Últimas histórias

  • Sobre , ,

    Governadora abre a I Feira Nordestina da Agricultura Familiar

    Muita alegria, saberes e sabores marcaram a abertura da “Grande Festa da Colheita” nesta quarta-feira (15) à noite, no Centro de Convenções de Natal, em Ponta Negra. Com a presença das governadoras do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e do Piauí, Regina Souza, e da vice-governadora de Sergipe, Eliane Aquino, a solenidade reuniu expositores, representantes dos movimentos sociais, de associações e cooperativas, e gestores públicos dos nove estados do Nordeste para celebrar a “festa que brota do chão”, como afirmou o músico e ator Igor Fortunato em sua intervenção cultural.

    “Muito feliz em celebrar um momento tão emblemático para o nosso Estado. Com muito orgulho, eu posso afirmar que o Rio Grande do Norte é referência em políticas públicas voltadas para a agricultura familiar. Nós temos clareza do potencial que ela tem no contexto da segurança alimentar, trazendo alimentação saudável e, ao mesmo tempo, o apoio ao homem do campo, ao agricultor e à agricultora, para que eles possam plantar e produzir cada vez mais”, afirmou a chefe do poder executivo no Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, ao abrir a primeira edição da Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Fenafes).

    Reunindo na capital potiguar mais de 1.200 agricultores do Nordeste e 200 toneladas de alimentos, que serão comercializados desta quarta até domingo (19), a I Fenafes tem o grande objetivo de ser espaço de socialização de políticas públicas. No total, cerca de 12 mil participantes são esperados no Centro de Convenções de Natal nos cinco dias de evento.

    A governadora do RN lembrou que a realização do evento integra o Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste – PAS/NE, principal bandeira dos estados que fazem o Consórcio Nordeste, e ressaltou seu objetivo de impulsionar potenciais econômicos em comum, bem como as boas práticas de gestão e planejamento. “E é exatamente isso que fazemos aqui nesta Feira”, avaliou Fátima Bezerra.

    Reafirmando a importância do segmento para a segurança alimentar, Fátima destacou o seu papel estratégico para tirar o país da crise alimentar que recolocou o Brasil no Mapa da Fome, um cenário social que já havia sido vencido em 2013, segundo a Organização das Nações Unidas. “Somente a agricultura familiar pode acabar com a fome que voltou a assombrar as famílias brasileiras”, ressaltou.

    O Estado criou e está sendo exemplo regional na execução do Programa Estadual de Compras Governamentais. Ele estabelece que, pelo menos, 30% das compras governamentais sejam feitas à agricultura familiar. Em três anos foram investidos cerca de R$ 25 milhões na compra direta a 1.200 agricultores e agricultoras autônomos ou associados e cooperados. Mais de 260 mil famílias em todo o estado já receberam cestas de alimentos contendo produtos da agricultura familiar através desta iniciativa criada a partir da Lei Estadual nº 10.536 /2019 apresentada pela deputada Isolda Dantas.

    Para a governadora do Estado do Piauí, Regina Souza, “o Consórcio Nordeste foi uma grande sacada. Os estados se juntarem para tratar das suas identidades, das suas diferenças, das suas dificuldades. Isso foi muito bom. E a Feira vem mostrar que o Nordeste não é apenas um cantinho do país, mas o Brasil pujante, valente”.

    Da mesma forma, a vice-governadora de Sergipe, Eliane Aquino, avalia que o evento mostra a força dos agricultores familiares “que têm feito chegar às nossas mesas as frutas e os sabores. Muito obrigada pela força e resiliência de vocês nunca terem desistido, principalmente no momento que o Brasil está vivenciando. Quero agradecer, também, à essa companheira que tem feito uma revolução tão linda e forte no Rio Grande do Norte, que é a nossa companheira Fátima Bezerra. O Brasil é uma grande potência”.

    Josana Lima, coordenadora nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Condraf), considerou que “a feira é a prova de que homens e mulheres do campo resistem ao retrocesso, produzem e demonstram que a agricultura contribui para o desenvolvimento dos estados e do país. A presidente da Unicafes – União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária, Fátima Torres, tem avaliação semelhante, e pontuou: “construímos junto com Governo do Estado esta feira que é grande oportunidade para fortalecer o setor”.

