Festejos juninos de Natal começam nesta sexta (03) com Lia de Itamaracá

Os Festejos Juninos de Natal vão reunir o melhor da música local, quadrilhas juninas, arraiás de rua, festival gastronômico e concursos. Promovido pela Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult-Funcarte), o São João de Natal contempla editais de fomento para arraiais nos bairros, quadrilhas de todas as modalidades e eventos gratuitos ao público. 

O São João de Natal começa nesta sexta-feira, dia 3, a partir das 17h30, no Espaço Cultural Ruy Pereira (Cidade Alta). A atração principal será Lia de Itamaracá,  com os convidados Carlinhos Zens e Zé Hilton.

Além do Centro Histórico de Natal, os Festejos Juninos acontecem também na Árvore de Mirassol, de 17 a 21 de junho, com artesanato, shows musicais e apresentações circenses para a criançada. Além da área externa da Arena das Dunas de 22 a 26 de junho.

Árvore de Mirassol terá programação de 17 a 21 de junho

A programação do São João no Espaço Cultural Marilene Dantas começa no dia 17, com shows de Gilson Cavalcante e Selminha, a partir das 19h. No dia 18 de junho  tem João da Banda e Arte Circense com o espetáculo do palhaço Maçaroca e o Mágico Ryan, a partir das 17h30. As atrações musicais da noite serão Kanelinha e Panka de Bakana, a partir das 19h.

No domingo dia 19 tem João da Banda e Arte Circense a partir das 17h e shows de Nailson e Trancelim. Na segunda-feira dia 20 é a vez de Nara Costa (19h) e fechando as atrações musicais no dia 21 tem Jakcson Balai de Gato, às 19h.

Arena das Dunas terá festejos de 22 a 26 de junho

Na Arena das Dunas, no dia 22, tem Festival Gastronômico Junino e o Festival “Faz Mais Elino”, com shows de Leão Neto (19h), Concurso de Marchinhas (20h) e Rodolfo Amaral (21h) e Forró NaManha (22h). 

No dia 23 de junho, shows de Nailson (18h), Rodolfo Lopes (19h30), e Jaina Elne (21h30). Na sexta-feira, dia 24, é a vez de Bira Santos (18h), Roberto do Acordeon (20h), Yrahn Barreto (22h) e Padre Caio. No sábado (25) sobem ao palco Zé Hilton (18h), Luizinho Nobre (22h) e Khrystal. E no domingo (26) shows de Deus Nordestina do Forró (18h), Hugo & Heitor (20h) e Circuito Musical. 

“O São João de 2022 foi planejado para atender as programações dos bairros com incentivos aos arraiais e numa outra ponta incentivar as quadrilhas juninas que se apresentam na Arena das Dunas dentro do Festival de Quadrilhas, além de trazer a Natal um nome representativo como Lia de Itamaracá para fazer a abertura no Centro Histórico”, explica o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão.

Incentivos  

A Prefeitura do Natal lançou no último dia 13 de maio seleções públicas voltadas para os Festejos Juninos num investimento total de R$ 517 mil  para atender arraiás de rua e quadrilhas juninas. 

O edital apoia financeiramente até 18 Quadrilhas Juninas, sendo seis Quadrilhas do Município de Natal, outras dez da região metropolitana, uma Quadrilha Junina Infantil e uma Cômica do município de Natal. Além das quadrilhas, o edital premia financeiramente Rainhas (2), Casais de Noivos (2) e Marcadores (2). 

“O Festival de Quadrilhas Juninas é uma tradição que leva mais de três décadas. Atende o segmento e brinda uma super estrutura para apresentação no pátio da Arena das Dunas”, comenta o Secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão. 

A outra seleção pública é voltada para apoiar 40 Arraiás de rua em Natal. Cada selecionado irá receber R$ 5 mil de apoio financeiro para poder realizar os festejos na rua do seu bairro. Os arraiás selecionados deverão acontecer no período de 15 de junho até 30 de julho de 2022.

Lia de Itamaracá

Atração principal da abertura dos festejos juninos, Maria Madalena Correia do Nascimento, a Lia de Itamaracá, é um ícone da Ciranda e da Cultura Nordestina. O apelido de infância virou nome artístico e acrescentou a ele a paixão pela terra onde nasceu e vive até hoje, Itamaracá, litoral norte de Pernambuco.

Aos 19 anos ela começou a cantar ciranda em festas na areia da praia. Também era cozinheira e trabalhou por quase 30 anos numa escola municipal. 

Sua fama veio nos anos 1970, quando gravou seu primeiro disco com uma música que se tornou praticamente um hino a si mesma: “Eu Sou Lia”. A letra faz referência a ela como mulher “da beira do mar”, “morena, queimada do sal e sol da Ilha de Itamaracá”. 

Lia é Patrimônio Vivo de Pernambuco e na sua longeva carreira fez apresentações marcantes em palcos como o festival Abril Pro Rock. Além da música, a Rainha da Ciranda — como é conhecida a mulher imponente e carismática, de voz marcante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Inverno no semiárido potiguar tem chuvas 21,4% acima do esperado

MPRN aciona Mossoró para que verba de shows de Wesley Safadão e Xand Avião seja destinada para a educação especial