Últimas histórias

  • Sobre

    Detran vai implantar radares em 76 faixas de rodovias que cruzam Natal

    O plano do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) de ampliar a segurança viária nas rodovias estaduais que integram o fluxo de veículos de Natal ganha reforço com o sistema de fiscalização eletrônica que deve monitorar 76 faixas de rolamento situadas nas avenidas Engenheiro Roberto Freire (RN 063), Via Costeira (RN 301), Rota do Sol (RN 063), Av. João Medeiros Filho (RN 302) e o prolongamento da Av. Prudente de Morais.

    A licitação para contratação da empresa de fiscalização eletrônica foi concluída e serão instalados equipamento modernos de monitoramento, compreendendo Controlador Eletrônico de Velocidade (CEV), que age disciplinando a velocidade máxima estabelecida na via, Redutor Eletrônico de Velocidade (REV), responsável por monitorar pontos onde a velocidade deve ser reduzida abaixo do que se estabelece o padrão da rodovia, e o Controlador Eletrônico Misto (CEM), que funciona fiscalizando avanço de sinal vermelho, parada sobre faixa de pedestre e velocidade ao passar pelo cruzamento.

    O diretor geral do Detran, Jonielson Pereira, lembrou que as rodovias que vão receber equipamentos eletrônicos de velocidade se encontram bem sinalizadas e com asfalto em boas condições de tráfego, tornando as vias seguras para circulação, porém a necessidade da fiscalização eletrônica foi apontada quando se analisa os índices de acidentes.

    “Percebemos que mesmo com sinalização horizontal e vertical eficientes, e com pista de rolamento em bom estado, alguns condutores insistem em desrespeitar, principalmente, os limites de velocidade, o que pretendemos inibir com a fiscalização eletrônica, trazendo mais segurança para condutores e passageiros”, ressaltou o diretor do Detran.

    O coordenador de Operações do Detran, Francisco Navegantes, ressaltou que os equipamentos serão instalados nos pontos onde existe maior incidência de acidentes e desrespeitos às normas de conduta estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e que estão disciplinando essas áreas onde a circulação de veículos é intensa, o que pede mais atenção e respeito às regras de tráfego por parte dos condutores.

    De acordo com o engenheiro do Detran, José Adécio Filho, a previsão de instalação e funcionamento completo de todos os radares é de até o final deste primeiro semestre, porém o esforço da Coordenadoria de Operações do Detran é de concluir o sistema bem antes desse prazo. “Nossa meta é deixar, ainda neste primeiro semestre, essas cinco rodovias que integram Natal com mais segurança”, disse.

    As rodovias estaduais do Rio Grande do Norte estão sem fiscalização eletrônica desde 2012, quando o último contrato assinado perdeu a validade legal. Os locais para instalação dos radares foram escolhidos em análise realizada pela Coordenadoria de Operações e o setor de Estatística do Detran, que avaliou as maiores incidências de acidentes de tráfego.

  • Sobre

    Pau dos Ferros oficializa municipalização do trânsito

    Com o desenvolvimento de Pau dos Ferros e o grande fluxo diário de veículos e pessoas na cidade, a Prefeitura oficializou, na última semana, a integração de Pau dos Ferros ao Sistema Nacional de Trânsito, que foi reconhecida através de Portaria da Secretaria Nacional de Trânsito (SENATRAN).

    A municipalização resulta na gestão do trânsito da cidade de forma completa, assumindo integralmente a responsabilidade pela engenharia, fiscalização, educação, levantamento, análise e controle de dados estatísticos, além da criação da Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI). Contudo, permite que a cidade tenha avanços significativos na segurança do tráfego como também na mobilidade urbana. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entende que deve haver uma divisão de responsabilidade sobre o trânsito entre órgãos federais, estaduais e municipais.

    A prefeitura torna-se responsável pelo planejamento, projeto, operação, fiscalização e educação de trânsito, não apenas no perímetro urbano, mas também nas estradas municipais. Assume também as questões relacionadas ao pedestre, à circulação, ao estacionamento, à parada de veículos e à implantação da sinalização, atendendo de forma direta as necessidades da comunidade. O trânsito possui uma complexidade e não é feito só de automóveis, motocicletas ou caminhões, ele também promove um tratamento especial para a circulação segura dos pedestres, ciclistas ou carroças.

    Um dos pontos mais importantes na municipalização do Trânsito é salvar vidas através de uma cidade bem sinalizada e uma fiscalização responsável, voltada para o bem estar da População”, explicou o Gerente Executivo de Trânsito, Francisco de Assis Monteiro, que ainda ressaltou que, desde o ano passado, o órgão já vem realizando diariamente ações junto à população de educação no trânsito, já preparando as pessoas para a realidade da municipalização do trânsito e das regras que passarão a ser exigidas.

    Atualmente, o Departamento Municipal de Trânsito de Pau dos Ferros conta com sete Agentes de Trânsito, um Coordenador da Divisão de Engenharia de Tráfego e o Gerente Executivo de Trânsito.