Últimas histórias

  • Sobre ,

    Prazo para entrega da declaração do IR é prorrogado para 31 de maio

    A Receita Federal prorrogou para o dia 31 de maio de 2022 o prazo final para a entrega da declaração de ajuste anual do Imposto de Renda, que tem como base os rendimentos obtidos no ano de 2021.

    A nova data consta da Instrução Normativa nº 2.077, publicada no Diário Oficial da União de hoje (5). O prazo previsto anteriormente era 29 de abril.

    Até o final de março, a Receita Federal contabilizava quase 6 milhões de declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física (IPRF) entregues. A expectativa é de que 34,1 milhões sejam enviadas até o final do prazo.

    De acordo com as regras, estão obrigadas a apresentar a Declaração de Ajuste Anual os cidadãos que tiveram, em 2021, rendimentos tributáveis com valor acima de R$ 28.559,70.

    Facilidades

    Entre as inovações preparadas para este ano está a disponibilização da declaração pré-preenchida em larga escala para contribuintes, a partir da autenticação via contas Gov.br.

    A conta Gov.br é uma identificação que comprova, por meio digital, a identidade do cidadão, de forma a dar segurança para o acesso a serviços digitais. Ela é gratuita e, tanto o cadastro como o acesso, podem ser feitos pela internet.

    A declaração pré-preenchida possibilitará ao cidadão iniciar o preenchimento do documento já com diversas informações à disposição. Nela, praticamente todas informações em posse da Receita Federal serão importadas diretamente para a declaração. Entre os exemplos citados pelos auditores, durante o anúncio das regras, estão informações de rendimentos pagos por empresas e outras pessoas; despesas médicas informadas por estabelecimentos médicos; e o histórico de bens e direitos das declarações de anos anteriores.

    No ano passado, foram 400 mil declarações pré-preenchidas foram apresentadas. Para este ano, a previsão é entre 3 milhões e 4 milhões.

    Outra novidade é o novo formato (mais integrado) do IRPF em multiplataforma, tanto para computadores online como para dispositivos móveis. Os auditores explicaram que será possível, por exemplo, começar a declaração no celular, continuar no programa instalado no computador e finalizar na internet.

    Pix

    Também é novidade a possibilidade de o cidadão pagar as cotas do IR via Pix, bem como receber a restituição pelo sistema de transferências. Na prática, significa que o cidadão não precisará sair de casa para pagar seu Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), que passará a ser impresso com códigos de barra e QR code.

    Agencia Brasil

  • Sobre

    UNINASSAU Natal oferece curso gratuito de declaração de Imposto de Renda

    Nos dias 14 e 15 de março, das 19h às 22h, o UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Natal oferece um curso prático para as pessoas aprenderem a declarar o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) em 2022. Ele é gratuito, aberto ao público e acontece na Instituição, localizada na Av. Engenheiro Roberto Freire, 1514 – Capim Macio.

    No treinamento, são apresentadas especificidades, regras e curiosidades da declaração de IRPF, passo a passo para elaborá-la e as mudanças que foram feitas no preparo da declaração. Além disso, também há a realização de exercícios práticos. Tudo feito de forma didática para que as pessoas compreendam bem todo o processo.

    “Todo ano, os brasileiros precisam informar seus rendimentos anuais para a Receita Federal avaliar se está cobrando um valor proporcional aos seus ganhos. Porém, muitas pessoas ainda encontram dificuldades no momento de preencher a declaração de IRPF. Com esse curso gratuito, pretendemos ajudá-las com as dúvidas e evitar possíveis problemas, como erros ou atrasos, pois eles podem gerar multas”, afirma Rodrigo Otávio, coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da UNINASSAU Natal.

    Após o treinamento, será possível entrar em contato com o NAF (Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal) pelo WhatsApp (84) 8817-2094 para a equipe revisar suas declarações. Os interessados pelo curso devem se inscrever no site extensao.uninassau.edu.br.

