Últimas histórias

  • Sobre

    Aprenda a fazer soro caseiro

    Uma virose me tirou de cena por uma semana. Febre, dores no corpo, fraqueza extrema, diarreia. Qual das viroses? Não sei, consultei o médico por telefone e fiz o tratamento em casa. Mas, tem para todos os gostos : (  . Viroses, arboviroses, endemias e pandemia. Zyka, dengue e Chikungunya estão grassando por todos os lados e ninguém vê os carros fumacê tão comuns em outras épocas. Claro, que cada um deve fazer sua parte e evitar deixar água parada em jardins e quintais. A quantidade de mosca também tem incomodado e nunca lavar as mãos, manter alimentos protegidos e higienizar bem frutas e verduras foi tão necessário. Os casos de Covid-19 também têm aumentado. Aí, já se sabe, o negócio é continuar usando máscaras em ambientes fechados, evitar multidões e se vacinar. Vacinas salvam vidas.

    O que também salva vidas é o soro caseiro. Em caso de vômitos ou diarreia, a pessoa tem que se manter hidratada.

    Tome bastante líquido (cerca de 2 a 3 litros por dia). Dê preferência ao soro caseiro ou a bebidas que contenham sódio e potássio, como água de coco. É importante ingerir de 50 a 100 mL (meio copo americano) de líquido depois de cada ida ao banheiro.

    Atenção: pessoas com pressão alta, doenças renais ou cardíacas, glaucoma, entre outras, não podem ingerir sódio em grandes quantidades. Se você tem alguma doença crônica e apresentar diarreia, consulte seu médico.

    Muita gente não sabe, mas a diarreia é a segunda maior causa de morte de crianças no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A cada dia, 15 crianças morrem vítimas desse quadro no Brasil.

    Atenção: se os sintomas persistirem por mais de 2 dias, houver sangue nas fezes ou outro sintoma (como febre, por exemplo), procure orientação médica.

    Modo de preparo do soro caseiro

    Em 1 litro de água mineral, filtrada ou fervida (mas já fria), misture 1 colher de sopa de açúcar (20 g) e 1 colher de café de sal (3,5 g). Mexa bem e ofereça ao doente em colheradas ao longo do dia.

    Você também pode verificar se a Unidade Básica de Saúde (UBS) próximo de sua casa fornece uma colher-padrão para preparação de soro caseiro. Essa colher tem 2 lados, um grande e um pequeno. Para preparar o soro, basta adicionar a 200 mL de água (1 copo americano) 2 medidas do lado grande de açúcar e 1 medida do lado pequeno de sal.

    * Com informações do site https://drauziovarella.uol.com.br/

  • Sobre ,

    Sistema Fecomércio RN lança Prêmio de Jornalismo 2022

    O Sistema Fecomércio Rio Grande do Norte lançou nessa terça-feira (26), o Prêmio Sistema Fecomércio de Jornalismo 2022. Com o tema, “Como o Sistema Fecomércio RN, Sesc e Senac contribui para a retomada da economia e o enfrentamento dos desafios sociais do Rio Grande do Norte no contexto pós-pandemia”, serão premiados jornalistas, fotógrafos, estudantes de comunicação social, autores de trabalhos veiculados em jornais, revistas, emissoras de rádio, TV e veículos on-line. 

    As categorias que concorrem a premiação são: Jornalismo Impresso, Jornalismo On-Line, Fotojornalismo, Radiojornalismo, Telejornalismo e Especial estudante. Os primeiros lugares de cada categoria serão premiados com R$ 6 mil e os segundos lugares das categorias com R$ 3 mil. O estudante vencedor ganhará R$ 2 mil. O vencedor geral, escolhido entre os ganhadores das seis categorias, ganhará um prêmio extra no valor de R$ 3 mil. No total, R$ 50 mil será destinado para a premiação. 

