Natal realiza a II Conferência Municipal da Igualdade Racial

Com o tema “Enfrentamento ao Racismo e às Outras Formas Correlatas de discriminação Étnico-Raciais e de Intolerância Religiosa: Política de Estado e Responsabilidade de Todos Nós”, a Prefeitura de Natal promove nos dias 18 e 19 de março a II Conferência Municipal da Igualdade Racial, que reunirá as organizações da sociedade civil do movimento negro de Natal, como também representantes do poder público, com o intuito de promover debates e fomentar as políticas públicas para população negra natalense e seus diversos segmentos. O evento acontecerá no auditório do Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure) e os interessados podem se inscrever aqui.

Sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Igualdade Racial, Direitos Humanos, Diversidade, Pessoas Idosas e Pessoas com Deficiência (Semidh), a conferência deve primar pela qualidade dos debates, a garantia de um processo democrático, respeito à autonomia, pluralidade e pela representatividade dos segmentos sociais, dentro de uma visão ampla e sistêmica das questões relacionadas à política de promoção da igualdade racial.

A secretária da Semidh, Yara Costa, explica que na oportunidade serão eleitos dezoito delegados que irão representar o Município de Natal na Conferência Estadual prevista para ser realizada em abril. A escolha dos delegados deverá respeitar A escolha dos delegados deverá respeitar as seguintes regras: Paridade de gênero (50 % masculino e 50% feminino) ; 60% dos componentes serão oriundos da sociedade civil e os 40% do poder público municipal; Recorte étnico-racial (50% para negros e outras etnias).

“Teremos a oportunidade de ouvir todos os segmentos ligados ao tema como povos de terreiros, povos das águas, juventude negra, ciganos, além de outros movimentos. É uma excelente oportunidade para debatermos essa realidade discriminatória que infelizmente ainda está muito presente na sociedade. Eventos como esse ajudam a construir políticas públicas mais efetivas que vão contribuir para combater essas situações. Esperamos a participação de mais de 200 pessoas nesse momento de construção de ações concretas com todos juntos e prontos para resistir e lutar contra toda e qualquer forma de preconceito”, destacou a secretária Yara Costa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Plano de Cargos, Carreira e Remuneração da UERN é aprovado na CCJ por unanimidade

Etapa Natal do Circuito Sesc de Corridas segue com inscrições abertas até abril