    Soluções para saúde

    A Feira terá lugar também para o debate e estímulo à produção de plantas medicinais e fitoterapia na perspectiva agroecológica em prol de territórios saudáveis e sustentáveis. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), vai realizar a quinta edição da Feira de Soluções para a Saúde.

    “O nosso trabalho tem como referência o programa de territórios saudáveis sustentáveis. Estamos trabalhando estratégias para a agenda 2030, que tem a inovação do campo social como um dos eixos fundamentais”, explica Nísia Trindade, presidenta da Fiocruz;

    Na programação, diversas oficinas e um painel que visam estimular o diálogo e debater soluções em saúde para melhorar as condições de vida das populações que vivem no campo, nas florestas e nas águas.

    Sobre a Feira

    A I FENAFES é uma co-realização entre Governo do Estado Rio Grande do Norte e a União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do RN – UNICAFES, voltada ao fomento e à valorização da agricultura familiar nordestina.

    A iniciativa partiu da Câmara Temática da Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste, coordenada pela governadora Fátima Bezerra. O objetivo principal é fortalecer iniciativas de integração de políticas públicas em torno do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste, principal bandeira do Consórcio.

    O evento está sendo executado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar – Sedraf, em parceria com Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater-RN, Fundação José Augusto, e conta com financiamento do projeto Governo Cidadão, via acordo de empréstimo com o Banco Mundial e apoio de outros entes parceiros.

    O Rio Grande do Norte investiu no evento R$ 640 mil, obtido por meio de empréstimo junto ao Banco Mundial, e conta com a participação de 150 cooperativas e associações, e 500 expositores.

    A expectativa é que durante os cinco dias de evento, que segue até domingo (19), seja possível “colher e desenvolver para o mercado aquilo que o Nordeste está produzindo no tripé: crédito, assistência técnica e comercialização”, explica De Assis Diniz, ex-presidente da Câmara Técnica da Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste e coordenador do Fórum Regional dos Secretários da Agricultura Familiar do Nordeste e Minas Gerais, que idealizou o tema para a I Fenafes.

    Atrações Culturais e Festival Gastronômico

    Mais do que espaço de comércio e empreendimento, a feira tem ainda o caráter de reafirmação da identidade cultural nordestina. E isso por meio de saberes e sabores que caracterizam o seu povo nordestino, que constam da programação, como o “Sabores da Terra” e o Festival Gastronômico.

    Renata Aguiar, representando o Goodala Burger, uma empresa local, localizada em Ponta Negra comemorou a presença no evento. “Tudo vegano, com uma ideologia muito massa, inserido num cenário cultural daqui de Natal, e está participando da Feira é muito importante pra gente”.

    Apesar da cultura do comer hambúrguer não ser brasileira, um levantamento da plataforma de entregas iFood apontou o hambúrguer como a comida mais pedida pelos brasileiros em 2021. E se a Feira traz o conceito de alimentação saudável, o estabelecimento é o único do tipo em Natal que trabalha com ingredientes totalmente livres de origem animal. A proposta é oferecer uma boa comida e experiência. No evento, a Hamburgueria Artesanal Vegana está oferecendo Hot-Dog vegano e outras delícias veganas.

    Há ainda shows de artistas de destaque regional e nacional que tem atraído a população potiguar e turistas.

    Ademilde, de Taubaté, São Paulo, está conhecendo a capital potiguar e foi ao primeiro dia de evento. “Estamos curtindo aqui o Rio Grande do Norte e soubemos da Feira, nos interessamos pelas atrações culturais e viemos mais cedo para conhecer também o que está sendo exposto e comercializado aqui”, disse.

  • Sobre ,

    1ª Feira Agropecuária de Parelhas começa nesta sexta-feira (17)

    Inserida no Circuito Estadual das Exposições Agropecuárias, a Prefeitura de Parelhas e o Governo do RN, por meio da Secretaria de Agricultura, realizam no período de 17 a 19 de junho, a 1ª Feira Agropecuária de Parelhas, no Parque Geraldo Cândido de Macêdo.

