Complexo Cultural Rampa e UFRN firmam parceria para lançamento de livro sobre Augusto Severo

O mês de maio marca 120 anos do encantamento de Augusto Severo, expoente norte-rio-grandense, político, jornalista, inventor e aeronauta de relevância internacional e a realização do seu invento mais ousado, o Pax, dirigível que explodiu em Paris durante seu primeiro voo experimental. Com o objetivo de recuperar essa memória histórica e tornar ainda mais conhecido esse personagem, diversas parcerias e homenagens estão em curso. Uma delas envolve o Complexo Cultural Rampa e a UFRN, com a publicação do livro “Os balões de Augusto Severo”, do escritor Rodrigo Visoni.

As tratativas para essa parceria foram firmadas por Gustavo Wanderley, curador do projeto Rampa – arte museu paisagem e pela professora  Ângela Paiva, coordenadora do Parque Científico Tecnológico do Rio Grande do Norte Augusto Severo (PAX/UFRN), em reunião realizada no último dia 11, exatamente exatamente quando se celebrava os 158 anos do nascimento de Augusto Severo. O encontro capitaneado pelo vice-governador do Estado, Antenor Roberto, contou com diversas entidades ligadas ao tema.

A publicação do livro deverá ser a primeira do selo Rampa Edições, do projeto Rampa – arte museu paisagem, em parceria com a Editora da UFRN e projeto PAX. Com abertura prevista para o primeiro semestre de 2022, o espaço Complexo Cultural Rampa, em Santos Reis, está na fase de criação do acervo e do programa educativo.

Segundo Gustavo Wanderley, curador do Rampa – arte museu paisagem – , apoiar esse tipo de obra está diretamente relacionado ao propósito do complexo, que além de abrigar exposições de arte, quer oportunizar o desenvolvimento humano e de novas ideias. “Mais do que revelar um homem que inventou uma máquina, falar de Augusto Severo é falar de um jovem inquieto que conseguiu imaginar-se voando. Com essa publicação, queremos impulsionar a memória de alguém que sonhou e conseguiu. Queremos pensar e fomentar a potência do sonho, a potência do realizar”, explica o curador.

Resultado de anos de pesquisa, o livro “Os balões de Augusto Severo”, de Rodrigo Moura Visoni, é ricamente ilustrado e resgata a vida e a obra de Augusto Severo de Albuquerque Maranhão, que foi concorrente de Alberto Santos Dumont na busca pela dirigibilidade aérea. Augusto Severo foi o projetista dos dois primeiros dirigíveis semirrígidos do mundo, o Bartholomeu de Gusmão (1894) e o Pax (1902), e inventor de novos tipos de motores e engenhos aéreos.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Projeto de Jean Paul Prates para conter alta dos combustíveis deve entrar na pauta do Senado

Assembleia Legislativa registra maior número de leis sancionadas nos últimos 20 anos