Todas as mulheres em mim estão cansadas

A notícia do médico anestesista que foi preso em flagrante nessa segunda-feira (11) por cometer estupro durante um parto no Hospital Estadual da Mulher, em São João de Meriti, no estado do Rio de Janeiro, é mais um soco na cara de cada mulher nesse país.

É um absurdo que um momento normalmente tão esperado como a chegada de um filho seja transformado num verdadeiro horror.

Mulheres são estupradas, agredidas, caluniadas e assediadas de todas as formas todos os dias. Não é a roupa que usamos, não é o que fazemos, não é sobre competência e muito menos sobre desejo. É violência pura e simples. É achar que nós mulheres somos ‘patrimônio’ dos homens e devemos subserviência.

Somos estupradas, agredidas, caluniadas e assediadas de todas as formas todos os dias por pais, irmãos, padrinhos, vizinhos, chefes, colegas de trabalho, médicos, religiosos, agentes de segurança, desconhecidos.

Chega!

Na edição de junho da revista digital Papangu na Rede escrevi sobre isso e como me sinto. Acredito que muitas se sentem assim também. Às mulheres, meu abraço e o chamamento para que lutemos de todas as formas contra toda essa violência. Se não for pela educação – em casa, na escola e na sociedade -, terá que ser de alguma outra forma.  

Todas as Mulheres

Todas as mulheres do mundo pode até ser nome de filme e série, mas é algo muito sério quando a gente pensa que todas nós sofremos apenas por ser mulher.

Todas as mulheres em mim estão cansadas, diz a poeta afro-americana Nayirrah Waheed. Estamos mesmo. Cansadas de violência, de abuso, do desrespeito, de cagarem regras por nós e para nós, de julgamentos, de opressão, de sentir medo, de assédio, de trabalho doméstico, de acharem que não somos capazes, da imensa carga mental que é ser mulher.

Todas as mulheres do mundo vivem em mim e há dias em que é difícil demais levantar. Há outros em que é quase impossível dormir.

Todos os dias.
Todas as mulheres.
Tudo em mim.

Ilustração: Freepik

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

Inadimplência bate recorde e atinge 66,6 milhões de brasileiros em maio

Inscrições para competição de trekking urbano vão até esta quinta-feira (14)