    Com entrada gratuita, o evento será realizado em parceria com as instituições vinculadas ao sistema operacional da agricultura e pecuária. A Feira Agropecuária mostrará o que há de melhor no agronegócio e como o setor é fundamental para a economia da região, sendo uma grande oportunidade para que outros municípios conheçam a diversidade da produção agropecuária em nosso município.

    Emparn

    Além da apresentação e transferência de tecnologias e conhecimentos no estande institucional do Governo do Estado, coordenado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca do Rio Grande do Norte (Sape), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte – Emparn terá programação científica e leilão da urna.

    Na programação científica, os agricultores e agricultoras contarão com palestras com os pesquisadores da Emparn. Na sexta-feira (17), às 15h, o pesquisador Roberto Batista falará sobre o manejo da fase inicial ao abate de aves caipiras. “Na oportunidade da palestra, em parceria com a Prefeitura de Parelhas, serão entregues pintos de um dia do Projeto Pró-Ave Caipira da Emparn”, comentou o diretor Presidente, Rodrigo Maranhão.

    No sábado, os pesquisadores Guilherme Ferreira Costa Lima e Marcone Mendonça Chagas ministrarão palestra sobre manejo e plantio da palma forrageira e estratégias de controle do pulgão-amarelo, às 10h30 e 14h respectivamente.

    No Leilão da Urna, ação que estimula o melhoramento genético dos rebanhos locais, terão disponíveis para venda, 3 lotes de reprodutores caprinos da raça Canindé e 01 asinino. “Os interessados devem depositar seus lances, das 9h às 18h, no espaço da Emparn no estande do Governo”, completou Maranhão.

    Programação da Emparn na 1ª Feira Agropecuária de Parelhas
    Data: 17 a 19 de junho de 2022
    Local: Parque Agropecuário Geraldo Cândido de Macedo, Parelhas/RN

    Programação Científica:

    Palestra 01 – Manejo da fase inicial ao abate de aves caipiras
    Pesquisador: Roberto Batista
    Data: 17 de junho (sexta-feira)
    Hora: 15h
    Local: Auditório do Parque Agropecuário Geraldo Cândido de Macedo

    Palestra 02 – Plantio e Manejo de Palma Forrageira
    Data: 18 de junho (sábado)
    Hora: 10h30
    Pesquisador: Guilherme Ferreira Costa Lima
    Local: Auditório do Parque Agropecuário Geraldo Cândido de Macedo

    Palestra 03 – “Estratégias de controle do pulgão-amarelo, Melanaphis sacchari/M. sorghi, em sorgo forrageiro”
    Data: 18 de junho (sábado)
    Hora: 14h
    Palestrante: Dr Marcone César Mendonça das Chagas

    Leilão da Urna
    Lances no estande da Emparn, das 9h às 18h

  • Sobre , ,

    Senac reúne 25 prefeituras no 1º Encontro do Programa de Desenvolvimento Econômico Local

    Celebrando os quase cinco anos de implantação do programa de Desenvolvimento Econômico Local – DEL no Rio Grande do Norte, o Sistema Fecomércio, por meio do Senac, realiza, entre os dias 07 e 09 de junho, o 1º Encontro Estadual DEL RN, com participação de 25 municípios potiguares, entidades parceiras e representantes dos estados de Minas Gerais, Santa Catarina e Acre. A abertura do Encontro ocorreu nesta terça-feira (07), no Hotel-Escola Senac Barreira Roxa, com programação que apresentou a metodologia e os principais resultados conquistados no estado. Uma oportunidade para as prefeituras conhecerem a iniciativa como uma estratégia para o desenvolvimento econômico local.

    Metodologia alemã implantada no Rio Grande do Norte por meio de uma parceria entre o Sistema Fecomércio RN e a Facisc-SC, com apoio do Ministério Federal para a Cooperação e o Desenvolvimento da Alemanha e as entidades empresariais alemãs, BBW e BFZ e Sequa, o DEL tem como objetivo fortalecer a economia local nos municípios, por meio da cooperação entre poder público, trade turístico local e sociedade civil. Os trabalhos são focados no planejamento e na implementação de estratégias que atendam as demandas específicas de cada destino.