    As publicações devem ser veiculadas nos dias 11 de abril a 31 de outubro de 2022. As inscrições serão efetuadas e confirmadas pelo e-mail premiojornalismo@fecomerciorn.com.br, a partir do dia 22 de abril, às 11h, encerrando no dia 1º de novembro, às 17h. 

    A comissão julgadora será presidida pela Gerência de Inteligência e Mercado da Fecomércio RN, contando com a participação de membros da comunicação da Fecomércio, Sesc e Senac Rio Grande do Norte, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte, da UFRN, UNP e UERN. 

    Inscrições 

    No momento da inscrição de trabalho com mais de um autor, deverá ser indicado, obrigatoriamente, um autor principal. Cada participante poderá se inscrever apenas em uma das categorias, com no máximo dois trabalhos. 

    No e-mail de inscrição, deve ser enviado o material jornalístico, e os seguintes dados: nome, RG, número de registro como jornalista profissional no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) – obrigatório para participação, à exceção da categoria estudante, no qual é exigido o número de matrícula e atestado/declaração da instituição de ensino superior -, endereço completo, telefone, e-mail para contato e categoria na qual está se inscrevendo. 

    Em caso de trabalho sem assinatura ou assinado com pseudônimo, sua autoria deverá ser atestada em declaração, por escrito, da direção do veículo no qual a reportagem foi publicada. 

    Não serão aceitas inscrições entregues nas sedes das instituições envolvidas na realização do Prêmio. Saiba mais, acessando o edital aqui

  • Sobre , ,

    Brasil decreta fim da emergência por Covid-19 e contraria opinião dos principais cientistas do mundo

    O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou em pronunciamento de rádio e TV, na noite desse domingo (17), o fim da emergência de saúde pública em decorrência da pandemia. Segundo o ministro, o anúncio foi possível por causa da melhora do cenário epidemiológico, da ampla cobertura vacinal e da capacidade de assistência do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Ainda segundo o ministro, nos próximos dias será editado um ato normativo sobre a decisão. Queiroga afirmou que a medida não significa o fim da covid-19.

    A decisão do governo brasileiro de decretar o fim da emergência nacional da covid-19 ocorre dias depois de uma reunião na qual os principais cientistas do mundo declararam, de forma unânime, que a pandemia ainda é uma realidade e que não é o momento de falar ainda do fim da emergência internacional. Ela ainda contraria a estratégia de Joe Biden, nos EUA, que acaba de ampliar por mais três meses medidas de controle e uso da máscara.

    Para o Comitê de Emergência da OMS, a covid-19 ainda é “um evento extraordinário que continua a afetar negativamente a saúde das populações em todo o mundo, representa um risco contínuo de propagação internacional e interferência no tráfego internacional, e requer uma resposta internacional coordenada”.

    A decisão significa que, pelo menos pelos próximos três meses, não haverá uma alteração na posição da OMS e que a emergência internacional segue. Liderando mais de 30 especialistas, o presidente do Comitê, Didier Houssin, admitiu durante o encontro que está “preocupado com o crescente cansaço entre as comunidades em todo o mundo em resposta à pandemia e os desafios colocados pela falta de confiança na orientação científica e nos governos”.

    “O SARS-COV-2 continua a causar altos níveis de morbidade e mortalidade, particularmente entre as populações humanas vulneráveis. Neste contexto, o Comitê levantou preocupações de que o uso inadequado de antivirais pode levar ao surgimento de variantes resistentes a drogas”, disse.

    Emergência sanitária 

    O Brasil identificou a primeira contaminação pelo novo coronavírus no final de fevereiro de 2020, enquanto a Europa já registrava centenas de casos de covid-19. No dia 3 de fevereiro de 2020 o ministério declarou a covid-19 como uma emergência de saúde pública de importância nacional..

    A declaração de transmissão comunitária no país veio em março, mês em que também foi registrada a primeira morte pela doença no país. Segundo último balanço, divulgado pelo Ministério da Saúde neste domingo, o Brasil registrou, desde o início da pandemia, 5.337.459 casos de covid-19 e 661.960 mortes. Há 29.227.051 pessoas que se recuperaram da doença, o que representa 96,6% dos infectados. Há ainda 363.607 casos em acompanhamento.

