Últimas histórias

  • Sobre , ,

    Pinacoteca do Estado mostra a arte da cantoria de viola nesta quinta (31)

    A cantoria de viola, arte poética que se constitui na criação de versos de improviso por uma dupla de repentistas e que representa uma das mais autênticas tradições da cultura nordestina, terá um evento especial nesta quinta-feira (31), a partir das 19h, na Pinacoteca do Estado.

    É o “Violas Potiguares”, promovido pela Fundação José Augusto (FJA), que traz poética de 18 artistas do Rio Grande do Norte, entre cantadores de viola, aboiadores, poetas e coquistas que produzem a poesia popular no Estado.

    O evento terá a presença do aboiador Amâncio Sobrinho (Natal-RN), do poeta Antônio Francisco (Mossoró), das duplas de violeiros Raulino Silva (Antonio Martins e Zé Albino (Itaú), Antônio Lisboa (Marcelino Vieira) e Chico Diassis (Alexandria), Helânio Moreira (Serra de São Bento) e Felipe Pereira (Natal), Edísio Calixto (Mossoró) e Damião da Silva (Caraúbas), Zé Cardoso (Encanto) e Francisco Ferreira (Almino Afonso), Antônio Calixto (José da Penha) e Gilson Pessoa (Encanto), José Ribamar (Caraúbas) e Luciano Fernandes (José  da Penha) além dos coquistas Frank e Nazar (Serra de São Bento). A apresentação será feita pelo poeta Djalma Mota (Caicó).

    A entrada é franca com uso de máscara e apresentação do cartão vacinal. 

    Violas Potiguares

    Data: 31/03

    Horário: 19h

    Local: Pinacoteca do Estado (Praça 7 de Setembro, Cidade Alta, Natal- RN)

    Entrada franca

  • Sobre ,

    Coletânea de cordéis homenageia mulheres que fizeram história no RN

    A Coletânea Dez Mulheres Potiguares chega a sua 5ª edição com o lançamento de mais dez cordéis, escritos e ilustrados por mulheres, que narram em versos o perfil biográfico de mulheres que se destacaram na história do Rio Grande do Norte. A coleção, que é destaque no cordel potiguar e é editada pela Casa do Cordel, será lançada amanhã, 08 de março, Dia Internacional da Mulher, na Pinacoteca do Estado, às 16h.

    Nesta edição as homenageadas são: a ativista negra Ana Paula Campos, consagrada nos versos de Célia Melo (Bombom); a poetisa Áurea de Góis agraciada por Jussiara Soares; a contadora de estórias Daluzinha Avlis, na poética de Rita Cruz; a ceramista e “mãe” do galo de São Gonçalo, Dona Neném, pelas estrofes de Rosa Regis; Eliane Amorim das Virgens, primeira mulher desembargadora do TJRN, na poesia de Geralda Efigênia; Fátima Bezerra, única mulher a governar um estado brasileiro na atualidade, nos versos de Vani Fragosa; Lindalva Torquato Fernandes, primeira mulher a presidir o TCE/RN, por Járdia Maia; Maria de Lourdes Alves Leite, pioneira feminina na Justiça do Trabalho do RN, na métrica de Gorete Macêdo; Titina Medeiros, atriz de destaque nacional, nos versos de Fátima Régis e Wilma de Faria, primeira mulher a governar o RN, na p oesia de Sírlia Lima.

    A coleção também traz nas capas as xilogravuras das artistas plásticas Cecília Guimarães, Célia Albuquerque, Kimberly e Letícia Paregas. 

    Serviço:

    Lançamento da 5ª edição da coleção de cordéis Dez Mulheres Potiguares
    Quando – 08 de março – às 16h
    Onde – Pinacoteca do Estado
    Mais informações: Instagram – @casa.docordel