Stick” e promete agitar as férias do público potiguar. O show traz ao vivo os membros do canal: Problems, Stick, Kadu, Mel e Zoom, que já alcançaram milhões de crianças em todo o Brasil, através de seus conteúdos no YouTube com mais de 4 bilhões de visualizações. Os últimos ingressos estão disponíveis a partir de R$ 60,00 no site uhuu.com ou na bilheteria do teatro.

    No show, o público irá embarcar em uma gameplay na vida real, onde a turma será transportada para dentro do videogame e darão vida aos seus famosos avatares virtuais, que juntos irão buscar soluções para descobrir o que há de estranho com a máscara do Stick, por meio de uma eletrizante interação com o público que ajudará nesta aventura para que juntos, eles encontrem a resolução do enigma. 

    Com um enredo fascinante e uma experiência envolvente do início ao fim, o espetáculo imersivo conta com músicas, estrutura de LED e elementos visuais que farão toda a turma ficar encantada. A apresentação dos membros do canal Problems conta com mais de 6 milhões de inscritos e será inesquecível. 

    Uma produção local da Idearte Produções.

    Serviço

    Turma do Problems e o Mistério da Máscara do Stick 

    Data: Sábado, 29 de junho 

    Hora: 16h

    Local: Teatro Riachuelo Natal

    Ingressos: Meia entrada a partir de R$ 60,00 inteira a partir de R$ 120,00.

    *consulte valores e assentos disponíveis na página do evento

    % Descontos:

    50% Meia Entrada (idosos a partir de 60 anos, crianças de 2 a 14 anos, estudantes, ID Jovem, pessoas com deficiência, professores e doadores de sangue); 50% clientes Unimed Natal (1 ingresso); 30% titulares do Cartão Riachuelo (2 ingressos); 

    *descontos limitados e não cumulativos.

  • Sobre , , ,

    Renato Albani apresenta show “Zona de Conforto” no Teatro Riachuelo

    Após encerrar turnê do show “Assim Caminha a Humanidade”, sucesso que esgotou apresentações pelo Brasil todo e parte da Europa durante 2023 e início de 2024, o aclamado humorista Renato Albani estreia com “Zona de Conforto”, seu mais recente trabalho. Neste novo texto, o humorista constrói uma jornada cômica usando como pano de fundo aspectos da psicologia humana, traço perspicaz de seus textos. Em Natal a apresentação será no dia 13 de julho, no Teatro Riachuelo.

    Em sua estreia nacional, realizada dia 4/4 em SP, o artista contou com casa cheia e uma plateia radiante. Em um palco grandiosamente montado com efeitos de luz,
    recursos cênicos e sonoros, Albani traça uma linha em que questiona os motivos que levam o ser humano (supostamente, a espécie mais inteligente do planeta Terra) a querer sair da sua zona de conforto.

    E afinal, o que é a zona de conforto? Hoje o mundo está repleto de coachs, mensagens motivacionais amplamente reverberadas pela mídia e pelas empresas, atividades turísticas e esportivas que nos colocam em risco… E por quê? Se o próprio dicionário define: Conforto – Aquilo que fortalece ou revigora / sensação de prazer, de bem-estar ou de comodidade (Dicionário Priberam da Língua Portuguesa).

    É este o fio condutor, quase filosófico, que Albani traz de forma irreverente e engraçada levando o público a gargalhar enquanto também tem a oportunidade de
    refletir. “Desde o momento de nosso nascimento, somos seres dependentes de alguma forma. Mas ainda assim nos consideramos os mais inteligentes de todo o planeta. A gente cresce e não se cansa de botar a nossa vida em risco… Por que pulamos de paraquedas? Por que mergulhamos com tubarões? Sair da nossa zona de conforto é uma ironia constante dos seres humanos. E é disso que gosto de falar – das contradições da humanidade” se diverte Renato Albani.

    “A natureza está o tempo todo tentando sobreviver e o ser humano o tempo inteiro tentando se matar”, completa. “Zona de Conforto”, com certeza, leva todos os presentes ao riso pelo estapafúrdio das situações colocadas. 