    “Já são sete municípios do RN diretamente impactados pela implantação do DEL. Não resta dúvidas do sucesso do programa e de que, através dele estamos cumprindo com nossa missão de oferecer ações que impulsionem o setor de serviços e turismo do RN, segmentos que são protagonistas na atividade econômica do estado”, disse o diretor regional do Senac, Raniery Pimenta.

    No RN, os municípios de São Miguel do Gostoso, Tibau do Sul, Parnamirim, Tibau, Galinhos, Assú e São José de Mipibu já implantaram o programa. Coroando o evento, o prefeito de Porto do Mangue, Francisco Antonio Faustino oficializou a implantação com a assinatura do convênio; bem como ocorreram as renovações de Tibau do Sul e São Miguel do Gostoso.
    Entre os resultados do DEL no RN, um dos destaques é a consagração dos municípios participantes com o Sustainable Top 100 Destinations, prêmio internacional concedido a 100 destinos no mundo com práticas sustentáveis reconhecidas pela Green Destinations – Organização internacional, vinculada ao GSTC (Conselho Internacional de Turismo Sustentável), formada por especialistas em turismo sustentável do mundo todo, que examina os municípios no que diz respeito à sua adequação para certificação internacional como um destino sustentável.

    A subsecretária de turismo do RN, Solange Portela, destacou sobre o diferencial competitivo que o DEL leva aos municípios atendidos.

    “O DEL só reforça como é importante a integração entre os entes públicos e privados na construção de um bem comum, que é o desenvolvimento econômico das cidades. Estamos falando de uma iniciativa de abordagem pioneira que entende a sustentabilidade como algo que trabalha fatores sociais, econômicos e ambientais. Os benefícios para o turismo já são visíveis nas cidades que integram a iniciativa. Percebemos uma maturidade maior para lidar com os desafios, e o implemento de soluções criativas que agregam ainda mais valor aos destinos turísticos do Rio Grande do Norte”, analisa Solange Portela.

    Outro destaque foi a expansão do programa no Brasil. Após sucesso do DEL Turismo no RN, no final de 2021, Federações em cinco estados brasileiros assinaram com a entidade alemã para execução nacionalmente. O Cônsul Honorário da Alemanha no RN destacou o referencial do estado.

    “É uma satisfação muito grande ver que o DEL Turismo, que foi gestado aqui no Rio Grande do Norte, está tomando proporções maiores, sendo modelo para outras regiões e estados do Brasil. Meus parabéns a todos os envolvidos, é muito bom ver tudo o que o DEL vem desenvolvendo”, disse Geppert.

    A programação do Encontro Estadual DEL RN continua nesta quarta-feira (08), com uma visita técnica ao município de Galinhos e treinamento dos Agentes de Articulação na quinta-feira (09). Participaram do primeiro dia, os consultores alemães Andreas Dohle e Hans Peter, representantes da Facisc-SC, Green Destination e Projeto Cetáceos da Costa Branca e prefeituras de Baía Formosa, Lajes, Assú, Touros, São José de Mipibu, Tibau, Maxaranguape, Pedro Velho, Serra de São Bento, Porto do Mangue, Tibau do Sul, Currais Novos, Angicos, João Câmara, Ipanguaçu, Canguaretama, Pureza, Janduís, Parnamirim, Extremoz, Santa Cruz, Macaíba, Galinhos, Areia Branca, São Miguel do Gostoso e Natal.

  • Sobre

    Gasto médio para Dia dos Namorados aumenta no RN

    Além dos festejos juninos, o comércio no mês de junho é movimentado pelo Dia dos Namorados. Para entender como o comércio potiguar irá se comportar no dia 12 de junho, o Instituto Fecomércio RN realizou uma pesquisa de intenção de consumo e gastos para a data, que registraram números superiores aos do ano passado.  

    Entre os consumidores natalenses, 48,7% irão às compras para comemorar a data. O índice é superior ao registrado nos últimos dois anos – 2020 (33,4%) e 2021 (45,7%). 51,3% não tem intenção de realizar compras nesta data comemorativa. 

