Sebrae propõe alternativa para empresas e residências reduzirem conta de luz

Quando um ar condicionado fica ligado em um ambiente por apenas quatro horas por dia, vai gerar um consumo de cerca de 100 quilowatt (kW) por hora durante o mês, considerando que o equipamento tenha uma potência de 12 mil BTU. Isso já representa quase um terço da média que uma residência brasileira consome ao longo de 30 dias, que é de 157,9 kWh. Imagine em um ambiente corporativo a quantidade de equipamentos diferentes que precisam ser acionados para manter as operações da empresa. A conta de energia no fim do mês vai às alturas, ainda mais com a Bandeira Vermelha 2, que é a mais cara em vigência no Brasil (R$ 9,492 por 100 kWh), devido à escassez hídrica. 

Além do uso racional da eletricidade, uma das alternativas para o consumidor, sobretudo o empresarial, minimizar esses altos valores é adotando um sistema de geração própria e se preservar das oscilações tarifárias a longo prazo. E uma das melhores opções é adotar a energia solar fotovoltaica, uma fonte renovável e limpa de energia. A viabilidade, os custos e os detalhes desse sistema poderão ser verificados durante uma ação que o Sebrae no Rio Grande do Norte vai promover para apresentar a energia solar como solução para reduzir custos de um insumo essencial para o funcionamento de qualquer negócio. 

Trata-se da Rodada de Negócios RN Solar, que vai reunir 25 empresas que atuam nessa cadeia produtiva para tirar dúvidas e negociar com os consumidores interessados nesse tipo de sistema. O objetivo é facilitar o acesso a esse tipo de serviço, reunindo as principais representações que operam no estado, para facilitar a negociação para instalação e manutenção desse tipo de fonte de eletricidade. A rodada será realizada no dia 2 de dezembro, das 14h às 18h, na sede do Sebrae, em Natal. Os interessados em saber mais e participar do evento podem se inscrever pelo site https://material.rn.sebrae.com.br/rodada-de-negocios-rn-solar/.

“A proposta da Rodada de Negócios RN Solar é ajudar empresários – e consumidores residenciais também – a verificar a viabilidade da energia fotovoltaica, colocando esses consumidores frente a frente com empresas do setor que já são atendidas pelo Sebrae, dando confiança a essa negociação”, explica a coordenadora da rodada, a analista técnica do Sebrae-RN, Maezia Teodora. Segundo ela, a ideia é gerar negócios para essas empresas, que participam da jornada de capacitação Trilha RN Solar, e, ao mesmo tempo, dar oportunidade ao consumidor economizar na conta de luz, apostando em uma fonte de energia limpa e renovável.

Dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) indicam que o país possui atualmente 659.758 sistemas fotovoltaicos instalados, sendo mais de 75% em unidades residenciais. A adoção dessa fonte pelas empresas ainda é considerada baixa. Daí o esforço do Sebrae para estimular a opção por essa fonte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Funcarte abre seleção pública “Cine Natal 2021” para apoio financeiro a filmes e curtas

Som da Mata retoma apresentações presenciais no Parque das Dunas neste domingo (14)