    SERVIÇO

    RENATO ALBANI –  ZONA DE CONFORTO

    Dia 13 de julho, sábado, às 20h, no Teatro Riachuelo

    CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:

    Bilheteria do Teatro Riachuelo (Terça a sábado, das 14h às 20h) ou no site uhuu.com  

  • Sobre , , ,

    Circo Americano leva alegria às crianças do Hospital Infantil Varela Santiago

    Brincadeiras, palhaços, acrobatas, malabares e diversas outras atrações do Circo Americano farão a alegria nesta quinta-feira, 20 de junho, de crianças e adolescentes internados no Hospital Infantil Varela Santiago. A apresentação marcada para às 9 horas vai levar alegria e descontração para a instituição. O pátio do Varela será transformado em um picadeiro para a apresentação dos profissionais do Circo, que com muita magia, pretendem arrancar sorrisos e gargalhadas das crianças.

    E em se tratando de tratamentos longos de doenças mais graves, assistir a um espetáculo de circo é uma possibilidade muito distante, na maioria dos casos. Atentos e solidários à luta pela vida desses pequenos, o Circo Americano procurou o Hospital Infantil Varela Santiago para levar até os pequenos pacientes a oportunidade de viverem uma imersão no mundo da fantasia. “Proporcionar alegria, carinho e resgate do lúdico é uma missão para nós. E nada é mais gratificante para os nossos corações de artistas do que ver os sorrisos dessas crianças e jovens que estão em tratamento”, diz Bryan Stevanovich, diretor de Marketing do Circo Americano.

    O Hospital Infantil Varela Santiago é uma instituição filantrópica pioneira no tratamento do câncer infantil e referência em neurocirurgia pediátrica no Estado. Atualmente atende crianças e adolescentes de 0 a 14 anos, realizando em torno de 15 mil procedimentos por mês, todos prestados exclusivamente pelo SUS. Ao todo, o Hospital dispõe de 110 leitos para internamento, dentre esses, 10 de UTI Pediátrica e 10 de UTI Neonatal.

    Para o diretor superintendente do hospital, Dr. Paulo Xavier Trindade, é uma preocupação constante da equipe proporcionar momentos lúdicos fora dos leitos, que ajudam a reduzir o estresse e influenciam positivamente na melhora do quadro clínico das crianças. “O trabalho de humanização dentro do hospital é muito importante, porque muitas vezes tratamos pacientes que precisam passar um longo período internados. Essa rotina hospitalar pode ser bastante desanimadora. Oferecer essas atividades ajuda a entusiasmar e levantar o astral, conseguindo inclusive melhorar o quadro clínico. Essas parcerias são ótimas porque trazem alegria para as nossas crianças, familiares e para os nossos colaboradores também”, conclui.

    Circo Americano

    Em cartaz em Natal desde o início do mês, o Circo Americano traz uma proposta inovadora que une música, dança, teatro, manobras radicais e diversos efeitos especiais, tudo dentro de uma tenda de alto padrão, contando com ar-condicionado e equipamentos de última geração para proporcionar ao público o máximo de conforto e uma experiência única.

  • Sobre , , , , ,

    Zeze Polessa apresenta peça em homenagem à cantora Nara Leão

    Natal está entre as capitais brasileiras que receberão no próximo mês de julho o espetáculo Nara, com oferecimento do Ministério da Cultura e patrocínio exclusivo da Petrobras. A atriz Zeze Polessa apresenta a peça, com autoria e direção de Miguel Falabella. Nara será apresentada no período de 04 a 07 de julho, no Teatro Alberto Maranhão.  Vendas de ingressos já disponívels através do Sympla (Link abaixo em Serviço).

    Nara Leão (1942-1989) é um nome incontornável para se entender a música, a cultura e a sociedade brasileira dos anos 60, 70 e 80. Suas atitudes pioneiras e revolucionárias se refletem em um repertório absolutamente singular e marcam uma trajetória que reverbera mesmo após três décadas e meia de sua partida. ‘Nara’, é fruto do arrebatamento causado pela cantora em Zeze Polessa, que partilhou o desejo de revivê-la nos palcos tendo ao seu lado, na autoria e direção do espetáculo, o amigo Miguel Falabella, parceiro em uma série de projetos teatrais desde 1979.

