“Bode Bé”: novo canal de vídeos animados traz a cultura nordestina para a 1ª infância

Idealizado pelos irmãos Rafael Barbosa e Juliana Linhares, com a produção musical de Beto Lemos e ilustração de Miguel Carvalho, o “Bode Bé” é um novo canal de vídeos animados que busca trazer a estética regional da cultura nordestina para musicalização infantil das crianças, especialmente na primeira infância. O projeto lança novo vídeo nesta sexta-feira (11), no  seu canal no Youtube.

As crianças atualmente são estimuladas com produções com sotaques do Sudeste, ou com estética musical estrangeira; o Bode Bé traz vídeos musicais nos ritmos de axé, xote, forró, maracatu, xaxado e baião, com temas que vão desde as tradições culturais, como o São João, até temas importantes como a vacinação, levando cultura e educação para os pequenos.

Neste ano o projeto entregará 15 canções inéditas com personagens originais, que também serão lançadas em formato digital para todas as plataformas de streaming musical, com distribuição gratuita. A realização dará prioridade aos artistas locais, inclusive com parceria com um estúdio sediado em Natal, o Studio Gepetta – estúdio de animação e edição audiovisual, fruto da incubadora do Instituto Metrópole Digital da UFRN.

“Eu sempre quis fazer um projeto musical voltado pra infância porque acho importante cuidar do que oferecemos pros nossos pequenos. O que a gente apresenta na primeira infância constrói muita coisa do que a criança pode vir a ser. Fico muito feliz em colocar minha voz no Bode Bé. Os vídeos e as canções têm o cuidado em mostrar um conteúdo de qualidade, com pensamento de educar e musicalizar, além de valorizar o que vem do Nordeste e ajudar as crianças a crescerem com alguma representatividade no que elas veem nas telinhas”, destaca Juliana Linhares.

Os personagens que compõe as histórias são sete bichinhos apaixonados pela música nordestina que se uniram em uma família diversa e animada que canta e dança para crianças de todas as idades: o Bode Bé é o mais velho de todos, o grande sábio e conselheiro da turma, acolhe todos os amigos e é um cantor primoroso, dos mais importantes bichinhos do sertão; a Manduá é uma tamanduá sanfoneira, a mais doce e sonhadora, está sempre tocando músicas bonitas pro céu estrelado; a Tuta é a tatuzinha mais esperta e animada da turma, vive atrás de uma festa pra dançar e fazer suas apresentações e números teatrais; a Piba é a capivara zabumbeira, a mais atrapalhada e engraçada, está sempre confusa e fazendo os outros rirem; o Lango é o calango tocador de triângulo, estudioso e falante, fã das personalidades do sertão, está sempre contando um causo novo; o Papa é um preá que gosta da natureza e da espiritualidade, tem a voz mansa, é calmo e amante das coisas simples. É o cozinheiro da turma; e a Lina é a galinha de estimação da turma, comilona e adora pipoca.

Rafael ressalta a importância do projeto para a educação musical das crianças: “O Bode Bé é a personificação de um sonho de pai, que queria que seu filho pudesse ouvir músicas com nosso jeito e nosso sotaque, além das opções adultas. Sempre me levava para algum lugar de desconforto ouvir filhos dos amigos falando com sotaque sudestino devido à grande influência dos desenhos animados e programas de TV, em sua ampla maioria dublados por atores do sudeste brasileiro. O Brasil é muito mais plural que isso, e a região Nordeste tem muita riqueza cultural para ficar tão à margem do desenvolvimento das nossas crianças. Elas merecem ter uma referência, um herói, um boneco que seja, que fale como elas e seus pais, que cante em ritmos tradicionais, como o forró, baião, frevo, maracatu, axé, samba-reggae, e que possa ajudá-las no percurso de cada desenvolvimento individual, fortalecendo o orgulho que temos das nossas raízes e da nossa cultura.”

