Comitê Feminina publicará livro sobre protagonismo feminino e igualdade de gênero na Justiça potiguar

O Comitê de Valorização Feminina do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte (Feminina) instituiu um grupo de trabalho para elaboração e publicação de um livro sobre o protagonismo das mulheres no ambiente da Justiça potiguar. A intenção é incentivar e divulgar a produção literária relacionada à preponderância da participação feminina no Poder Judiciário através de relatos, depoimentos e informações disponibilizados por magistradas e servidoras.

A equipe é formada por oito componentes e tem entre suas atribuições levantar dados e informações acerca de magistradas e servidoras que exercem atividades relevantes no TJRN, assim como coletar relatos e depoimentos sobre experiências vivenciadas no decorrer de suas carreiras profissionais, envolvendo questões relacionadas à discriminação de gênero.
 
O grupo de trabalho será coordenado pela magistrada Hadja Alencar, juíza auxiliar da Vice-Presidência do TJRN. A composição do grupo inclui também as juízas Tathiana Macedo, Tatiana Socoloski e Cinthia Cibele Medeiros; a jornalista Andreia Ramos, secretária de Comunicação Social; a assessora judiciária da Presidência, Ana Maria Araújo; a chefe de gabinete da Vice-Presidência, Francineide Barbosa; e a bibliotecária Gesiele Farias, da biblioteca Desembargador Mattos Serejo.

A formalização desse grupo de trabalho observa também a Política Nacional de Incentivo à Participação Institucional Feminina no Poder Judiciário, implantada pelo Conselho Nacional de Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

GIPHY App Key not set. Please check settings

MPRN lança projeto que atenderá familiares de vítimas de crimes violentos em Natal

13º Fórum de Turismo debate temas importantes para o desenvolvimento do setor no RN