Últimas histórias

  • Sobre , ,

    Prédio sede da Uern Natal será inaugurado nesta quarta-feira (25)

    A espera pelo prédio sede do Campus da Uern em Natal chegará ao fim nesta quarta-feira (25). A obra, que teve início em 2009, passou cerca de sete anos parada e foi retomada em fevereiro de 2019, será inaugurada, às 9h, pela governadora Fátima Bezerra, chanceler da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Para a retomada da obra, o investimento foi de R$ 733 mil, aplicados na correção da estrutura física e em projeto de acessibilidade.

    O campus de Natal foi fundado em 13 de junho de 2002. A inauguração do novo prédio, na Avenida Dr. João Medeiros Filho, marcará os 20 anos da chegada da Uern à capital, com a proposta de ser a primeira universidade pública na zona Norte, maior e mais populosa região administrativa da cidade.

    Atualmente, com cinco cursos de graduação (Direito, Turismo, Ciência da Computação, Ciência e Tecnologia e Ciências da Religião), o campus de Natal tem cerca de mil estudantes. Mas, com o novo prédio, cuja estrutura tem um piso de estacionamento e três pavimentos com 20 salas de aula, biblioteca, auditório, laboratórios e salas de professores, a Universidade terá capacidade de ampliar a oferta de vagas para três mil alunos, com até mais oito novos cursos de graduação, considerando os três turnos de funcionamento. Esses novos cursos ainda não estão definidos. Eles serão escolhidos com base nas demandas atuais e locais para a zona Norte, e precisam ser aprovados pelos conselhos superiores da Uern.

    “Este é um sonho de anos se realizando. E com esse novo prédio, a Uern também recebe e renova o compromisso de impactar e mudar vidas na zona Norte de Natal, que tão bem nos acolheu desde o princípio”, comentou a reitora Cicília Maia, sobre a inauguração do edifício sede da Uern Natal.

    O Complexo Cultural da Uern (CCUERN), que abrigou os cursos de graduação da Universidade na zona Norte, continuará fazendo parte do campus de Natal, passando a ser espaço inteiramente dedicado às atividades da Escola de Extensão da Uern (EdUCA), que atende a cerca de 1.200 pessoas da comunidade, de crianças a idosos, por semestre, em turmas de dança, música, teatro e modalidades esportivas. No CCUERN, também continuará funcionando o Núcleo de Prática Jurídica, onde os alunos do curso de Direito realizam cerca de mil atendimentos anuais, bem como outras atividades de extensão da Uern em Natal.

    Sobre a Uern

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte está presente em seis municípios, com campi de Mossoró, Natal, Assú, Caicó, Patu e Pau dos Ferros. São aproximadamente 10 mil estudantes em 59 cursos de graduação, que formam, em média, 1.500 profissionais por ano. Em 53 anos de existência, a Universidade já expediu mais de 50 mil diplomas. A Uern também mantém 46 cursos de pós-graduação, sendo 22 mestrados e quatro doutorados.

    Foto: Ricardo Morais/UERN Natal

  • Sobre ,

    E-book sobre Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável no Semiárido será lançado nesta quinta (28)

    Nesta quinta-feira, 28 de abril, o e-book Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável no Semiárido entrará no catálogo da Edições Uern para acesso gratuito. A data para o lançamento da obra foi escolhida por ser o Dia Nacional da Caatinga, criado para promover a valorização e a proteção dessa vegetação exclusivamente brasileira, que se estende pelo Nordeste avançando até o norte de Minas Gerais.

    O e-book consiste em uma obra com 11 capítulos, cada um assinado por professores e pesquisadores da Uern, Ufersa, UFRN, UFCG, UFPB e UFPE, discorrendo sobre temas diversos de interesse e importância para o desenvolvimento socioeconômico da região.

    Desenvolvimento sustentável como necessidade vital para o Semiárido nordestino; impactos e conflitos socioambientais, que surgem em decorrência da instalação de parques eólicos e as contribuições que as políticas de consensualidade podem oferecer; transposição do Rio São Francisco; desertificação; política nacional de resíduos sólidos; incentivos fiscais para o desenvolvimento regional; crise ambiental; gestão dos recursos hídricos na bacia hidrográfica do Rio Piranhas-Açu, e até direito à igualdade de gênero são assuntos tratados no conjunto de artigos.

