Departamento de Filosofia da UFRN promove curso sobre a cultura tradicional potiguar

Pensamento brincante: sobre viver a cultura é um curso que tem o objetivo de convidar a pensar, de forma filosófica, a cultura popular através de estudos e do compartilhamento de vivências e experiências. Promovido pelo Departamento de Filosofia da UFRN (DEFIL), dois grupos tradicionais estarão presentes na ação: Congo de Calçolas Bambelô Cajueiro Abalô. As inscrições podem ser feitas pelo link. Os encontros acontecerão uma vez por semana durante 8 semanas entre abril e maio de 2022.

Com a finalidade de incentivar um pensamento filosófico e singular, o curso visa alimentar a diversificação de propostas didáticas e metodológicas da filosofia, promovendo mudanças e enfatizando a importância de reflexões e tradições oriundas dos povos afrodescendentes e indígenas, os quais são pouco lembrados na prática acadêmica e nos currículos das disciplinas.

Segundo os organizadores da ação, o Referencial Curricular do Ensino Médio Potiguar apresenta mais avanços no sentido de diversificar sobre esse pensamento. É esperado que o curso impacte positivamente a elaboração de pesquisas e interesses dos discentes ー de modo que possa influenciá-los a mergulhar na riqueza da cultura regionalー ao contemplar a pluralidade das tradições originadas das matrizes afrodescendentes e indígenas.

Em conjunto com a Escola Popular Vir-a-Vila, o curso convida os mestres Pedro Correia e Pedro de Lima, participantes, respectivamente, dos dois grupos tradicionais: Congo de Calçolas e Bambelô Cajueiro Abalô para divulgar uma visão ampla acerca de suas manifestações culturais e de sua comunidade.

De um ponto de vista teórico, a ação de extensão coordenada por Federico Sanguinetti, pretende dialogar sobre uma série de temas, dentre eles: a questão das identidades em suas declinações, principalmente comunitária, urbana, regional, nacional e cultura; a importância da memória e da ancestralidade; pensamentos ligados à estética, à filosofia da arte e suas conexões com o meio político e educacional, tudo isso com foco nas artes populares e outros assuntos.

Os organizadores e pensadores do curso almejam que a ação exerça influência não somente na área da filosofia, mas também na história, na comunicação, nas artes e na literatura. Para isso, eles pretendem usar uma abordagem tanto teórica quanto prática, interligando esses campos do conhecimento, de modo a envolver o público por meio de oficinas e materiais didáticos.

O curso de Extensão contará com três tipos de atividades: os grupos de estudos, os encontros de formação e rodas de conversa com os mestres dos dois grupos tradicionais e as oficinas práticas que trarão a oportunidade de divulgar os ensinamentos de atividades associadas aos grupos, como cantigas, danças e construção de instrumentos. 

Mais informações sobre horários da programação estão disponíveis no link da ação de extensão.

Foto: Cícero Oliveira – Agecom/UFRN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

UNINASSAU Natal oferece curso gratuito de declaração de Imposto de Renda

Mossoró terá novos pontos de coleta de resíduos eletroeletrônicos a partir desta segunda-feira (14)