Últimas histórias

  • Sobre ,

    Teatro Alberto Maranhão tem programação suspensa devido às chuvas

    As fortes chuvas registradas na Região Metropolitana de Natal, neste final de semana, ocasionaram o alagamento parcial do Teatro Alberto Maranhão (TAM). 

    Diante disso, a Fundação José Augusto (FJA) e a administração do TAM reformularão a programação de espetáculos da casa que será anunciada brevemente, bem como a execução das providências imediatas para a limpeza e eventuais reparos no equipamento.

    O alagamento foi causado pelo alto volume de chuva acima de 250 mm, a segunda maior precipitação histórica registrada na capital potiguar, ocorrida na madrugada de domingo (6).  A rede de drenagem das ruas e avenidas no entorno do TAM não apresentou a capacidade esperada para deter a quantidade de água precipitada, ocasionando, assim, o alagamento do equipamento cultural.

    A FJA acionou imediatamente todos os meios para dimensionar o problema e providenciar a limpeza que já está sendo executada, e desta forma, espera reestabelecer no mais breve tempo possível as atividades artístico-culturais do Teatro Alberto Maranhão.

    Assim, o evento “Mulheres, Solta sua Voz”, previsto inicialmente para ocorrer na noite desta terça-feira (8), às 18h, no Teatro Alberto Maranhão, foi ADIADO.

    Com apresentações de Clara Pinheiro, com o show “Volte e Pegue”, e Valéria Oliveira, convidando Dani Cruz, Dodora Cardoso e Gláucia Wanderley, com o show “Cores do Nosso Samba”, o espetáculo é uma celebração à força da mulher.

    📣 Nova data e local estão sendo definidos, ainda na programação de Março e, em breve, serão divulgados.

  • Sobre ,

    Coletânea de cordéis homenageia mulheres que fizeram história no RN

    A Coletânea Dez Mulheres Potiguares chega a sua 5ª edição com o lançamento de mais dez cordéis, escritos e ilustrados por mulheres, que narram em versos o perfil biográfico de mulheres que se destacaram na história do Rio Grande do Norte. A coleção, que é destaque no cordel potiguar e é editada pela Casa do Cordel, será lançada amanhã, 08 de março, Dia Internacional da Mulher, na Pinacoteca do Estado, às 16h.

    Nesta edição as homenageadas são: a ativista negra Ana Paula Campos, consagrada nos versos de Célia Melo (Bombom); a poetisa Áurea de Góis agraciada por Jussiara Soares; a contadora de estórias Daluzinha Avlis, na poética de Rita Cruz; a ceramista e “mãe” do galo de São Gonçalo, Dona Neném, pelas estrofes de Rosa Regis; Eliane Amorim das Virgens, primeira mulher desembargadora do TJRN, na poesia de Geralda Efigênia; Fátima Bezerra, única mulher a governar um estado brasileiro na atualidade, nos versos de Vani Fragosa; Lindalva Torquato Fernandes, primeira mulher a presidir o TCE/RN, por Járdia Maia; Maria de Lourdes Alves Leite, pioneira feminina na Justiça do Trabalho do RN, na métrica de Gorete Macêdo; Titina Medeiros, atriz de destaque nacional, nos versos de Fátima Régis e Wilma de Faria, primeira mulher a governar o RN, na p oesia de Sírlia Lima.

    A coleção também traz nas capas as xilogravuras das artistas plásticas Cecília Guimarães, Célia Albuquerque, Kimberly e Letícia Paregas. 

    Serviço:

    Lançamento da 5ª edição da coleção de cordéis Dez Mulheres Potiguares
    Quando – 08 de março – às 16h
    Onde – Pinacoteca do Estado
    Mais informações: Instagram – @casa.docordel