Terceirização cresce mais de 500% na administração direta dos municípios potiguares

Em 2020, os municípios potiguares possuíam 3.623 pessoas contratadas sob regime celetista na administração direta. Esse número representa um aumento de 508% em relação a 2017 (713 funcionários celetistas). 

Estes dados são da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC), divulgada nesta semana pelo IBGE. A MUNIC faz um levantamento da estrutura administrativa dos municípios brasileiros, registrando ainda informações sobre programas e ações implementadas pelas prefeituras em diferentes setores. 

Ainda em relação ao pessoal ocupado, a pesquisa também indica  uma redução no quadro de funcionários da administração indireta municipal, saindo de 1.658 em 2017 para 785 em 2020. E isto ocorreu mesmo com o aumento do número de municípios que possuíam esse tipo de estrutura. Eram 22 prefeituras que contavam com administração indireta, passando a 28, de acordo com esse novo levantamento. 

A cada ano a MUNIC investiga temas específicos relacionados à atuação dos governos municipais, reaplicando os questionários após quatro anos. Isto permite a identificação de mudanças nas estruturas das prefeituras, bem como nos programas e ações que elas executam.

Neste ano, além do questionário de Recursos Humanos (único que é aplicado em todos os anos), a MUNIC investigou os seguintes temas: agropecuária, meio ambiente, transporte, habitação, gestão de risco e COVID 19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Prova de vida de servidores federais deve ser feita até 31 de dezembro

Câmara debate propostas do Plano Diretor para a zona Norte de Natal