    “Pelas abordagens de caráter transdisciplinar a assuntos históricos e atuais, essa obra interessa não apenas à comunidade científica, notadamente aos profissionais do Direito e das ciências ambientais, mas também à sociedade em geral, colocando a Uern no centro do debate sobre o desenvolvimento regional sustentável do Semiárido nordestino, através de efetivo intercâmbio de pesquisas e pesquisadores de diversas universidades públicas nordestinas”, avalia o Prof. Dr. Carlos Sérgio Gurgel, do curso de Direito da Uern Natal, organizador da obra, junto com os Profs. Drs. José Irivaldo Alves Oliveira Silva (UFCG) e Talden Farias (UFPB e UFPE).

    Os organizadores e autores se encontram em evento organizado pela professora de Direito Ambiental da PUC-SP, Consuelo Yoshida, sobre os biomas brasileiro. “Na oportunidade, falamos sobre o Direito do Semiárido, dando nossa contribuição a essa discussão. A partir disso, professores de diversas universidades públicas do Nordeste se envolveram neste projeto e transformaram as discussões nessa obra”, explicou o professor Carlos Sérgio.

    O lançamento do e-book será on-line, transmitido pelo canal da UERN Natal no YouTube, a partir das 19h deste dia 28, com a participação dos organizadores e de ao menos um autor de cada capítulo da obra.

  • Sobre , ,

    Uern sediará Feira do Livro de Mossoró 2022

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) sediará a 16ª edição da Feira do Livro de Mossoró, por meio de uma parceria com a Oficina da Notícia, empresa realizadora do evento. O lançamento ocorrerá na próxima quinta-feira, 7, às 10h, em solenidade na Faculdade de Ciências Econômicas (Facem), no Campus Central.

    A Feira ocorrerá entre os dias 03 e 06 de maio, com boa parte das atividades sendo realizada nas dependências da Facem. A edição deste ano marcará também a retomada, pelo Governo do RN, do programa Cheque-Livro, destinado às escolas da rede estadual de ensino.

    Entusiasta da parceria, a reitora da Uern, Cicília Maia, enalteceu a junção de forças entre a Universidade, Governo e a organização da feira, para retomada de um evento tão importante no calendário da cidade.

    “A Feira do Livro é um evento que não pode desaparecer. Precisamos estimular, apoiar. Por isso a Universidade sentiu-se tão feliz ao ser procurada para sediar esta edição. Com certeza, teremos um papel importante em toda a programação, assim como na atração de público para as atividades que serão realizadas”, comentou.

    Rilder Medeiros, jornalista e organizador do evento, diz que este é um novo momento na história do evento. “Podemos dizer que a Feira do Livro de Mossoró está renascendo. Depois de dois anos sem realizá-la por causa da pandemia, conseguimos, com o envolvimento da Uern e do Governo do Estado, trazer de volta um dos principais eventos literários do Nordeste. Com a 16ª edição, a Feira do Livro de Mossoró começa agora em 2022, um novo capítulo da sua história. Esperamos poder contar com a visitação e o engajamento de sempre da população mossoroense e região”.

    A Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Uern prestará apoio à organização, contribuindo no desenvolvimento da programação e elaboração de atividades que envolvam a comunidade acadêmica.

    Em quinze edições, a Feira já reuniu mais de 800 mil visitantes, trazendo a Mossoró nomes ilustres da literatura brasileira.

  • Sobre

    Série “Vozes do Semiárido” vai contar as histórias de homens e mulheres da Agricultura Familiar

    Muitas histórias de vida retratadas através da memória da convivência com o Semiárido. As “Vozes do Semiárido” vão ganhar as telas. Em evento realizado na manhã desta terça-feira, 29, no campus da UERN de Mossoró, com a presença da governadora Fátima Bezerra, foi feita a apresentação do teaser da produção audiovisual genuinamente potiguar.

    Produção do Laboratório de Narrativa Hipermídia (HiperLAB/UERN) e da UERN TV, executada através de convênio firmado com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar, o “documentário vai ressaltar as histórias de homens e mulheres da Agricultura Familiar, reforçando a parceria entre governo do Estado e a UERN”, disse o secretário da Sedraf, Alexandre Lima.

    “Vozes do Semiárido nasce para ser uma série que mostre as histórias do semiárido na perspectiva de um semiárido com vida, desmistificando aquela imagem que parte da mídia de que o semiárido é sinônimo de seca e de fome. Ao contrário, vamos mostrar que o semiárido é sinônimo de vida, de convivência com o semiárido, de tecnologia e de criatividade”, esclareceu o professor do curso de Jornalismo, Esdras Marchezan, um dos coordenadores do projeto de extensão.