    Com informações da Agência Brasil e UOL/Jamil Chade

  • Sobre ,

    Governo do RN prorroga medidas de enfrentamento à pandemia

    O Governo do Rio Grande do Norte prorrogou as medidas de prevenção e enfrentamento ao coronavírus no âmbito do Rio Grande do Norte previstas no Decreto Estadual Nº 31.308, do último dia 14 de março. 

    As regras permanecem em vigor por mais sete dias, com vigência de 1º a 7º de abril, conforme editado no Decreto Estadual Nº 31.335, de 31 de março de 2022, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (1º). 

    Entre as medidas, fica mantido o uso facultativo de máscaras de proteção facial em ambientes abertos, permanecendo em vigor a obrigatoriedade em espaços fechados ou de grande aglomeração de pessoas, a exemplo de veículos de transporte de passageiros.

    Na próxima segunda-feira (4), está prevista reunião do Comitê de Especialista da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) para avaliação dos índices da pandemia. 

  • Sobre ,

    Sesap promove “Dia V de Vacinação” contra a Covid-19 neste sábado (19)

    Neste sábado (19), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) fará uma grande mobilização para ampliação da vacinação contra a Covid-19 e início da quarta dose em idosos acima de 60 anos. O movimento, chamado “Dia V de Vacinação”, orienta que todos os municípios do Rio Grande do Norte mantenham seus postos de saúde abertos e estimulem a população para concluírem ou iniciarem seu esquema vacinal. 

    Para o Dia V, a Sesap fará a distribuição de 80.603 doses para adultos, sendo 28.420 são para D4. e 13.110 doses da Pfizer pediátrica para crianças de 5 a 11 anos de idade. 

    O início da aplicação da quarta dose para idosos foi pactuada em reunião da Câmara Técnica da Vacina, ocorrida nesta quarta-feira (16). A vacinação será destinada para a população a partir dos 60 anos de idade, utilizando os imunizante da Pfizer, Janssen ou Oxford e deverá será aplicada após quatro meses da terceira dose (D3) de acordo com a disponibilidade do imunizante. 

    “A ampliação da vacinação com a aplicação da quarta dose reforça o decreto afirmado esta semana pelo Estado através das recomendações do Comitê Científico, e garante a proteção da população que mais adoece e agrava com a Covid-19. O mais importante é a consciência das pessoas para que procurem os postos de saúde e assim possamos ter uma maior cobertura”, disse Kelly Lima coordenadora de vigilância em saúde da Sesap. 

    De acordo com o Portal RN +Vacina a faixa etária com menor percentual de cobertura vacinal são as crianças de 5 a 11 anos, com 52% deste público vacinado com a primeira dose, o que representa 177.515 crianças. As crianças totalmente vacinadas com as duas doses representam um percentual de 10% ou 34.656 crianças entre 5 e 11 anos. 

    Na faixa etária de 12 a 17 anos são 277.328 vacinados com uma dose e 214.297 com as duas doses, totalizando 67% deste público. 

    Para a população acima de dezoito anos, o percentual de vacinados com a primeira dose já atinge 92%, entretanto os vacinados com a terceira dose são 1.283.727 de pessoas, ou 48% da população acima dos 18 anos. 

    O total geral com  segunda dose em atraso em todo o RN alcança o número de 228.026  pessoas e mais de 700 mil em atraso com a terceira dose. Com os postos de saúde abertos neste sábado (19), a expectativa da Sesap é diminuir o atraso da segunda e terceira dose e assim iniciar a quarta dose para os idosos.