    Os consumidores de Natal pretendem gastar, em média, R$ 128,06, aumento nominal de 4,6% em relação ao ano passado. Em 2021, o valor médio foi de R$ 122,45 e, em 2020, foi de R$ 109,16. 

    Os homens são a maioria dos que vão fazer compras para comemorar o Dia dos Namorados, presenteando esposas (64,3%), namoradas (30,6%) e noivas (2,7%). Os produtos mais procurados pelos consumidores serão peças de vestuário, com 50,9% da preferência, seguido por perfumes e cosméticos com 25%; joias, relógios ou acessórios com 14,3%; calçados com 9,8%; alimentos, cestas e chocolates com 9,4%. Mais de 80% (84,2%) devem adquirir apenas um item para presentear a pessoa amada, aumento de 4,3 pontos percentuais na comparação com o ano passado, quando 79,9% diziam que iriam comprar somente um produto.  

    O que irá determinar a escolha dos presentes, de acordo com os entrevistados, são as ofertas e promoções (42,8%), marca dos produtos (38,4%) e formas de pagamento (8,6%). Além disso, dois em cada três consumidores (64,5%) irão pesquisar os preços dos produtos e a compra deve acontecer esta semana para cerca de 80% dos compradores.  

    Além da compra do presente, 42,6% pretendem fazer uma comemoração especial, seja um almoço ou jantar em casa (23,3%) ou fazer uma das refeições em restaurantes (15,3%).  

    Mossoró 

    Quase 45% (44,4%) dos mossoroenses irão presentear os amados no dia 12 de junho. O dado teve uma queda de 1,4 ponto percentual em comparação a 2021 (45,8%). Mesmo com a redução, o ticket médio em Mossoró é maior do que em Natal. Na capital do Oeste, o valor gasto para a data é de R$ 131,05, um aumento de 7,9% em relação ao de 2021 que foi de R$ 121,51. 

    A intenção é de comprar um único presente (84,4%), e os produtos mais procurados são: roupas (25%); perfumes e cosméticos (19,2%); calçados e bolsas (16,1%); joias, relógios e acessórios (12,9%). O que irá garantir a compra são as ofertas e promoções (43,7%) e a marca do produto (28,4%).  

    Como bom brasileiro, cerca de sete em cada dez (69,2%) dos compradores pretendem buscar o presente na semana que antecede a data comemorativa e 71,9% dos mossoroenses irão pesquisar os preços antes de efetuar a compra.  

    Em Mossoró, 75,4% dos entrevistados relataram que não pretendem fazer comemoração especial no Dia dos Namorados deste ano. 

    As duas pesquisas do Instituto Fecomércio têm índice de confiança de 95% e um erro amostral de aproximadamente 4%. 

  • Sobre ,

    I Exposição Agropecuária de Apodi começa nesta sexta-feira (03)

    A I Exposição Agropecuária de Apodi – EXPOAP – será realizada desta sexta, 03, a domingo, 05 de junho, na Praça da Juventude, em Apodi.

    A programação da maior feira agropecuária do Médio Oeste Potiguar conta com torneios, feira gastronômica, ciclo de palestras e oficinas e apresentações culturais.

    Confira a programação:

  • Sobre ,

    Feira de economia criativa “Na Calçada” acontece dias 04 e 05 de junho

    Em clima de São João, o Estúdio Carlota – Coletivo Afetivo promove mais uma edição de sua feira de economia criativa, a Na Calçada. A oitava edição do evento será realizada nos dias 04 e 05 de junho a partir das 16hg.

    Idealizado pela empreendedora multicriativa, Carla Nogueira, o evento vem sendo realizado desde outubro de 2019 e tem como objetivo promover uma integração do Estúdio Carlota com a comunidade.

    “A feira Na Calçada tem se fortalecido a cada edição como iniciativa que fortalece a economia criativa local e dá visibilidade a negócios de gastronomia, música, poesia, design, artesanato, além de muitos artistas emergentes, sendo uma importante oportunidade de negócio para aqueles que participam e também para a comunidade que volta a vivenciar o bairro de Candelária”, declara Carla Nogueira.