    Em duas temporadas, com seis episódios de sete minutos cada uma, a série vai mostrar histórias de pessoas que vivem no semiárido potiguar e atuam de diversas formas pela sustentabilidade da vida na região. O lançamento da primeira temporada está previsto para o final de abril. 

    A série é uma das ações do projeto de extensão Vozes do Semiárido, coordenado pelos professores do curso de Jornalismo da UERN, Esdras Marchezan e Fabiano Morais, e será distribuída para emissoras de TVs públicas do Rio Grande do Norte e plataformas de streaming.

  • Sobre ,

    Universidade lança campanha Uern Pela Vida no Combate à Fome

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) lançou na última semana a campanha Uern Pela Vida no Combate à Fome, que visa arrecadar cestas básicas para doar a pessoas carentes e instituições filantrópicas.

    O anúncio foi feito pela reitora Cicília Maia durante a abertura da edição 2022 do projeto Uern Ação: Arte e Educação no novo polo de atividades, na Fundação Casa do Caminho, no bairro Barrocas.

    “Nós já temos alguns parceiros e fazemos o convite a cada um a colaborar. Dando um pouquinho, a gente vai conseguir ajudar muitas pessoas. Fazemos esse chamamento para a sociedade ajudar, porque essa situação de pandemia afetou muita gente, trouxe muitas dificuldades e nós sabemos que a fome tem pressa”, destacou a reitora.

    Os primeiros locais para entrega de doações são o Diretório Central dos e das Estudantes (DCE), a sede do Sindicato dos Técnicos Administrativos (SINTAUERN), a sede da Associação dos Docentes (ADUERN) e o Partage Shopping Mossoró.

    Endereços:

    – DCE (localizado no Campus Central da Uern)

    – Sintauern (Rua Machado de Assis, 344 – Centro)

    – Aduern (Prof. Antônio Campos, 24 – Pres. Costa e Silva)

    – Partage Shopping (Avenida João da Escóssia – Nova Betânia)

  • Sobre , ,

    Deputados aprovam plano de cargos para professores e técnicos da UERN

    Comemorada em todos os pronunciamentos dos parlamentares, a aprovação de dois projetos da UERN foi o destaque na votação durante a sessão plenária desta terça-feira (15) na Assembleia Legislativa. Os projetos 5/2022 e 6/2022 marcam uma luta histórica e tratam, respectivamente, do plano de cargos, carreira e remuneração dos professores da Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (FUERN), e do plano de cargos dos servidores técnicos administrativos. Outros cinco projetos, de iniciativa parlamentar, da Mesa Diretora e de outros poderes também foram votados.
     
    “Parabenizo em nome da reitora Cicília Maia todos os que fazem a universidade, os seus propósitos e objetivos. Do ano passado para cá, graças à sensibilidade dos colegas parlamentares, de forma célere, a Assembleia Legislativa aprovou não só a autonomia financeira da UERN, como agora faz justiça aprovando esses dois projetos. Parabenizo a todos os deputados, bancada de situação e oposição, que se uniram em defesa de uma universidade que honra o RN e pelo espírito público com que defendem a universidade”, afirmou o presidente do Legislativo do RN, Ezequiel Ferreira (PSDB), que citou também conquistas importantes da universidade, como a autonomia financeira.
     
    Os deputados enalteceram essa conquista de décadas. “Esse é um dos projetos mais importantes na luta da UERN. É um reconhecimento justo e digno a esses professores que transformaram a vida de muitas pessoas, pois só quem é filho da classe trabalhadora sabe o valor que tem uma universidade pública”, disse a deputada Isolda Dantas (PT), relatora da matéria, que agradeceu aos líderes a dispensa de tramitação.
     
    Na mesma sessão também foi aprovado o projeto de iniciativa do deputado Kleber Rodrigues (PL), que dispõe sobre mudança da denominação da escola Dom Manoel Tavares de Araújo, em Equador, para Kessia Cristina Barros da Silva Oliveira, primeira-dama do município que faleceu em janeiro passado vítima de um acidente automobilístico.
     