  • Sobre ,

    COVID: Governo do RN libera o uso de máscara ao ar livre

    Enquanto a China se vê às voltas com o maior surto de Covid dos últimos dois anos, o Brasil relaxa nas medidas protetivas. O Governo do Estado do Rio Grande do Norte editou decreto com novas medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus tornando o uso de máscaras de proteção facial em ambientes abertos, permanecendo em vigor a obrigatoriedade em espaços fechados ou de grande aglomeração de pessoas, a exemplo de veículos de transporte de passageiros.

    O decreto também prevê ações governamentais a serem adotadas pelo Estado e recomendadas aos municípios, como a busca ativa da população não vacinada ou em desconformidade com o calendário de imunização; o início da campanha de vacinação da D4 para idosos; o estímulo, no âmbito da educação básica, para que pais e responsáveis vacinem as crianças e os adolescentes; o reforço às campanhas de divulgação da atual situação pandêmica. 

    Permanece em vigor a obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal em conformidade com o calendário de imunização, nos termos do Decreto Estadual nº 30.940, de 30 de setembro de 2021, bem como nos segmentos de alimentação, como em bares e restaurantes, bem como centros comerciais, galerias e shopping centers que utilizem sistema artificial de circulação de ar. Estão dispensados da exigência de comprovação do esquema vacinal tão somente os eventos e estabelecimentos em locais abertos, com ventilação natural e limitados a 100 pessoas. 

    O novo decreto passa a vigorar a partir de hoje, 15 de março de 2022, e terá vigência até o próximo dia 31 de março.

    Dados da Covid-19 em 14 de março de 2022

    Casos Notificados e Confirmados nas últimas 24 horas: 08

    00 Óbitos confirmados ocorridos nas últimas 24 horas 

    Casos Confirmados: 484.840

    Casos Suspeitos: 730

    Casos Descartados: 916.358

    Casos Recuperados: 472.510

    Casos em acompanhamento: 4.230

    ÓBITOS:

    Óbitos Confirmados para Covid-19: 8.100

    Óbitos Suspeitos: 1.573

    Óbitos descartados para COVID-19: 1.119

    DADOS DA VACINAÇÃO NO RN

    Hoje, o estado do Rio Grande do Norte tem 227,017 pessoas com a segunda dose em atraso. Vacinadas com a primeira dose ou dose única são 2.914.230 pessoas, o que representa 91% da população. São 2.551.900 pessoas totalmente vacinadas, ou seja, com a segunda dose, 80% da população. Com a dose de reforço (D3), são 1.257.175 pessoas, o que representa 39% da população geral.

  • Sobre

    China registra maior surto de Covid dos últimos dois anos

    Para quem acha que a pandemia de Covid-19 já acabou, as notícias que chegam da Ásia Oriental abalam. Nos últimos dias, a China registrou o maior número diário de casos de Covid desde 2020, algo em torno de 5.300 casos por dia.

    Por causa do que já é o maior surto de Covid dos últimos dois anos, mais de 40 milhões de pessoas estão confinadas, impedidas de deixarem suas províncias e viajarem para qualquer outro lugar e todo mundo está sendo testado.

    Apesar de ser considerado um número baixo, principalmente comparado ao Brasil, as medidas tomadas pelo governo chinês podem impactar a economia global de suprimentos. Operações de fornecedores da Apple, Toyota e Volkswagen já foram suspensas por lá.

    Foto: AFP

  • Sobre

    Comprovante vacinal e máscara continuam sendo exigidos nas Centrais do Cidadão

    O uso de máscaras de proteção facial e a apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 continuam sendo exigidos para ingresso e permanência dos usuários no interior das Centrais do Cidadão do Rio Grande do Norte. A recomendação segue as determinações do Governo do Estado vigentes, visando preservar a saúde tanto dos usuários quanto dos servidores.

    De acordo com o coordenador das Centrais do Cidadão, Luis Renato Nogueira, essas medidas podem sofrer alteração apenas se o Poder Público Estadual decidir por algo em contrário. “As Centrais do Cidadão são ambientes fechados, pelos quais ainda devemos seguir protocolos a fim de reduzir quaisquer riscos de transmissão do coronavírus. Por enquanto, o Governo do Estado ainda recomenda a utilização de máscaras em espaços fechados ou abertos com grandes aglomerações de pessoas, bem como a manutenção do passaporte vacinal para acesso aos estabelecimentos”, explicou.