    Zeze Polessa cresceu ouvindo e acompanhando a carreira de Nara através dos discos e os muitos sucessos tocados nas rádios. Durante a pandemia, ela começou a ler uma biografia da cantora e – a partir de então – enfileirou uma série de entrevistas e livros sobre o período, quando, intuitivamente, começou ali a fazer uma pesquisa daquela que seria a sua próxima personagem.

    Ao falar sobre a vontade de interpretar Nara, em uma conversa informal com Miguel Falabella, ele na mesma hora avisou que criaria o texto do espetáculo e, após uma semana juntos, ainda no período pandêmico, a primeira versão da obra começava a ganhar forma.

    Momentos e canções

    No espetáculo, Nara aparece como se estivesse vindo de algum lugar do futuro – ou do passado – para compartilhar com o público algumas lembranças e reflexões. Através de um grande fluxo de consciência, o texto relembra momentos e canções da cantora sem preocupação com cronologias, datas ou qualquer outra formalidade, bem no estilo Nara, uma intérprete que sempre foi ‘fora da caixa’, quando esta expressão nem era tão usada assim.

    ‘Logo no início, ela mesmo diz que está de volta graças ao privilégio do teatro. Quando eu tive vontade de fazer a Nara, falei com Miguel que sabia não ter mais a idade dela, mas ele logo disse que isso não tinha a menor importância. Eu não procuro imitar o seu jeito de falar ou cantar, existe uma liberdade em todo este processo, não poderia ser diferente com alguém que sempre foi tão livre’, reflete Zeze, que interpreta ao vivo alguns dos muitos sucessos da intérprete, como ‘A Banda, ‘Corcovado’, ‘Marcha da Quarta-feira de Cinzas’, entre outros.

    Com direção musical de Josimar Carneiro, o espetáculo perpassa os diversos estilos e movimentos dos quais Nara participou. Em constante mutação, ela nunca se deixou rotular ou ficar presa a um determinado gênero: esteve no coração do nascimento da Bossa Nova, flertou com o Tropicalismo, participou dos festivais da canção, protagonizou o lendário show ‘Opinião, com João do Vale e Zé Ketti (e foi quem escolheu a estreante Maria Bethânia para substituí-la) resgatou antigos compositores, cantou samba-canção, músicas de protesto, rock’n’roll e jovem guarda. A liberdade e a inquietação de Nara se refletiam, sem amarras, na sua criação artística.

    No palco, as canções surgem para pontuar alguns dos momentos de uma vida que se confunde com a história do Brasil daquela época. Ao longo das cenas, alguns temas vêm à tona, como a repressão sofrida no período da ditadura militar, o exílio, o avanço do debate feminista, a revolução comportamental das décadas de 60 e 70, a maternidade, os célebres casos de amor e as demais paixões da cantora.

    Não é a primeira vez em que Zeze vai cantar em cena. Sua trajetória foi pontuada por alguns musicais, inclusive chegando a protagonizar uma versão de ‘A Noviça Rebelde’, em 1992. ‘As canções de Nara me acompanham há muito tempo, eu já sabia as letras de uma boa parte do repertório e agora o desafio foi justamente selecionar quais as músicas que entrariam na peça, já que ela produziu muito ao longo da vida e gravou sempre canções muito pertinentes e necessárias’, conta a atriz.

    Uma amizade eternizada nos palcos

    Zeze Polessa e Miguel Falabella se conheceram em 1979, na icônica montagem de ‘O Despertar da Primavera’, no Parque Lage, de onde despontaram uma série de outros nomes, como Maria Padilha, Daniel Dantas e Rosane Goffman. Desde então, dividiram o palco em espetáculos como ‘Mephisto’ e ‘O Submarino’, também com texto de Miguel. Em 1996, ela estrelou a premiada ‘Florbela Espanca – A Bela do Alentejo’, outro monólogo sobre uma personalidade feminina marcante (a poeta portuguesa Florbela Espanca), com direção dele. A trajetória da dupla se fortaleceu ainda nas novelas ‘Salsa e Merengue’ e ‘A Lua me Disse’, em que Miguel escreveu personagens especialmente para Zezé, além da recente turnê com ‘A Mentira’, em 2019, espetáculo que os reuniu novamente em cena.