    Em relação aos municípios, foi aprovado o projeto da prefeitura de Jardim do Seridó que declara estado de calamidade pública em razão da crise de saúde decorrente da pandemia da Covid-19. Outro projeto de igual teor, foi da prefeitura de Portalegre, que está renovando o estado de calamidade pública devido às repercussões nas finanças do município por conta da crise na saúde pública gerada pela Covid.
     
    Da Mesa Diretora da Casa, foi aprovado o projeto que fixa o quadro remuneratório relativo às funções de confiança de assessor técnico consultivo, instituídas através de resolução de 2017. De iniciativa do TJ, foi aprovada alteração no artigo 28 da lei complementar 242/2002.

    Foto: Eduardo Maia – ALRN

  • Sobre ,

    Uern Reconecta recepciona estudantes com programação especial em todos os Campi

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) retoma, a partir desta segunda-feira, 14 de março, as aulas presenciais de forma integral no Campus Central, em Mossoró, e nos cinco Campi Avançados de Assú, Caicó, Natal, Patu e Pau dos Ferros.

    Várias medidas foram tomadas nos últimos meses visando às condições necessárias para o retorno seguro das atividades presenciais. O Plano de Retomada incluiu aquisição de equipamentos e materiais, reparos e reformas na infraestrutura, além de campanhas de incentivo à vacinação.

    É nesse contexto que surge o Uern Reconecta, uma iniciativa que reúne vários setores e unidades acadêmicas nos preparativos para esse retorno seguro, além de promover uma recepção e acolhida dos estudantes e servidores.

    A reitora Cicília Maia fala sobre essa retomada: “Estamos muito felizes por finalmente receber nossos alunos e alunas nos Campi. Foi um longo tempo de espera, estamos ansiosos para ver esses corredores cheios de gente e de vida. Temos estudantes que ingressaram no segundo semestre de 2020 e em todo o ano letivo de 2021 que nunca pisaram na Universidade devido à pandemia. Essa vivência é muito importante. De forma cautelosa iniciamos esse retorno gradual das atividades presenciais em fevereiro e estamos prontos para recepcionar todos e todas a partir de segunda-feira, 14 de março”, afirmou Cicília Maia, lembrando que a maior parte da comunidade acadêmica está imunizada com as três doses da vacina – em torno de 98% dos estudantes e 99% dos servidores.

    A programação do Uern Reconecta será realizada entre os dias 14 e 18 de março, com diversas atividades e exposição dos serviços realizados pela Universidade.

  • Sobre ,

    Plano de Cargos, Carreira e Remuneração da UERN é aprovado na CCJ por unanimidade

    A aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos professores e professoras da UERN é uma realidade que está cada vez mais próxima de se concretizar.  O projeto de lei que institui o direito acaba de ser aprovado por unanimidade na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa. A comissão foi o último espaço de deliberação antes do PCCR ser levado ao plenário e votado em definitivo pelos(as) parlamentares.

    A votação do PCCR no plenário da ALRN será realizada na próxima na terça-feira (15), conforme definido pelos parlamentares hoje após a reunião da CCJ.

    Ontem (9) o Colegiado de líderes acordou que após o trânsito na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) a pauta deverá ser remetida diretamente para o plenário, sem a necessidade de discussão nas comissões de Finanças e Fiscalização e de Educação. O acordo teve como objetivo dar toda a celeridade necessária ao andamento do plano.

    A Diretoria da ADUERN, representada  pelo Presidente Neto Vale, pelo vice-presidente Ramos Neves e pelo tesoureiro Gautier Falconieri, acompanhou em Natal a votação na CCJ e comemorou o resultado. O presidente do sindicato, Neto Vale, convocou toda a categoria a lotar as galerias da ALRN, na próxima semana e fortalecer a pressão pela aprovação do PCCR.

    “Estamos muito perto de conquistar o PCCR, uma demanda histórica, uma luta de anos protagonizada pela ADUERN e suas Diretorias. Não é a proposta dos sonhos, precisará ser melhorada no futuro. Mais um capítulo importante em nossa trajetória será finalizado nos próximos dias. Convidamos toda a categoria a vir a Natal. Vamos pressionar e comemorar a aprovação de nosso plano, almejando dias muito melhores para a UERN”, destacou Neto Vale.

  • Sobre , ,

    “Universidade em Ação”: revista apresenta projetos artísticos e culturais desenvolvidos por UERN e UFERSA

    Intitulada “Universidade em Ação, a revista digital é organizada pela jornalista Leilane Andrade e aborda nas suas 30 páginas projetos artísticos e culturais desenvolvidos pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e pela Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA).

