Morada da Paz não terá celebrações religiosas para evitar aglomerações

O cemitério e crematório Morada da Paz, empresa do Grupo Morada, estará de portas abertas à visitação do Dia de Finados, 2 de novembro, conhecido também como Dia da Lembrança. Porém, não serão realizadas programações religiosas presenciais ou virtuais na data, como tradicionalmente acontecem todos os anos, ainda em decorrência da pandemia de covid-19.

Para acesso ao Morada da Paz, as pessoas deverão estar de máscaras e passarão por aferição de temperatura na entrada. Colaboradores vão orientar o público no interior dos cemitérios a seguir todas as orientações de proteção definidas pelas autoridades de saúde.

“Muitos podem usar essa data para estar mais perto do local em que seu ente querido está sepultado. É um dia a ser valorizado, ainda mais nesse contexto atual, levando em consideração que muitas pessoas irão conseguir realizar sua primeira homenagem neste momento, ainda por causa das limitações a velórios advindas com a pandemia”, explica a psicóloga especialista em luto do Morada da Paz, Mariana Simonetti.

Além das homenagens e orações prestadas durante as visitas presenciais, o Morada reforça a possibilidade de enviar preces, mensagens e flores aos entes queridos já falecidos na plataforma Morada da Memória, de forma on-line e segura. Entre as funções disponíveis, é possível acender a vela virtual, deixar preces e solicitar o envio de flores ao jazigo, além de postagens das lembranças.

Para orientar sobre a localização dos jazigos junto aos visitantes, equipes do Morada da Paz preparam estrutura para realizar atendimento externo no próprio cemitério, auxiliando as famílias durante todo o dia. Outra opção é consultar antecipadamente a localização de jazigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Guarda Municipal de Natal monta operação para garantir segurança nos cemitérios no Dia de Finados

Psicóloga orienta como superar o luto e lidar com a perda