  • Sobre ,

    Evento no Parque das Dunas orienta como doar para instituições através do Imposto de Renda

    Neste sábado, 05, às 9h, no Parque das Dunas, a Atitude Cooperação junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA Natal) realizam uma ação informativa e de conscientização sobre a importância da doação de parte do Imposto de Renda em favor da promoção de ações de atendimento à criança e ao adolescente do município, como é o caso da Atitude Cooperação – mantida pela Unimed Natal.

    O evento faz parte das ações da Campanha Restitua Amor, criada pela Prefeitura de Natal com auxílio da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (SEMTAS), conduzida pelo COMDICA Natal, no qual a Atitude Cooperação participa ativamente com o movimento “Um Gesto que Transforma Vidas”.

    Durante o evento, o público presente terá a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido pela Instituição através de apresentações dos projetos: Tocando a Vida com D’Amore (Música), Celeiro (Esporte), ENCENA/ABRACE (Teatro) e o Tecendo Arte no Fio (Artesanato). “Essa ação foi a forma que encontramos de mostrar o nosso trabalho para toda a sociedade, proporcionando momentos de informação quanto a doação pelo Imposto de Renda, além de oferecer arte, cultura e lazer em um espaço lindo como o Parque das Dunas. Contamos com a presença de todos no fortalecimento desta corrente de amor e solidariedade”, comenta Dra. Pepertuo Nogueira, presidente da Atitude Cooperação.

    Com recursos provenientes do Fundo Municipal da Infância e Adolescência (FIA), a Instituição abraça um público de 400 pessoas entre crianças e adolescentes no seu projeto Celeiro (futebol, futsal, judô, vôlei e xadrez).  Com professores capacitados, o trabalho vai além do esporte, no qual os alunos são acompanhados dentro das áreas de Educação Física, Psicologia, Serviço Social e Pedagogia de forma interdisciplinar.

    Campanha Restitua Amor

    Com dois anos de atuação no Rio Grande do Norte, a campanha Restitua Amor tem transformado centenas de histórias de crianças e adolescentes ao lado de instituições como a Atitude Cooperação. O COMDICA Natal atua no incentivo a doação de parte do Imposto de Renda de pessoas físicas para o Fundo Municipal da Infância e Adolescência (FIA), sem custos adicionais para os contribuintes.

    Ao contribuir com o FIA, que é um mecanismo de gestão de recursos financeiros voltado à promoção de ações de atendimento à criança e ao adolescente em seu município, você ajuda muitos projetos que atuam diretamente e efetivamente com esses públicos por meio de projetos que atuam em ações de educação, esporte e lazer.

  • Sobre

    Restitua Amor: campanha incentiva doação de parte do IR para Fundo Municipal da Infância e Adolescência

     

    Com dois anos de atuação no Rio Grande do Norte, a campanha Restitua Amor tem transformado centenas de histórias de crianças e adolescentes ao lado de instituições como a Atitude Cooperação que, em paralelo, para potencializar a força dessa campanha, lança o movimento “Um gesto que transforma vidas”.  

    A campanha Restitua Amor foi criada pela Prefeitura de Natal com auxílio da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (SEMTAS), conduzida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA Natal). Atua no incentivo a doação de parte do Imposto de Renda de pessoas físicas para o Fundo Municipal da Infância e Adolescência (FIA), sem custos adicionais para os contribuintes.

    Ao contribuir com o FIA, que é um mecanismo de gestão de recursos financeiros voltado à promoção de ações de atendimento à criança e ao adolescente em seu município, você ajuda muitos projetos que atuam diretamente e efetivamente com esses públicos por meio de projetos que atuam em ações de educação, esporte e lazer. A Atitude Cooperação é uma delas e, com objetivo de fortalecer a ação junto ao COMDICA, inicia o movimento “Um gesto que transforma vidas”.  