O projeto “Bode Bé” foi viabilizado graças ao Programa Djalma Maranhão de Incentivo à Cultura, da Prefeitura do Natal, com patrocínio da Unimed Natal e do Colégio CEI.

SERVIÇO:

Bode Bé

Novo vídeo: Sexta-feira, 11 de fevereiro

Canal: https://www.youtube.com/c/BodeBé/

Siga: @bodebeoficial

PORTFÓLIO EQUIPE BODE BÉ

UMA IDEIA E SEUS SONHADORES: somos uma produtora de vídeos animados e musicados em construção, batizada de Vixe-Versa, composta por quatro fundadores:

Juliana Linhares, cantora, atriz, diretora e roteirista, formada em Direção Teatral pela UNIRIO, com trabalho prévio há cerca de 10 anos como vocalista da banda Pietá, tendo lançado dois discos com o grupo. É vocalista do projeto Iara Ira, considerado um dos melhores shows de 2016 pelo O Globo e com álbum lançado em 2019 pelo selo Joia Moderna. Em março de 2021 lançou o aclamado álbum “Nordeste Ficção”, com participações de Zeca Baleiro e Letrux. Tem experiência como atriz em teatro infantil, com as peças Dinossauros e Pelancas e, Contos Partidos de Amor. Trabalhou como atriz em A Ópera do Malandro, junto à Barca dos Corações Partidos, e em Gabriela, um musical com direção de João Falcão; Esteve ao lado de Angel Vianna em O Tempo Não Dá Tempo e compõe o elenco de Contos Partidos de Amor, entre outros projetos.

Rafael Barbosa, médico oftalmologista, com especialização em Retina e Vítreo e Neuroftalmologia pela USP-SP, com Doutorado em Ciências pela USP-SP, atuando atualmente como Professor Adjunto A da Universidade Federal do Rio Grande do Norte no Departamento de Cirurgia na disciplina de Oftalmologia. Além de clinicar e realizar cirurgias oftalmológicas em consultórios no município de Natal é cantor e compositor, tendo um viés do cuidado em saúde para suas contribuições artísticas, pesquisando a influência da visão e dos estímulos visuais no desenvolvimento infantil, pensando no desenvolvimento infantil de forma mais científica.

Beto Lemos, músico, multi-instrumentista, produtor musical e arranjador natural de Juazeiro do Norte, Ceará, com experiência em produção musical, em especial com foco em música nordestina, membro do reconhecido grupo de teatro “Barca dos Corações Partidos”. Músico, arranjador e diretor musical da adaptação de João Falcão para o musical “Ópera do Malandro” (Chico Buarque e Ruy Guerra), ao lado de Chico César e Alfredo Del-Penho foi responsável pela trilha sonora do musical “Suassuna – O auto do Reino do Sol” (2017), sendo vencedores do “Prêmio Shell”, “Prêmio Cesgranrio” e “Prêmio Botequim Cultural”, na categoria “Melhor Direção Musical”, em 2018, foi vencedor, ao lado de Alfredo Del-Penho, do “Prêmio Cesgranrio de Teatro” na categoria “Melhor Direção Musical”, pelo espetáculo “Auê”, além das participações em “Macunaíma” com direção de Bia Lessa, no musical “Gonzagão” e direção musical de “Jacksons do Pandeiro”.

Miguel Carvalho é ilustrador, autor, roteirista e professor e vem ao longo de sua trajetória pesquisando e produzindo narrativas não verbais. Pela formação em Comunicação Visual (UFRJ), Especializado em Literatura Infantil (UFF), Mestre em Design (PUC-Rio), seu foco principal de pesquisa e produção é a narrativa por imagens. Nesse percurso são 16 livros publicados, 10 filmes produzidos, participações em festivais e prêmios nacionais e internacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Projeto “A Tampinha Legal” já entregou 14 cadeiras de rodas e será ampliado em 2022

Governo regulamenta Fundo para financiar prevenção e controle de danos causados por drogas no RN