    Na última segunda feira (07), o Comitê de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) sugeriu novas recomendações diante da apresentação das tendências e estratégias de controle da Covid-19. Isso porque o cenário atual é de baixa taxa de ocupação dos leitos de UTI, além de estabilidade de casos confirmados e diminuição do número de óbitos diários.

    Entre as recomendações estão, entre outras, a manutenção do passaporte vacinal, estímulo à vacinação das crianças de 5 a 11 anos, busca ativa da população que está atrasada em relação à segunda e terceira doses ou que ainda não foi vacinada, além de tornar facultativo, a partir de 16 de março, o uso de máscara de proteção facial em ambientes abertos, mantendo a obrigatoriedade em espaços fechados ou espaços abertos com grandes aglomerações de pessoas. 

    Passaporte vacinal

    Para adentrar nas Centrais do Cidadão, os usuários devem apresentar o comprovante do esquema vacinal, excetuados aqueles que, por atestado médico ou que, nos termos do Plano Nacional de Imunização (PNI) não integrem, temporária ou permanentemente, grupo elegível para recebimento do imunizante, mediante apresentação do documento comprobatório. Além disso, devem apresentar o comprovante de agendamento para serviços que oferecem esse recurso, como emissão de Carteiras de Identidade (Itep) ou serviços veiculares (Detran).

    A apresentação do comprovante de vacinação poderá ser realizada por meio de qualquer dos seguintes documentos oficiais: aplicativo RN Mais Vacina; certificado de vacinas digital, disponível na plataforma do Sistema Único de Saúde – ConectaSUS; comprovante/caderneta/cartão de vacinação impresso em papel timbrado, emitido no momento da vacinação pelas Secretarias de Saúde, estadual ou municipal, institutos de pesquisa clínica ou outras instituições governamentais, nacionais ou estrangeiras.

  • Sobre ,

    Governo do RN anuncia liberação do uso de máscaras em locais abertos a partir de 16 de março

    O governo do Rio Grande do Norte vai suspender a obrigatoriedade de uso de máscaras em locais abertos a partir do próximo dia 16 de março, segundo confirmou o secretário de Saúde do estado, Cipriano Maia nesta terça-feira (8).

    De acordo com ele, o governo vai seguir uma recomendação feita pelo comitê científico, para início da flexibilização do uso de máscaras no estado, que é obrigatória desde maio de 2020. 

    Ainda de acordo com o secretário, as pessoas ainda deverão usar máscaras nesses ambientes em caso de aglomeração. “Se você aglomera com muitas pessoas perto uma da outra, deve usar máscara”, ponderou.

    Por enquanto, o uso da máscara continuará sendo exigido em locais fechados. Além disso, o governo vai manter o decreto que determina a exigência de passaporte vacinal para entrada em estabelecimentos – a medida não vem sendo seguida em Natal, porque a prefeitura publicou um decreto contrário.

    “O comitê analisou todo o cenário, que é bastante confortável do ponto de vista da pandemia, com redução de casos e da procura por leitos, portanto possibilita que a gente comece a flexibilização do convívio social. Mas queremos destacar que a exigência do passaporte vacinal continua, que precisamos avançar na vacinação, seja de pessoas que ainda não foram convencidas da importância da vacinação, seja das pessoas que não procuraram os postos de saúde para tomar a dose de reforço, ou dos jovens, onde a gente também precisa aumentar a cobertura”, disse.

    Cipriano ainda afirmou que as empresas e a população deverão manter os serviços de vigilância, com atenção às pessoas com sintomas da Covid-19, que precisarão continuar mantendo isolamento e o uso de máscara.

