Clientes festejam dia do “caloteiro” e “roubadas” no Bar do Pedrinho

Cefas Carvalho, do Típico Local

A modernidade trazida pela internet com formas automáticas de lançar a conta e de possibilitar pagamento com cartão por aproximação e sistema Pix afetaram tradições lendárias da relação entre donos de bares e clientes antigos, como o hábito de ‘beber fiado’, ‘fazer um prego’ ou seja consumir para depois pagar. Mas especificamente no Bar do Pedrinho (também conhecido como Bar do Nélio, nome do atual dono do estabelecimento) esse comportamento não apenas é cotidiano e aceitado como domina as relações entre fregueses e proprietário. Mais que isso: Frequentadores do bar farão duas festas nesta reta final de ano tanto para celebrar a fama de Nélio Costa de supostamente errar as contas (sempre para mais, segundo eles) como para reunir os devedores e devedoras do bar numa confraternização de ‘caloteiros’ que tentarão dar cabo do caderno onde as dívidas estão anotadas.

Banners divertidos contam com participação de clientes “fieis”

“Começou como uma brincadeira. Eu e um grupo de frequentadores do Bar do Pedrinho dissemos que faria uma festa no dia 30 para reunir os devedores, aí começamos a fazer artes e vídeos bem humorados para brincar com as supostas dívidas e resolvemos contatar Manu de Olinda, que aceitou fazer um show. Convencemos Nélio a aceitar a festa desde que fosse na parte da tarde. Às 15h da quinta-feira, portanto teremos essa confraternização de amigos e amigas, tudo com música e bom humor”, explica Tárcio Fontenele, assessor sindical e frequentador do bar há vinte e cinco anos. 

Segundo Tárcio, o formato será um palco improvisado com apresentação musical e as confrarias que frequentam o local preparam camisetas para sortear e distribuir, além de possíveis surpresas envolvendo Nélio.

“Ele já está preparando a promoção Cerveja Clonada, na qual você bebe uma e ele anota duas para você pagar”, diverte-se Tárcio. Ele registra que muita gente vem participando da brincadeira gravando vídeos ´indignados` com Nélio. Entre eles o artista plástico Espedito Assis, o cantor e compositor Babal, o multiartista Cabrito, além de jornalistas e profissionais liberais. Para a programação do dia 30 a atração é o cantor Manu de Olinda tocando grandes clássicos da MPB e do rock. 

Nélio e alguns “devedores” de sua implacável caderneta dos fiados. Revanche será em dose dupla

Já na quarta dia 29, o evento é organizado pelos produtores Dorian Lima e Raquel Lucena e tem o nome de “A última roubada do ano”, fazendo menção justamente à fama de Nélio de, digamos, majorar as contas.  

“O evento em si é na realidade a Festa de Confraternização com os artistas e os Curadores e produtores da exposição Em Torno do Beco, recentemente realizada na Funcarte, mas, que é aberta a participação de qualquer pessoa”, assinala Raquel. Também haverá sorteio de obras e surpresas com o dinheiro revertido para o sambista Zorro, que está precisando no momento. O show ficará a cargo de Herik e The Invisible Band.

FIQUE LIGADO

Quarta dia 29: Confraternização da equipe do Em Torno do Beco e encontros dos que se sentem roubados por Nélio.Horário: Das 14h às 20Show: Herik e The Invisible Band.


Quinta dia 30: Encontro dos Devedores e Devedoras de Nélio  Horário: Das 15h às 20h. Show: Manu de Olinda

Onde fica: Rua Vigário Bartolomeu, 540 – Cidade Alta, Natal (ao lado do Camelódromo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Patrulha Maria da Penha chega a Mossoró e ao Seridó

Exposição “A arte bruta e naif de Iaperi Araújo” começa hoje (29) na Pinacoteca do Estado