    NARA tem o financiamento da Lei Federal de Incentivo à Cultura, patrocínio Petrobras | Programa Petrobras Cultural e a produção é assinada pela Quintal Produções.

    FICHA TÉCNICA

    NARA

    com Zezé Polessa

    de Miguel Falabella

    direção musical, arranjos e produção musical: Josimar Carneiro

    direção assistente e direção de movimento: Marina Salomon

    cenografia: Dina Salem Levy

    desenho de luz: Ricardo Vivian e Sarah Salgado

    desenho de som: Arthur Ferreira

    figurino: Natália Duran

    visagismo: Marcelo Dias

    preparação vocal: Mariana Baltar

    operação de luz: Luana Della Crist

    operação de som e microfonista: João Gabriel Mattos

    assistência de cenografia: Alice Cruz

    cenotécnico: Rodrigo Shalako

    coordenadora de palco: Rahira Coelho

    contrarregra: Nivaldo Vieira

    camareira: Maninha Xica

    assessoria de comunicação: G7 Comunicação (Gustavo Farache)

    comunicação digital: Bruna Paulin

    concepção visual | projeto gráfico: Gringo Cardia

    designer gráfico: Matheus Meira

    fotógrafo: Flávio Colker

    audiovisuais | comunicação digital: Gil Tuchtenhagen

    Quintal Produções

    direção de produção: Verônica Prates

    coordenação de projetos: Valência Losada

    produção e administração: Letícia Vieira

    produção executiva: Camila Camuso

    assistência de produção: Ellen Miranda

    Realização: Ministério da Cultura, Governo Federal

    Patrocínio: Petrobras

  • Sobre , ,

    Praia do Meio recebe serviço gratuito itinerante de mamografia

    A Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal, oferece, de forma itinerante, exames de mamografia gratuitos em diversas Unidades de Saúde do município durante todo o ano. Os exames são realizados pelo prestador Grupo Reviver e têm como intenção a descoberta precoce do câncer de mama nas moradoras do município. Nesta semana, de 17 a 21 de junho, os serviços de mamografia estão sendo ofertados na Unidade Básica de Saúde de Brasília Teimosa, localizada na Rua Miramar, s/n, no bairro de Praia do Meio.

    O atendimento acontece das 7h30 às 16h30. Mulheres com idade a partir de 40 anos podem procurar o local apresentando RG, CPF, Cartão do SUS e comprovante de residência. Não precisa de solicitação de exame para receber o atendimento.

    O câncer de mama é o tipo de câncer mais incidente nas mulheres (depois do de pele não melanoma), com a previsão de 74 mil novos casos por ano até 2025 no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA). O Sistema Único de Saúde (SUS) recomenda a mamografia de rastreamento a cada dois anos para mulheres com idade entre 50 e 69 anos, mesmo sem a presença de sintomas. A doença tem cura se detectada a tempo, por isso o diagnóstico precoce é importante para o êxito no tratamento.

  • Sobre ,

    Avenida Felizardo Moura será interditada a partir das 22h nos dias 14, 15 e 16 de junho

    A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), informa que o trânsito na Avenida Felizardo Moura será interditado totalmente das 22h às 5h nos dias 14, 15 e 16 de junho para veículos particulares. Para o transporte público, a interdição ocorrerá a partir das 23h, após a última passagem dos ônibus de circulação regular, para a implantação dos pórticos de sinalização da via.

    As atividades incluirão o içamento dos pórticos de sinalização, com caminhões e outros equipamentos operando na via para garantir a segurança necessária. O corujão da N-73 terá seu itinerário alterado para ponte Newton Navarro.

    As operações serão realizadas durante a madrugada, com a presença de agentes de mobilidade no local para dar suporte à operação.