    O decreto atual que determina a exigência de passaporte vacinal e o uso de máscaras está em vigência até o dia 16, portanto o secretário afirmou que o novo decreto com a liberação deverá ser publicado na véspera.

    Situação da pandemia

    A taxa de transmissibilidade da Covid atingiu o menor patamar no Rio Grande do Norte desde o início da pandemia no início de março, segundo apontou o Laboratório de Inovação em Saúde da UFRN (LAIS), que monitora os dados da pandemia no estado em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

    De acordo com o laboratório, entre os dias 1 e 2 de março, a taxa de transmissibilidade (Rt) chegou a 0,40. Quando a taxa está abaixo de 1, significa que o cenário é considerado seguro em relação à transmissão da doença, já que o número significa que uma pessoa teria a capacidade de transmitir a doença também para uma pessoa e não mais que isso.

    O secretário de saúde atribuiu a situação atual da pandemia no estado à vacinação da população. “A vacina já se mostrou segura, tanto que os números estão muito claros nesse período, onde as pessoas com a vacina tiveram menos casos de graves e de internação, então isso precisa ser compreendido pela população”, completou.

    Segundo o governo, 91% da população apta a iniciar a vacinação contra a Covid-19 tomou a primeira dose. Na população com mais de 18 anos, 86% do público tomou a segunda dose, mas apenas 44% voltou para a dose de reforço. No caso dos adolescentes, 65% voltaram para segunda dose.

    Do G1RN

  • Sobre ,

    Pontos de vacinação em Natal terão funcionamento especial no feriado do Carnaval

    A Prefeitura do Natal e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) informam à população os dias e horários de funcionamento dos serviços de vacinação contra a Covid durante o feriado de carnaval de 2022. Entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março de 2022, os pontos têm horário especial de atendimento aos usuários.

    Os locais extras de vacinação contra a Covid -19 em Natal para a população adulta e infantil a partir dos 5 anos de idade são: Via Direta Shopping Center, Ginásio Nélio Dias, Shopping Midway Mall, Partage Norte Shopping e Ferreira Costa Home Center. Nestes locais estarão disponíveis as doses D1, D2, D3 (reforço), e a adicional D4 – somente para os imunossuprimidos. 

    Confira os horários neste período:

    Dia 26.02.22 (SÁBADO)
    Ferreira Costa – (9h às 18h) – último dia de funcionamento neste local
    Via Direta – (9h às 21h)
    Nélio Dias – (8h às 12h)
    Midway Mall – (10h às 17h)
    Partage Norte Shopping – (14h às 20h)

    Dia 27.02.22 (DOMINGO) – LOCAIS ESTARÃO FECHADOS

    DIA 28.02.22 (SEGUNDA-FEIRA)
    Shopping Midway Mall – (12h às 18h)
    Partage Norte Shopping – (12h às 18h)

    Dia 01.03.22 (TERÇA-FEIRA)
    Via Direta – (12h às 18h)
    Nélio Dias – (12h às 18h)

    Dia 02.03.22 (QUARTA-FEIRA)
    Midway Mall  – (12h às 18h)
    Partage Norte Shopping – (12h às 18h)
    Via Direta – (12h às 18h)
    Nélio Dias – (12h às 18h)

    As Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão fechadas de 26 de fevereiro a 01 de março, retomando as atividades na quarta-feira (02) a partir das 14h.

  • Sobre ,

    Câmara de Natal aprova acompanhamento psicológico para órfãos da pandemia

    Durante a sessão ordinária dessa quarta-feira (16), a Câmara Municipal de Natal deu parecer favorável ao projeto de lei de autoria do vereador Luciano Nascimento (PTB) que institui a política municipal de acompanhamento psicológico às crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade, cujo pai e/ou mãe faleceu em decorrência de epidemia, endemia e pandemia. Aprovado em primeira discussão, o texto ainda será debatido mais uma vez antes de ser remetido para sanção da Prefeitura.

