Prefeitura inicia projeto “Vacinando com Natal” em agosto

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal), inicia em agosto a campanha ‘Vacinando com Natal’. O projeto é uma iniciativa permanente do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI) do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) de Natal, que visa trabalhar mensalmente um imunobiológico de rotina, para aumentar a adesão da população à vacinação com esse imunizante. A primeira vacina será a de Febre Amarela, sendo o tipo vacinal de escolha nos meses subsequentes de acordo com os índices de cobertura mais baixos, que apresenta adesão mais preocupante.

A partir de 01 de agosto todas as unidades básicas de saúde do município, bem como os pontos extras, estarão abastecidos com o imunobiológico contra a Febre Amarela, disponível para: crianças que completaram 09 meses e ainda não tomaram a primeira dose; crianças que completaram 04 anos e não tomaram a dose de reforço; e pessoas de 05 a 59 anos não vacinadas, com apenas uma dose ou nenhuma dose registrada. A previsão do Dia D é 06 de agosto (sábado), tendo a participação de todas as unidades de saúde das 08h às 12h, e pontos extras de vacinação conforme horário de costume.

Ainda entre os públicos, não podem se vacinar: crianças com menos de 09 meses, mulheres amamentando crianças menores de 06 meses de idade, pessoas com alergia grave a ovo, pessoas que convivem com HIV e que têm contagem de células CD4 menor que 350, usuários em tratamento de quimioterapia/radioterapia, portadores de doenças autoimunes e pessoas submetidas a tratamento com imunossupressores (que diminuem as defesas do corpo). Quem já concluiu o esquema vacinal, não precisa tomar a vacina novamente, pois ela é válida por toda a vida.

“Diante das baixas coberturas nas vacinas de rotina e o risco de retorno de doenças que são imunopreveníveis, criamos esse o projeto chamado “Vacinando com Natal”, onde todo mês uma doença será elencada para esclarecer riscos e formas de prevenção através da vacina. A primeira semana do mês sempre terá um Dia D como forma de abertura sobre o assunto e também uma estratégia de ampliar a cobertura vacinal”, indica Vaneska Gadelha, Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal.

Sobre a Febre Amarela

A Febre Amarela é uma doença viral aguda, imunoprevenível, transmitida ao homem e a primatas não humanos (macacos), por meio da picada de mosquitos infectados. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. Em áreas de mata, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes. Já nas áreas urbanas, o vetor do vírus é o Aedes aegypti. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da febre amarela. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida, sendo que a pessoa que recebeu uma dose da vacina antes de completar (5) cinco anos , está indicada a dose de reforço, independentemente da idade que tiver. Essa medida está de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

Lançamento de plataforma educacional voltada para famílias atípicas e profissionais da saúde acontece nesta quarta-feira (27) em Natal

Currais Novos reúne milhares de fiéis em procissão de Sant’Ana