    A edição junina da Na Calçada contará com feira criativa, gastronomia, atrações infantis e muito forró! No sábado, discotecagem de Opa Bruno e no domingo, show de Jô Bay. A feira é pet friendly.

    Esta feira acontece de forma independente e conta com o apoio da Fundação José Augusto e Governo do Rio Grande do Norte. Mais informações: instagram.com/feiranacalcada/


    SERVIÇO:

    Feira de Economia Criativa Na Calçada
    Quando: dias 4 e 5 de junho 

    Onde: Estúdio Carlota – R. Sete de Setembro, 3329 – loja B – Candelária, Natal (Na rua do Bolo do Orlando)

    Horário: das 16h às 22h.
    Entrada gratuita

  • Sobre , ,

    ALRN: CCJ aprova Projeto que institui programa de incentivo e valorização da economia local

    Sob a justificativa  de que a economia nacional sofreu uma forte queda em razão da Pandemia da COVID-19, causando desempregos e prejuízos a diversos potiguares e visando combater o desemprego, bem como fomentar e divulgar o comércio local, a deputada Cristiane Dantas (SDD) elaborou o Projeto de Lei 211/2021, que Institui o Programa de Incentivo e Valorização da Economia Local, aprovado por unanimidade na reunião desta terça-feira (31) da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa (CCJ).

     “O presente programa orienta o Governo do Estado do Rio Grande do Norte na criação de campanhas voltadas para a divulgação de destinos locais, comercialização interna de produtos e o incentivo ao empreendedorismo. Importante ainda educar a população quanto ao tema, visando a geração de renda e emprego, além de formalizar postos de trabalhos, trazendo mais segurança e dignidade aos trabalhadores potiguares”, registrou a deputada no projeto.

    De acordo com a propositora, o Programa proporcionará reflexão, educação e divulgação sobre a importância em valorizar o comércio local, e desenvolver o turismo e cultura, o que é extremamente importante.

    O Projeto estabelece também que, para pleno alcance dos objetivos, sejam feitas parcerias e intercâmbios com a iniciativa privada, visando uma ação conjunta que garanta a desejada eficácia do atendimento a ser prestado.

    “Razão pela qual se faz de extrema necessidade a criação do presente Programa, para fins de que toda a sociedade, juntamente com o poder público, participe e incentive o empreendedor norte-rio-grandense, valorizando as empresas e ajudando na retomada da nossa economia”, justifica a parlamentar.

    Na reunião, presidida pelo deputado George Soares (PV), foram aprovadas mais 10 matérias que constavam na pauta, duas extras e uma outra baixada em diligência.

    Participaram da reunião os deputados Francisco do PT, Galeno Torquato (PSDB), Ubaldo Fernandes (PSDB) e Subtenente Eliabe (SDD).

    Foto: Eduardo Maia

  • Sobre ,

    Simples Nacional: Receita prorroga prazo de adesão ao Relp

    A Receita Federal prorrogou até a próxima sexta-feira (3) o prazo de adesão ao Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional (Relp). O prazo terminaria hoje (31).

    De acordo com a Receita Federal, a instrução normativa com a prorrogação será publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

    Podem ser parcelados pelo Relp todas as dívidas apuradas pelo Simples Nacional até o mês de fevereiro de 2022. A adesão pode ser feita pelo e-CAC, disponível no site da Receita Federal ou pelo Portal do Simples Nacional.

    Segundo a Receita, o pagamento poderá ser realizado em até 180 vezes, com redução de até 90% das multas e juros, dependendo do volume da perda de receita da empresa durante os meses de março a dezembro de 2020 (calculado em relação a 2019). Parcelamentos rescindidos ou em andamento também poderão ser incluídos.

    Agência Brasil

  • Sobre

    Dia Livre de Impostos realiza protesto contra altas cargas tributarias nesta quinta

    Aproximadamente 200 empresas irão participar do Dia Livre de Impostos, que ocorrerá nesta quinta-feira (02) em Natal. O DLI é uma das maiores datas varejistas do Brasil promovida pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) de todo Brasil que compõe o sistema CNDL e com participação da sociedade com o objetivo de protestar pelas altas cargas tributarias e o baixo retorno dos impostos arrecadados como saúde, educação, transporte e segurança para população.