    A revista apresenta um recorte das inúmeras atividades executadas pelas referidas academias. São projetos e ações que aproximam a ciência ao popular, democratizando o conhecimento, possibilitando àqueles que estão além dos muros ter acesso a oportunidades e a observar o mundo por um novo olhar.

    Mesmo diante da pandemia de Covid-19, a extensão universitária não parou. A maioria das atividades foi readaptada ao formato online, o que foi um alento e até mesmo uma estratégia de enfrentamento ao contexto para muitos integrantes e beneficiados.

    A publicação é oriunda de recursos da Lei Aldir Blanc (Nº 14.017/2020), dentro do Prêmio Abraham Palatnik – Artes visuais, literatura e tecnologia digital, executado pela Prefeitura Municipal de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Cultura.

    Link: https://www.flipsnack.com/979BBFB9E8C/revista-universidade-em-a-o.html

  • Sobre ,

    Obras do Parque Tecnológico Augusto Severo – PAX serão iniciadas dia nesta semana em Macaíba

    A governadora Fátima Bezerra assinou, nessa segunda-feira (14), os contratos das obras do Parque Científico Tecnológico Augusto Severo – PAX, em Macaíba. A formalização ocorreu no prédio da Governadoria e contou com a presença do vice-governador, Antenor Roberto, de parte do secretariado estadual e de representantes de instituições de ensino, pesquisa, ciência, tecnologia e de federações do estado.

    O parque promoverá polos de inovação e empreendedorismo em áreas vitais para o desenvolvimento econômico, como energias renováveis, mineração, pesca, aquicultura, setor têxtil, turismo, fruticultura e serviços. Os recursos estaduais dos contratos assinados somam R$ 7,5 milhões, viabilizados pelo Projeto Governo Cidadão e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC), junto ao empréstimo estatal com o Banco Mundial.

    Até o fim do mês haverá, ainda, licitação para aquisição de mobília no valor de R$ 1,5 milhão, mais R$ 1,8 milhão em equipamentos, totalizando R$ 10,8 milhões em recursos estaduais investidos no Parque.

    Parceria com instituições

    A parceria para viabilizar o Parque envolve o Governo do Estado, por meio do Projeto Governo Cidadão, SEDEC, Universidade Estadual do RN (UERN) e Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapern), mais a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal do Semiárido (Ufersa), Instituto Santos Dumont (ISD), Sebrae, Sesi-RN, Instituto Federal do RN (IFRN), Centro de Tecnologias do Gás e Energia Renováveis (CTGAS-ER), Federação das Indústrias do RN (FIERN), Fecomércio, Senai, mais as prefeituras municipais de Natal, Macaíba, São Gonçalo e Parnamirim.

    Obras ficam prontas em oito meses

    As obras iniciam até o dia 18 de fevereiro, serão fiscalizadas pela SIN e deverão estar prontas em oito meses. Os contratos assinados incluem a construção de toda a infraestrutura física para o funcionamento do parque (R$ 4,1 milhões); a construção de uma Estação Elevatória para o abastecimento de água do Parque (R$ 930 mil); e a reforma da Escola de Educação Básica Lygia Maria Rocha Laporta, localizada na área do Parque (R$ 2,3 milhões). Os serviços ficarão a cargo das empresas Azevedo Coelho Engenharia Ltda e Conarte Projetos, Construções e Serviços Ltda.

    Ciência e tecnologia fora dos grandes centros

    Mesmo com um cenário federal de investimentos escassos no campo da ciência, o Rio Grande do Norte vem agregando no Nordeste, centros de renome nacional e internacional, descentralizando a produção científica tradicionalmente concentrada no Sul e Sudeste. Um grande feito para um estado de uma região com baixos índices de desenvolvimento humano.

    Também em Macaíba, onde funcionará o Parque, estão localizadas entidades de nível internacional como o Instituto Santos Dumont (ISD), o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS) e o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (Anita), formando um ambiente propício à instalação deste novo empreendimento. Um dos maiores neurocientistas brasileiros da atualidade, Sidarta Ribeiro, é professor titular da UFRN, vice-diretor do Instituto do Cérebro e um dos diretores da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Seu trabalho muito tem fomentado este campo no RN.

