Últimas histórias

  • Sobre ,

    Mossoró alcança 51% da população totalmente vacinada

    Dados do programa estadual RN Mais Vacina apontam que a cidade de Mossoró alcançou 51% da população totalmente vacinada contra a Covid-19. Segundo o levantamento, 155.350 mossoroenses já completaram o esquema vacinal com a 1ª e 2ª doses. Os números mostram resultados positivos do programa ‘Mais Vacina’, desenvolvido pela Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Saúde.

    A vacinação contra a Covid acontece diariamente no município, incluindo os dias de sábado, domingo e feriados. De segunda a sábado, a população tem acesso à vacinação da Covid no Ginásio do SESI, das 8h às 16h, e nos domingos e feriados a vacinação acontece no Ginásio de Esporte Pedro Ciarlini, também das 8h às 16h.

    A população de Mossoró que tem dificuldade de locomoção também tem acesso à vacinação da Covid nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) através do sistema de agendamento. Segundo a secretária de Saúde Morgana Dantas, a vacinação da Covid é disponibilizada também nas UBSs para atender às pessoas que não têm como se deslocar até os ginásios do Sesi ou Pedro Ciarlini. “A população que tem dificuldade de locomoção também pode ser vacinada nas Unidades Básicas de Saúde, basta que faça um agendamento”, explicou Morgana.

    VACINAÇÃO – A imunização contra a Covid continua acontecendo com a administração da 1ª dose, 2ª dose e dose de reforço para todos os profissionais de Saúde que completaram seu esquema vacinal há cinco meses e para os idosos com 60 anos acima que também completaram a vacinação há cinco meses.   

    Desde sexta-feira (22), as doses da vacina da Oxford –AstraZeneca acabaram em Mossoró, portanto, as pessoas que tomaram a primeira dose da Oxford precisam esperar a chegada de uma nova remessa. Segundo o coordenador de Imunizações do município, Etevaldo de Lima, a SESAP não deu nenhuma previsão de quando novas doses de imunizantes contra Covid chegarão a Mossoró.

  • Sobre ,

    RN tem cerca de 170 mil potiguares com atraso na D2

    No Rio Grande do Norte, 169.504 potiguares estão em atraso na aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19. Diante da circulação da variante delta em nosso estado, bem como, da liberação dos eventos de massa e afins no qual é exigido o passaporte da vacina, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta e orienta a população a buscar as salas de vacinação para regularizar o esquema vacinal.

    Até o presente momento, há 44 casos confirmados de pessoas infectadas pela variante delta no estado. A vacina é a forma mais eficaz de prevenir a contaminação e disseminação da doença, além da possibilidade de evitar o desenvolvimento de casos graves e morte.

    A completude do esquema vacinal no Rio Grande do Norte também é exigência para acesso a eventos de massa, sociais, recreativos, conferências, convenções, simpósios e afins com público superior a 300 pessoas, equipamentos públicos e privados, estádios, ginásios, eventos desportivos, cinemas, teatros, salas de concertos, museus. 

    O Decreto Nº 30.940, de 30 de setembro de 2021, estabelece a obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal em conformidade com o calendário de imunização com o objetivo de estimular a adesão da sociedade ao plano nacional de vacinação contra a Covid-19 e garantir um cenário epidemiológico favorável no RN.

    Para ter acesso aos eventos, o público deverá apresentar a comprovação através do aplicativo Mais Vacina,;certificado de vacinas digital disponível na plataforma do Sistema Único de Saúde (SUS) – Conecta SUS; ou, comprovante/caderneta/cartão de vacinação impresso ou papel timbrado, emitido pelas secretárias de saúde.

    De acordo com a plataforma RN+Vacina, 76% da população geral do estado já tomou a primeira dose da vacina contra o coronavírus, equivalente a pouco mais 2,425 milhões de potiguares. E, 47% da população já está totalmente vacinada, ou seja, mais 1,5 milhão de pessoas já receberam a segunda dose ou dose única da vacina contra Covid.

    Boletim Epidemiológico

    O último Boletim Epidemiológico emitido, nessa quarta-feira (06), pela Sesap registra 369.273 casos confirmados, 177.464 suspeitos, 738.903 descartados, 259.995 recuperados, 7.346 óbitos pela Covid-19. Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas.

    Na manhã desta quinta-feira (07), a taxa de ocupação de leitos críticos no RN é de 27,6%; Região Metropolitana – 33,3%; Região Oeste – 20,4%; e, Região Seridó – 6,7%.

  • Sobre ,

    Natal vacina adolescentes de 12 anos ou mais sem comorbidades

    A Prefeitura do Natal iniciou nesta segunda-feira, 27, a vacinação dos adolescentes com idade de 12 anos, residentes na capital. Com isso, o município termina a aplicação da primeira dose em toda população vacinável, uma vez que até o momento não há liberação da Anvisa ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para vacinar pessoas abaixo dos 12 anos. 

    As pessoas dessa faixa etária podem procurar um dos pontos de vacinação para receber a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, mas devem ir acompanhadas dos pais ou representantes legais, sendo necessário o cadastro prévio no RN+Vacina, através do registro de seus responsáveis na plataforma, e levar comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacina.

    A SMS Natal reforça que as pessoas acima de 12 anos, que ainda não foram tomar a primeira dose, se dirijam a um dos drives de vacinação para serem atendidas. A lista com as Unidades Básicas e os pontos de drives e grupos em vacinação, podem ser acessados através do https://vacina.natal.rn.gov.br/ .

    SEGUNDA DOSE

    • CORONAVAC 
      As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru.
    • OXFORD
      UBS do município e todos os drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 17 de julho.
    • Grávidas que tomaram a D1 de Oxford
      As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.
    • PFIZER
      A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta e SESI para quem tomou a primeira dose até 06 de agosto.


    TERCEIRA DOSE
    Pessoas com 90 anos e mais que tenham completado o esquema vacinal, com duas doses, de qualquer imunizante (Coronavac, Oxford ou Pfizer) há pelo menos seis meses, estão aptas a receber a D3. Para isso, as pessoas devem levar o cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência de Natal em qualquer ponto de aplicação da cidade.

  • Sobre ,

    Natal amplia públicos de vacinação contra Covid-19

    A Prefeitura do Natal ampliou os públicos aptos a receber a segunda dose dos imunobiológicos de Oxford e Pfizer nesta quarta-feira (22). Aqueles que receberam a primeira dose do imunizante de Oxford até 17 de julho, além de quem recebeu a D1 de Pfizer até 06 de agosto, vão poder buscar qualquer ponto de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) para concluir o esquema vacinal com a segunda dose.

    Os adolescentes sem comorbidades de 15 anos e mais vão poder iniciar o esquema vacinal, também nesta quarta (22), em qualquer ponto de imunização, acompanhados dos pais ou representantes legais. Esse público deve realizar o cadastro prévio no RN+Vacina através do cadastro de seus responsáveis na plataforma.

    “Lembramos que os demais públicos já contemplados anteriormente, a exemplo de pessoas com comorbidades ou deficientes com 12 anos e mais, também podem buscar um ponto vacinal para receber a primeira dose dos imunizantes com a documentação exigida”, enfatiza o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

    Todas as informações oficiais com públicos em vacinação, documentação, dúvidas frequentes e locais de vacinação podem ser conferidas em vacina.natal.rn.gov.br .

    A vacina dos idosos com a D3 também vai ser ampliada a partir desta quarta (22). Poderão buscar qualquer ponto de aplicação o público idoso com 90 anos e mais, estando com o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única) de qualquer imunobiológico, há pelo menos seis meses.