    Com 15 anos de existência, a Atitude foi criada em 12 de setembro de 2006, a partir da iniciativa da cooperativa médica Unimed Natal. A organização atua nos bairros Bom Pastor e Felipe Camarão, localizados na zona Oeste da capital potiguar, promovendo ações e programas assistenciais que transformam a vida de centenas de crianças, jovens e suas respectivas famílias. A Instituição promove a inclusão, a cidadania e o enfrentamento das desigualdades sociais, por meio de projetos nas áreas da saúde, esporte, educação e cultura, voltados prioritariamente para crianças e adolescentes que se encontrem em situação de risco e vulnerabilidade, especialmente nessas regiões.

    Com recursos provenientes do FIA, a Instituição abraça um público de 400 pessoas entre crianças e adolescentes no seu projeto Celeiro (futebol, futsal, judô, vôlei e xadrez).  Com professores capacitados, o trabalho executado ultrapassa a questão além do esporte, no qual os alunos são acompanhados dentro das áreas de Educação Física, Psicologia, Serviço Social e Pedagogia de forma interdisciplinar.

    Como doar?

    Para realizar a doação é fácil e simples! Após concluir a declaração, clique em “Doações Direto na Declaração ECA”, em seguida selecione “Novo Fundo Municipal”, depois selecione “Estado e Cidade”. O programa confirma, automaticamente, quanto você pode destinar. Gere uma DARF e efetue o pagamento até o último dia útil da Declaração.

    Quem pode doar?

    I – Pessoas físicas – dedução de 3% no valor devido ao Imposto de Renda no ato da declaração anual; II – Pessoas físicas – dedução de 6% no valor devido ao Imposto de Renda durante o ano de exercício via depósito nominal na conta do Fundo da Infância e Adolescência-FIA; III – Pessoas jurídicas – dedução do Imposto de Renda (lucro real) até 1% do imposto devido.

    Faça parte desta corrente de solidariedade e transformação! Doe! Tire suas dúvidas com seu contador ou outro especialista. Para mais informações, acesse siga, curta e compartilha @atitudecooperacao

  • Sobre ,

    Receita abre segunda-feira (24) consulta a lote residual do IR

    Contribuintes que caíram na malha fina da Receita Federal nos últimos anos por inconsistências nas declarações do Imposto de Renda, mas que acertaram as pendências com o Leão, poderão consultar o lote residual de restituições a partir das 9h da próxima segunda-feira (24).

    Mais de 240 mil contribuintes receberão o crédito bancário no dia 31 deste mês. O pagamento da restituição será feito diretamente na conta bancária informada na declaração de Imposto de Renda.

    A soma dos valores restituídos é R$ 281.936.411,15. Desse total, R$ 96.664.742,30 referem-se a contribuintes que têm prioridade legal – idosos acima de 60 anos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e cidadãos cuja maior fonte de renda seja o magistério.

    Foram contemplados ainda 197.438 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 16 de janeiro deste ano.

    Para consultar o lote residual, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, clicar em Meu Imposto de Renda e, em seguida, em Consultar a Restituição. Se identificar alguma pendência na declaração, pode retificá-la, corrigindo as informações erradas.

    A Receita Federal disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que permite consultar informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

    Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Nesse caso, o contribuinte pode reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, ou ligando para a Central de Relacionamento BB pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

    Caso o contribuinte não resgate a restituição no prazo de um ano, deverá solicitá-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu “Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda” e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

    Agência Brasil

  • Sobre

    Contribuinte pode consultar hoje lote residual de restituição do IR

    Cerca de 175 mil contribuintes que haviam caído na malha fina e acertaram as contas com o Fisco receberão R$ 285 milhões de restituição na próxima semana. A Receita Federal abre hoje (23) consulta ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física de dezembro.

    A consulta pode ser feita a partir das 10h na página da Receita Federal na internet. Basta o contribuinte clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, no botão “Consultar a Restituição”. Também é possível fazer a consulta no aplicativo da Receita Federal para tablets e smartphones.

    O pagamento será feito em 30 de dezembro, na conta informada na declaração do Imposto de Renda. O lote contempla tanto restituições da malha fina deste ano quanto de anos anteriores. Ao todo, 174.482 contribuintes deste ano foram contemplados. Desse total, 124.715 enviaram a declaração até 22 de novembro e quitaram as pendências com o Fisco. Há ainda 11.367 contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério, 4.183 idosos acima de 80 anos e 3.351 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave.