    Nessa esteira, bons resultados têm sido colhidos pelos cientistas potiguares. Por exemplo: o Estado foi classificado como um dos seis melhores no país no uso da ciência no combate à pandemia. Empatou com o Espírito Santo, recebendo nota 9,2, ficando atrás apenas da Paraíba, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

    Foi o que revelou a pesquisa “Ciência e pseudociência durante a pandemia de covid-19: o papel dos ‘intermediários do conhecimento’ nas políticas dos governos estaduais no Brasil”, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em janeiro deste ano.

  • Sobre ,

    UERN: inscrições para o SiSU iniciam dia 15 de fevereiro

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) ofertará 2.509 vagas no Processo Seletivo de Vagas Iniciais – PSVI, nos cursos de graduação, modalidade presencial, para o ano letivo de 2022. São 71 ofertas em 54 cursos de graduação.

    O acesso será por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que utiliza as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    Nessa quarta-feira (09), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) adiantou a divulgação dos resultados individuais, já disponíveis na PÁGINA DO PARTICIPANTE.

    A inscrição do candidato no SiSU será realizada exclusivamente por meio do acesso à Plataforma do SiSU (http://sisu.mec.gov.br), no período de 15 de fevereiro até até às 23h59min (horário de Brasília) do dia 18 de fevereiro.

    “O momento de inscrição do candidato SiSU em nossos cursos de graduação é um dos momentos mais relevantes para a nossa instituição. A Uern oferece excelentes oportunidades de formação acadêmica e toda nossa comunidade está de braços abertos para receber os novos ingressantes. Inclusive, nos dias 10 e 11 de fevereiro, a Universidade apresenta sua Feira de Profissões, convidando todos e todas para conhecer as oportunidades de vivência acadêmica. Recomendamos a participação e convidamos a fazer parte de nossa comunidade”, disse a professora Fernanda Abreu, titular da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg).

    Conforme previsão de cronograma divulgado pelo SiSU, a convocação dos candidatos aprovados na chamada regular do PSVI 2022 UERN/SiSU ocorrerá no dia 22 de fevereiro.

  • Sobre ,

    UERN realiza 3ª edição da Feira de Profissões nos dias 10 e 11 de fevereiro

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) realizará nos dias 10 e 11 de fevereiro, de forma on-line, a 3ª edição da Feira de Profissões. O objetivo é apresentar a Instituição aos alunos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2021 e aguardam a abertura do Sistema de Seleção Unificada (SISU) para escolher um curso superior.

    “De portas abertas para o seu futuro” é o tema escolhido neste ano para o evento que será transmitido manhã e tarde nos dois dias pelo canal Uern Oficial no YouTube.

    Os participantes poderão conhecer os cursos e suas mais de 50 opções de entrada, a estrutura, os campi, as políticas institucionais de assistência ao estudante, de ensino de graduação, de pesquisa e pós-graduação e de extensão e muito mais.

    “Com a abertura do SiSU marcada para os dias 14 e 15 de fevereiro, pretendemos oferecer aos estudantes um momento com informações, explicações e apresentação de todo o potencial que a Uern possui. A cada ano recebemos estudantes de todo o Brasil, que entram na Universidade e recebem uma formação cidadã e profissional de qualidade, contribuindo com o desenvolvimento do nosso estado e do Brasil”, destacou o professor Esdras Marchezan, titular da Pró-Reitoria de Extensão (Proex).

    A programação inicia na quinta-feira, a partir das 09h, com os cursos de Ciências Humanas (Pedagogia, Geografia, Filosofia, Ciências Sociais, História e Ciências da Religião) e à tarde, com Ciências Exatas e da Terra & Ciências da Saúde (Matemática, Química, Ciência da Computação, Ciência e Tecnologia, Física, Enfermagem, Educação Física, Medicina e Odontologia).

    Na sexta-feira pela manhã é a vez dos cursos de Linguística, Letras e Artes & Ciências Biológicas (Letras – Língua Portuguesa, Letras – Língua Inglesa, Letras – Língua Espanhola, Música e Ciências Biológicas). No período da tarde são os cursos de Ciências Sociais Aplicadas (Rádio, TV & Internet, Jornalismo, Publicidade & Propaganda, Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Gestão Ambiental, Turismo, Direito e Serviço Social).

    A Feira de Profissões é organizada pela Proex, Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (Prae), Pró-reitoria de Ensino de Graduação (Proeg) e Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propeg).

Carregar...
Congratulations. You've reached the end of the internet.