Projeto de ocupação artística do Complexo Cultural Rampa captou apenas 38% dos recursos

A Fase II do projeto Rampa – arte museu paisagem, aprovada na Lei Câmara Cascudo em 2021, fechou o ano sem a captação total dos recursos previstos no valor de R$ 6.479.267,00. O volume captado em 2021 foi de R$ 2,5 milhões de reais, o equivalente a cerca de 38% do montante total.

Agora, a meta da Casa da Ribeira, responsável pela ocupação artística, é captar o valor em falta. A expectativa é garantir, junto a empresas, investimentos em patrocínio que permitam a implementação do Complexo Cultural.

Com o processo de captação ainda em andamento, a previsão de inauguração passa para o segundo semestre de 2022. Os núcleos de trabalho (arquitetura, planejamento, comunicação, administrativo e museológico) seguem em atividade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

FIART segue em exposição até domingo (06) em Natal

Muído Potiguar segue trazendo as histórias dos bairros de Natal