    No dia da ação, os descontos podem chegar a até 70% e correspondem aos impostos que incidem sobre as mercadorias. Os lojistas participantes arcam com os custos e abrem mão de margens de lucro para evidenciar o peso dos impostos para os compradores. O objetivo da ação é chamar atenção da sociedade e conscientizar lojistas e consumidores sobre o impacto da carga tributária nos preços dos produtos. Acesse o site www.dialivredeimpostos.com.br e confira quais lojas estão participando da ação. 

    “O projeto DLI, que é liderado pela CDL Jovem local e nacional, busca tirar de cima do empresário a responsabilidade por preços altos de produtos e serviços e destacar que há uma elevada carga tributária envolvida. Com isso, buscamos trazer a população como um todo para somar forças e se engajar na busca por um sistema tributário mais justo. Um comércio pujante, representa uma cidade pujante. O imposto não pode ser uma barreira para o desenvolvimento, mas sim, um aliado”, explica o presidente da CDL Jovem de Natal, Saulo Medeiros.  

    Saulo lembra que o Impostômetro, ferramenta que calcula quanto de impostos os brasileiros pagam, alcançou, em 2022, o valor arrecadado de R$ 1 trilhão no dia 3 de maio. Em 2021, a marca havia sido atingida em 19 de maio, 16 dias antes. “O que isso quer dizer? Os impostos estão aumentando. Isso reforça nosso grito para alertar a alta carga tributária”, afirma. 

    Hoje (30), às 19h, a CDL Jovem Natal vai realizar um evento aberto, o Esquenta DLI com duas palestras: uma com o tema “usando os impostos para gerar mais lucros’, com André Adolfo, da BWA Global, e outra com um Case do DLI com a Rio Center, que teve o seu maior faturamento da história durante a ação. Bruno Alcides apresentará como a Rio Center teve a maior data de vendas no último DLI 2021 e André Adolfo mostrará como lucrar com esta data. 

    O ‘Esquenta DLI’ é gratuito. Para participar, basta se cadastrar no site da CDL www.cdlnatal.com.br. Os lojistas cadastrados receberão um mídia kit (cartaz de preço e um adesivo de identificação da loja participante) para ser utilizado no dia da campanha. As palestras acontecerão no auditório da CDL Natal, na rua Ceará Mirim, 322, Tirol.

  • Sobre , ,

    Planos de saúde individuais têm aumento histórico

    A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou nessa quinta-feira (26) o índice máximo de reajuste anual para os planos de saúde individuais e familiares. O aumento poderá ser de até 15,5%. A decisão foi tomada pela diretoria por quatro votos a um.

    Trata-se do maior reajuste anual já aprovado pela agência, criada em 2000. As operadoras dos planos de saúde poderão aplicar o índice em mensalidades cobradas entre maio de 2022 a abril de 2023. Mas a atualização dos valores só pode ser realizada a partir da data de aniversário de cada contrato. Caso o mês de aniversário do contrato seja maio, é possível a cobrança retroativa do reajuste.

    A decisão não se aplica aos planos coletivos, sejam empresariais ou por adesão. Ela incide apenas nas mensalidades dos contratos individuais e familiares firmados a partir de janeiro de 1999. São aproximadamente 8 milhões de beneficiários, o que corresponde a 16,3% do mercado de saúde suplementar.

    Agência Brasil

    Foto: freepik

  • Sobre ,

    Governo publica Diagnóstico Socioterritorial da assistência social no RN

    Documento do Governo do Estado elaborado pela SETHAS e disponibilizado em versão digital, Diagnóstico Socioterritorial revela os dados da realidade dos municípios do Rio Grande do Norte a partir de informações registradas nos sistema nacional utilizados pelas equipes municipais que atuam nos serviços e programas da política de assistência social.

    Publicado em versão digital e disponível no site www.sethas.rn.gov.br, menu Gestão do SUAS, aba Vig. Socioassistencial, o Diagnóstico Socioterritorial traz uma compilação de informações sobre a assistência social no RN, sistematizadas pela equipe estadual da Vigilância Socioassistencial, da Coordenadoria da Gestão Estadual do Sistema Único de Assistência Social (COGESUAS) da SETHAS.

