Últimas histórias

  • Sobre ,

    Musical ‘As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão’ continua até domingo (15) no Teatro Alberto Maranhão

    O musical “As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão”, aporta em Natal para temporada de três dias no Teatro Alberto Maranhão, de sexta (13) a domingo (15). O espetáculo estreou em 2019 no Teatro do Sesi, em São Paulo, e é uma fábula inspirada nas mulheres que seguiam os bandos nordestinos atuantes contra a desigualdade social da região.

    De acordo com a produção, a trama narra a história de um grupo de mulheres que se rebela contra mecanismos de opressão encontrados dentro do próprio cangaço e encontram, umas nas outras, a força para seguir.

    O musical tem texto e letras de Newton Moreno, direção de Sergio Módena, direção musical de Fernanda Maia e elenco formado pelo potiguar Marco França, Vera Zimmermann, Luciana Ramanzini, Luciana Lyra, Rebeca Jamir, Jessé Scarpellini, Marcello Boffat, Milton Filho, Pedro Arrais, Lola Fanucchi, Nábia Villela, Carol Bezerra e Eduardo Leão.

    Além dos atores, que cantam em cena, o espetáculo traz cinco músicos para completar a parte musical: Pedro Macedo (contrabaixo), Bruna Duarte (contrabaixo), Daniel Warschauer (acordeon), Carlos Augusto (violão), Abner Paul (bateria), Felipe Parisi (violoncelo).

    A trama

    O enredo começa quando Serena descobre que seu filho, que ela acreditava ter sido morto a mando do marido, Taturano, está vivo. Ela, então, larga seu grupo do cangaço, chefiado por Taturano, para partir em busca de seu bebê.

    Neste momento ela não tem a dimensão de que sua luta para encontrar o filho se tornará uma luta coletiva, maior que seu problema pessoal. Outras mulheres que formavam o bando se engajam nessa batalha, além de futuras companheiras que cruzam seu caminho.

    Serviço

    Peça “As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão”

    Sexta (13) e sábado (14), às 20h; domingo (15), às 19h

    Teatro Alberto Maranhão – Praça Augusto Severo, s/n – Ribeira, Natal – RN, 59012-380

    Plateia, Frisa e Camarote – R$ 100 e R$ 50 (meia) / Galeria: R$ 50 e R$ 25 (meia), à venda na bilheteria do teatro ou Outgo.com.br

    Classificação: 12 anos
    Fotos e vídeos:  https://www.dropbox.com/sh/84z88lhqab7uigd/AAC9Nl6rZwnaMKEZrq5AyHDha?dl=0

  • Sobre , ,

    Musical “Bye Bye, Natal” estreia nova montagem com apresentação gratuita

    O Musical “Bye Bye, Natal”, que retrata de forma cômica e inusitada o agito provocado pela presença americana no Rio Grande do Norte, nos anos 40, volta aos palcos e estreia nova montagem com apresentação gratuita no dia 24 de março. O espetáculo será apresentado no Teatro Riachuelo, às 20h30.

    Com 18 intérpretes em cena, o musical apresenta situações reais, com figuras, costumes e fatos que mudaram o cenário local da época, especialmente nas cidades de Parnamirim e Natal.

    A montagem tem roteiro e música original de Danilo Guanais, texto de Racine Santos e direção cênica de Diana Fontes. A apresentação conta ainda com trilha sonora executada ao vivo, com banda regida pelo maestro Erickinson Bezerra.

    Os ingressos para o espetáculo musical “Bye Bye, Natal” estão disponíveis gratuitamente, com a liberação de dois ingressos por CPF, no site uhuu.com.

    Tradicional espetáculo potiguar, a primeira montagem aconteceu em 2004, com centenas de apresentações realizadas. Em 2018, o Bye Bye foi remontado e, após uma temporada de sucesso na Escola de Música da UFRN, ganhou o Prêmio Brasil Musical, como melhor espetáculo do gênero no Nordeste.

    O “Bye Bye, Natal” conta com patrocínio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Lei Câmara Cascudo, Rio Center, Prefeitura do Natal, Lei Djalma Maranhão, Maple Bear – Escola Canadense e Arena das Dunas. Tem apoio da Escola Estadual Professor Luís Antônio e realização de Diana Fontes Direção e Produção Cultural.

    SERVIÇO:
    MUSICAL BYE BYE, NATAL
    Dia 24 de março, às 20h30
    Teatro Riachuelo Ingressos disponíveis em uhuu.com/evento/rn/natal/bye-bye-natal-9992instagram.com/byebyenatal

    Foto: Brunno Martins

    ⚠Enquanto durar o período de pandemia, o uso de máscara facial será obrigatório durante todo o tempo de permanência no teatro. Também é obrigatória a comprovação da vacinação completa.