    Caso o contribuinte não esteja na lista, deverá entrar no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC) e tirar o extrato da declaração. Se verificar uma pendência, pode enviar uma declaração retificadora e esperar os próximos lotes da malha fina.

    Se, por algum motivo, a restituição não for depositada na conta informada na declaração, como no caso de conta desativada, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Nesse caso, o cidadão poderá agendar o crédito em qualquer conta bancária em seu nome, por meio do Portal BB  ou ligando para a Central de Relacionamento do banco, nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

    Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição depois de um ano, deverá requerer o valor no Portal e-CAC. Ao entrar na página, o cidadão deve acessando o menu “Declarações e Demonstrativos”, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, no campo “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

    Agência Brasil

  • Sobre ,

    Receita Federal paga hoje lote residual de restituições do IRPF 2021

    A Receita Federal credita hoje (29) na conta bancária do contribuinte a restituição do lote residual do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) relativas ao exercício de 2021. O lote contempla também restituições residuais de exercícios anteriores.

    As informações sobre a restituição estão disponíveis por meio de aplicativo para tablets e smartphones e por meio do site da Receita, na área intitulada Meu Imposto de Renda, onde deve-se clicar em Consultar a Restituição.

    Nela, o contribuinte tem acesso às orientações e aos canais de prestação do serviço, nos quais é possível fazer consultas no formato simplificado ou completo de sua situação, por meio do extrato de processamento, acessado no portal e-CAC. Caso identifique pendência, ele poderá retificar a declaração.

    Segundo a Receita Federal, há R$ 448,5 milhões em créditos bancários para 292.752 contribuintes. “Desse total, R$ 169.234.573,08 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal, sendo 4.593 idosos acima de 80 anos, 40.459 entre 60 e 79 anos, 3.862 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 14.520 cuja maior fonte de renda seja o magistério”, informou, em nota a Receita.

    O pagamento da restituição é feito na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Nos casos em que o depósito não tenha sido feito, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Em geral essa situação ocorre quando a conta corrente declarada foi encerrada.

    Para ter acesso ao dinheiro não depositado, o contribuinte precisa reagendar o crédito por meio do Portal BB, ou ligar para a Central de Relacionamento BB, nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

    “Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deve requerê-lo pelo portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”, informa a Receita.

    Fonte: Agência Brasil

  • Sobre ,

    Receita paga hoje restituições do último lote do IR 2021

    A Receita Federal paga nesta quinta-feira (30) as restituições do quinto e último lote do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021. Estão sendo depositados R$ 562 milhões para 358.162 contribuintes.

    Além dos contribuintes que entregaram a declaração no prazo, até 31 de maio, a Receita pagará restituição a contribuintes que entregaram a declaração com atraso, até 15 de setembro, e não caíram na malha fina.

    O restante tem prioridade legal, sendo 4.955 contribuintes idosos acima de 80 anos, 47.465 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.927 contribuintes com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave e 19.211 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

    A partir do próximo mês, o Fisco só liberará as restituições a contribuintes que tenham caído na malha fina em 2021 ou em anos anteriores e tenham retificado a declaração, corrigindo inconsistências ou erros de informação.

    Inicialmente prevista para terminar em 30 de abril, o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física foi encerrado em 31 de maio por causa da segunda onda da pandemia de covid-19. Apesar do adiamento, o calendário original de restituição foi mantido, com cinco lotes a serem pagos entre maio e setembro, sempre no último dia útil de cada mês.

    Como consultar

    A consulta pode ser feita na página da Receita Federal da internet. Basta o contribuinte clicar no campo “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar Restituição”. A consulta também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e iOS.

    Quem não está na lista pode consultar o extrato da declaração para verificar eventuais pendências. Nesse caso, o contribuinte deverá entrar na página do Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC) e verificar se há inconsistências de dados. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

    A restituição fica disponível no banco durante um ano. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento da Receita por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

    Agência Brasil