Pinacoteca do Estado mostra a arte da cantoria de viola nesta quinta (31)

A cantoria de viola, arte poética que se constitui na criação de versos de improviso por uma dupla de repentistas e que representa uma das mais autênticas tradições da cultura nordestina, terá um evento especial nesta quinta-feira (31), a partir das 19h, na Pinacoteca do Estado.

É o “Violas Potiguares”, promovido pela Fundação José Augusto (FJA), que traz poética de 18 artistas do Rio Grande do Norte, entre cantadores de viola, aboiadores, poetas e coquistas que produzem a poesia popular no Estado.

O evento terá a presença do aboiador Amâncio Sobrinho (Natal-RN), do poeta Antônio Francisco (Mossoró), das duplas de violeiros Raulino Silva (Antonio Martins e Zé Albino (Itaú), Antônio Lisboa (Marcelino Vieira) e Chico Diassis (Alexandria), Helânio Moreira (Serra de São Bento) e Felipe Pereira (Natal), Edísio Calixto (Mossoró) e Damião da Silva (Caraúbas), Zé Cardoso (Encanto) e Francisco Ferreira (Almino Afonso), Antônio Calixto (José da Penha) e Gilson Pessoa (Encanto), José Ribamar (Caraúbas) e Luciano Fernandes (José  da Penha) além dos coquistas Frank e Nazar (Serra de São Bento). A apresentação será feita pelo poeta Djalma Mota (Caicó).

A entrada é franca com uso de máscara e apresentação do cartão vacinal. 

Violas Potiguares

Data: 31/03

Horário: 19h

Local: Pinacoteca do Estado (Praça 7 de Setembro, Cidade Alta, Natal- RN)

Entrada franca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Grêmio da Rampa inaugura espaço com programação cultural

Dia da Visibilidade Trans terá mutirão para retificação de nome e gênero em Natal e Parnamirim