Hospital da Mulher terá gestão compartilhada entre a Uern e a Sesap

As obras do Hospital Regional da Mulher “Maria Parteira” têm conclusão prevista para junho deste ano. O equipamento de saúde, que está sendo construído próximo ao Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), em terreno doado pela Instituição, beneficiará a população de Mossoró e de outros municípios do Oeste Potiguar na rede de atenção à mulher e materno-infantil.

Com um investimento aproximado de R$ 120 milhões, coordenado pelo Governo Cidadão com financiamento do Banco Mundial, o Hospital da Mulher será o maior equipamento do SUS no estado e terá uma cogestão inicial entre Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e Uern. “A Uern ficará responsável pela gestão dos processos acadêmicos e a Sesap com a administração direta, gestão de pessoal e contratos”, explicou o secretário da Saúde, Cipriano Maia nessa segunda-feira, 10.

De acordo com o secretário, a ideia é de que os serviços do hospital, modulado para atender uma área com mais de 60 municípios potiguares, sejam colocados em funcionamento de forma paulatina.

O Hospital da Mulher está projetado para contar com mais de 160 leitos, com foco na atenção materno-infantil, ginecológica e obstétrica de média e alta complexidade. Até o início de fevereiro, a equipe de gestão fechará o cronograma de implantação dos serviços ao longo de 2022 e 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Micro e pequenas empresas excluídas do Simples têm até o dia 31 para quitar dívidas

Inflação é a maior dos últimos seis anos e fecha 2021 em 10,06%