    “Muitas crianças e adolescentes que perderam o pai ou a mãe, ou ambos, e que vão morar com outros parentes, quando não em lares adotivos, encontram sérias dificuldades de se adaptarem ao novo mundo em que se inseriram. Nessa linha, torna-se urgente que o Poder Público disponibilize sua estrutura de profissionais para ir ao encontro desses pequenos desamparados, e lhes propicie os caminhos para amenizar as dores da perda”, defendeu o vereador Luciano Nascimento.

    Outro projeto aprovado foi o de autoria da vereadora Brisa Bracchi (PT), que dispõe sobre a instituição do Censo da População Indígena de Natal com o objetivo de identificar a quantidade e o perfil socioeconômico destas pessoas no âmbito do Município do Natal, com consequente mapeamento do referido perfil para posterior direcionamento de políticas públicas que atendam plenamente aos anseios deste segmento.

    Por fim, os parlamentares ainda acataram mais duas matérias: PL 794/2021, do vereador Herberth Sena (PL), que estabelece o reconhecimento de Utilidade Pública Municipal do Centro Comunitário São José – CCSJ, e o PL 270/2021, do vereador Eribaldo Medeiros (PSB), sobre o replantio de árvores caídas e retiradas no âmbito municipal.

  • Sobre ,

    Governo do RN prorroga decreto com exigência de comprovante vacinal

    A exigência de comprovante de vacinação, em vigor desde 21 de janeiro de 2022, como mais uma medida para a contenção da transmissão da nova variante da covid-19 – a Ômicron, foi prorrogada até o dia 16 de março de 2022. O Governo do Estado publica no Diário Oficial desta quarta-feira (16), o Decreto n° 31.276, de 15 de fevereiro de 2022. 

    O decreto prorroga as medidas baseadas na Recomendação n° 33 do Comitê de Especialistas da SESAP/RN para o Enfrentamento da Pandemia pela covid-19, considerando “a necessidade de estimular a adesão da sociedade ao plano nacional de vacinação contra a COVID-19 como forma de garantir um cenário epidemiológico favorável”.  

    O passaporte vacinal é exigido para os eventos públicos e privados, bares e restaurantes, tanto em áreas fechadas como em áreas livres, com capacidade acima de 100 pessoas. Centros comerciais e shoppings com ar-condicionado também devem fazer a exigência de apresentação do passaporte da vacina.

    Recomenda ainda aos municípios a suspensão de todos os eventos de rua até 16 de março, uma vez que nestes casos não é possível exigir o passaporte vacinal.

    Permanece em vigor o dever geral de proteção individual no Estado do Rio Grande do Norte, consistente no uso obrigatório de máscara de proteção facial por todos aqueles que, independentemente do local de destino ou naturalidade, ingressarem no território do Rio Grande do Norte.

    DADOS DA VACINAÇÃO NO RN

    O estado do Rio Grande do Norte tem 190.969 pessoas com a segunda dose em atraso e mais 700 mil pessoas com a dose de reforço. Vacinadas com a primeira dose ou dose única são 2.846.655 pessoas, o que representa 89% da população. São 2.483.384 pessoas totalmente vacinadas, ou seja, com a segunda dose, 78% da população. Com a dose de reforço (D3), são 1.021.864 pessoas, o que representa 32% da população geral.

    O Estado recebeu até hoje 7.354.170 doses durante a campanha de vacinação e foram aplicadas 6.292.613 até o momento. No ranking de vacinação de crianças de 5 a 11 anos, o Rio Grande do Norte é o terceiro depois de São Paulo e Distrito Federal.

    CARNAVAL

    Catorze cidades potiguares já cancelaram o Carnaval 2022: Natal, Parnamirim, Caicó, Macau, Areia Branca, Apodi, Tibau do Sul, Assu,  Pendências, Grossos, Dix-sept Rosado, Alexandria, Upanema e Almino Afonso.

    No Brasil, 24 capitais e o Distrito Federal não vão realizar carnaval de rua em 2022.

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.