Governo do RN envia Bombeiros e helicóptero para auxiliar vítimas das chuvas na Bahia

Duas rachaduras na Barragem do Quati, no curso do Rio do Peixe, no povoado de Pedro Alexandre, na divisa da Bahia com Sergipe, estão causando inundações de áreas e bairros do município de Coronel João Sá, a 30 km da barragem.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte enviou um helicóptero e equipes de salvamento para ajuda humanitária na tragédia que se abate sobre a Bahia.

Embarcaram na madrugada desse domingo (26) 10 policiais do Ciopaer e 8 bombeiros; helicóptero, 3 picapes e dois botes com motor para salvamento.

A região do sul da Bahia vem sofrendo com as fortes chuvas do último mês. Ao menos 19 cidades estão sendo atingidas e 66 continuam em estado de emergência.

Ontem, o governador do estado, Rui Costa, determinou a instalação de uma base de apoio em Ilhéus e, hoje (26), deve sobrevoar as áreas mais atingidas na região. O governo federal também está envolvido nas ações de socorro, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil e outros órgãos, e vai enviar combustível, aeronaves e agentes para apoiar a operação.

Até a tarde de sexta-feira (24), a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado e as prefeituras dos municípios atingidos registraram 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados pelas inundações. O número de feridos é de 286 e a população total atingida chega a 378.286. O total de mortos pelas enchentes é de 17 pessoas. Duas barragens romperam nesse sábado, o que deve aumentar o número de vítimas.

A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de mais chuva até a próxima terça-feira (28) e o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) mantem o alerta de risco de novas inundações e deslizamentos de terra na Bahia.

Com informações da Agência Brasil

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Palácio dos Esportes completa 58 anos nesta segunda-feira (27)

72 municípios da Bahia estão em situação de emergência