  • Sobre , , ,

    Jason Lima lança “A Língua (O)usada” dia 27 na Livraria Leitura

    No dia 27 de junho de 2024, quinta-feira, a Livraria Leitura do Shopping Midway Mall será palco de um evento literário imperdível: o lançamento do livro “A Língua (O)usada”, do professor e autor Jason Lima. Das 18h às 21h, os leitores terão a oportunidade de conhecer o autor e adquirir exemplares autografados da obra, que se propõe a mostrar nuances e uma forma inovadora sobre como entendemos e apreciamos a língua portuguesa.

    “A Língua (O)usada” é uma coleção envolvente de crônicas e ensaios que aborda a linguística, gramática, etimologia e literatura de maneira acessível e cativante. O livro com mais de 500 páginas, levou quase um ano para ser concluído e celebra a riqueza e a diversidade da língua, destacando a criatividade e a produtividade dos seus usuários em contextos cotidianos e estilísticos. Com textos curtos, leves e comunicativos, Jason Lima equilibra erudição e narrativa atraente, tornando temas complexos acessíveis a todos os interessados na língua portuguesa.

    “Eu sou apaixonado pelas três pétalas da flor-de-liz, símbolo do curso de Letras, que representam a gramática, a linguística e a literatura. Estudo constantemente a língua portuguesa em todos os seus níveis. E isso reflete bem a produção do livro “A língua (o)usada”. É usada porque é o instrumento de vida e de representação de um povo. É ousada porque a todo instante ela é reinventada. Tentei unir aspectos gramaticais, linguísticos e literários da língua com clareza, leveza e humor para que os textos pudessem proporcionar uma leitura agradável para leigos e para especialistas. É, sobretudo, uma singela homenagem minha à nossa língua”, esclareceu o autor da obra.

    Jason Lima, com mais de 20 anos de experiência como professor, é formado em Letras pela UFRN e especialista em Ensino de Língua Portuguesa. Atuando no Ensino Médio e na preparação para concursos públicos, Enem e vestibulares, Jason também é autor de “Por um fio” (poesias) e “Gramática da Língua Portuguesa: análise e prática”, ambos lançados pela Editora Giostri. Além de seu trabalho como docente, ele é um produtor ativo de conteúdo sobre língua portuguesa e literatura para diversas plataformas, incluindo perfis no Instagram (@linguaemanalise_profjasonlima e @literaturaesquecida).

    O evento de lançamento de “A Língua (O)usada” promete ser uma celebração da língua portuguesa, oferecendo aos leitores uma oportunidade única de refletir sobre a atividade linguística em seus mais variados usos. Não perca a chance de participar deste encontro especial com o autor Jason Lima e mergulhar na beleza e complexidade da nossa língua.

    Serviço:

    – Evento: Lançamento do livro “A Língua (O)usada”
    – Data: 27 de junho de 2024, quinta-feira
    – Horário: das 18h às 21h
    – Local: Livraria Leitura, Shopping Midway Mall
    – Endereço: Av. Bernardo Vieira, 3775 – Tirol, Natal – RN, 59015-900

  • Sobre , , ,

    Natal recebe 49º CBAC – Congresso Brasileiro de Análises Clínicas neste mês de junho

    A capital potiguar se prepara para receber, no período de 16 a 19 de junho, o 49º CBAC – Congresso Brasileiro de Análises Clínicas. O evento reunirá profissionais do diagnóstico laboratorial de todo o País e da América Latina para uma imersão em inovação tecnológica, conhecimento científico aplicado às análises clínicas e debates sobre desafios e oportunidades do setor. A expectativa é que três mil pessoas passem pelo Centro de Convenções de Natal, ao longo de todo o encontro, entre farmacêuticos, biomédicos, biólogos, enfermeiros, gestores de laboratório, representantes de associações da área e autoridades públicas.

    Serão quatro dias intensos de programação científica, abordando todas as grandes especialidades e metodologias das análises clínicas, incluindo conferências, seminários, painéis, sessão interativa, atividades paralelas, além de espaço para os trabalhos científicos e Curso PNCQ Gestor, voltado aos princípios do Programa Nacional de Controle de Qualidade. Outro importante momento será uma mesa redonda com participação de representantes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), do Conselho Regional de Farmácia e de associações do setor de diagnóstico laboratorial para alinhamento e adequação dos laboratórios à RDC 786/2023.