    Com a publicação, a SETHAS apresenta um panorama geral das ofertas e demandas da assistência social no RN, explica a secretária da pasta, Iris Oliveira, corroborando com as equipes municipais no sentido de fortalecer o papel do estado na implementação da vigilância socioassistencial, produção de informação, monitoramento e avaliação.

    É um instrumento essencial para o apoio técnico que a SETHAS faz  junto aos municípios potiguares, destaca a secretária. A COGESUAS, complementa, tem norteado as ações da assistência social a partir dos dados sistematizados e diálogo com as equipes municipais, que incluem as gestões municipais, e suas equipes técnicas que trabalham nas secretarias municipais de Assistência Social bem como toda a rede socioassistencial.

    Os dados dos diagnósticos lançados fazem referência aos anos de 2020 e 2021, sua atualização será feita anualmente pela equipe da Vigilância Socioassistencial do Estado.

  • Sobre ,

    RN sediará I Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária

    O Rio Grande do Norte sedia, no período de 15 a 19 de junho próximo, a I Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária – Fenafes, no Centro de Convenções de Natal, na Via Costeira. O evento é iniciativa da Câmara Temática da Agricultura Familiar do Consórcio Nordeste, coordenada pela governadora Fátima Bezerra, e realizado através das secretarias de Estado do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (Sedraf), Emater-RN e Fundação José Augusto (FJA). O Governo do RN investiu R$ 640 mil em toda a promoção da I Feira Nordeste da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Fenafes). Os recursos foram garantidos pelo empréstimo junto ao Banco Mundial, por meio do Projeto Governo Cidadão, com apoio da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária  e da Pesca (SAPE).

    O objetivo principal é fortalecer iniciativas de integração de políticas públicas em torno do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste – PAS/NE, principal bandeira dos estados que fazem o Consórcio Nordeste. Além disso, a Feira visa proporcionar o intercâmbio de políticas públicas envolvendo governos e movimentos sociais; fortalecer o cooperativismo solidário e a comercialização; e oferecer formação, com palestras, oficinas e cursos sobre acesso à terra, sistemas agroalimentares, produção de alimentos saudáveis e agroecologia. 

    A previsão é da participação de 150 cooperativas e associações, 500 expositores e público visitante de mais de 10 mil pessoas durante os cinco dias de evento que tem entrada gratuita. 

    A feira também será espaço estratégico para reafirmação da identidade cultural da região, divulgação de saberes e sabores que marcam e caracterizam o povo nordestino, e contará com a cozinha “Sabores da Terra” e Festival Gastronômico, além de programação cultural com shows de artistas de destaque regional e nacional. 

    O titular da Sedraf, Alexandre Lima, disse que “o momento da realização da Fenafes é importante por que é no período da colheita e reúne em Natal toda a expressão que a agricultura familiar representa no Nordeste. “Está é a primeira vez que os estados do Nordeste se associam a um evento para melhor organizar o setor e promover o intercâmbio de políticas públicas para a economia solidária. Quem produz alimento de qualidade e agroecológico é a agricultura familiar e este será o maior evento do setor no Brasil”, informou. 

    Rosana Lima, coordenadora da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar no RN – Fetraf/RN, considerou que “a feira é a prova de que homens e mulheres do campo resistem ao retrocesso, produzem e demonstram que a agricultura contribui para o desenvolvimento dos estados e do país. Fomos ouvidos, encaramos o desafio e junto com os governos dos estados vamos fazer este grande evento”. A presidente da Unicafes – União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária, Fátima Torres, tem avaliação semelhante, e pontuou: “construímos junto com Governo do Estado esta feira que é grande oportunidade para fortalecer o setor”.

    A perspectiva de ampliação da produção e dos negócios foi ressaltada pelo diretor técnico do Sebrae-RN, João Hélio. Ele disse que o evento vai viabilizar também contatos de compradores à agricultura familiar. “Estaremos presente com stand oferecendo mesas de negócios a cada Estado para viabilizar a comercialização entre o produtor e o comprador em escala”. 

    foto: Freepik

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.