    As inscrições para o 49º CBAC – Congresso Brasileiro de Análises Clínicas devem ser realizadas no site oficial do evento, onde também está disponível toda a programação da exposição científica e cursos ofertados. Acesse: https://www.sbac.org.br/cbac/

  • Sobre ,

    STTU alerta sobre prazos e procedimentos para solicitação de interdições de vias

    A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) informa à população sobre os prazos e procedimentos necessários para a solicitação de interdições de vias, especialmente durante o período junino.

    Os pedidos de interdição devem ser protocolados com, pelo menos, vinte dias de antecedência do evento. Esse prazo é essencial para que a STTU possa realizar a análise necessária e emitir a declaração de interdição. A solicitação pode ser protocolada através do portal www.directa.natal.rn.gov.br.

    É importante destacar que, para intervenções em vias que servem como rota de transporte público, é necessária uma análise detalhada para garantir que não haja um impacto significativo no trânsito.

    A STTU também reforça que a sinalização adequada do local do evento é responsabilidade do solicitante, conforme estabelecido pelo Artigo 95 do Código de Trânsito Brasileiro.

    Para mais informações e esclarecimentos, os interessados podem entrar em contato com a STTU através do telefone 156.

  • Sobre , , ,

    Capacitismo: ALRN lança campanha com presença dos gêmeos Ângelo e Augusto

    Quem vê o semblante tranquilo da pedagoga e funcionária pública aposentada Maria Luci Gomes, nem imagina como foi a sua jornada a partir do nascimento dos gêmeos Ângelo e Augusto, 42 anos, até os dias atuais, quando eles estampam uma campanha anticapacitista para combater essa forma de preconceito e discriminação contra as pessoas com deficiência. A iniciativa, da Assembleia Legislativa do RN, conta também com a participação do influenciador e ativista anticapacitista potiguar, Ivan Baron. 

    O objetivo da campanha é promover a conscientização, inclusão e equidade para todas as pessoas com deficiência. O lançamento, pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), será nesta quarta-feira (12), às 9h, no auditório da ALRN, com a presença dos protagonistas, familiares, deputados, servidores e convidados, num evento aberto ao público. 

    “A Assembleia Legislativa lançar essa campanha com um tema tão importante e atual na área das pessoas com deficiência é de muita criatividade e sabedoria. As mães atípicas precisam dessas atitudes. Os desafios ao longo dos anos foram enormes, muito doloridos, porque naquela época vivemos muitos momentos de preconceito e não se falava em capacitismo, então não tínhamos o apoio de ninguém”, observa Luci Maia, mãe dos gêmeos. 

    Mais conhecida como Dona Luci, a mãe dos gêmeos autistas Ângelo e Augusto, conhecidos na internet e na cidade de Natal/RN pela doçura e pelos desafios que enfrentam, ganhou maior notabilidade pela luta em prol do bem-estar dos filhos. 

    Natural de Mossoró, a família chegou em Natal em 1987. Com a dificuldade de encontrar escolas que aceitassem crianças autistas, Luci resolveu fundar o Jardim Escola Dois Amores, em 1990, depois que os gêmeos passaram cerca de três anos sendo educados em casa. A mãe tentava manter o tempo dos meninos sempre ocupados. Repetia as palavras para tornar a fala deles funcional, mostrava gravuras em livros para que aprendessem o nome das coisas, dentre outras estratégias para atenuar a hiperatividade.

    O que é capacitismo?

    A palavra “capacitismo” significa a discriminação de pessoas com deficiência. Sua tradução para o inglês é ableism. O termo é pautado na construção social de um corpo padrão, sem deficiência, denominado como “normal” e da subestimação da capacidade e aptidão de pessoas em virtude de suas deficiências.

    O capacitismo é considerado uma forma de preconceito, comumente vindo de pessoas sem deficiência, que pré-julgam a capacidade e habilidades das pessoas com deficiência com base apenas no que elas acreditam sobre aquela condição.

    Foi pensando nisso que a Assembleia Legislativa, através da nova campanha, lançou uma cartilha, já disponível no portal da Casa, estimulando atitudes que favoreçam a ampliação da acessibilidade e da inclusão.

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.