Últimas histórias

  • Sobre

    3ª Conferência Municipal da Juventude de Parnamirim será nesta quarta-feira (20)

    A Prefeitura de Parnamirim realizará na próxima quarta-feira (20), no auditório do Instituto Federal do Rio Grande Norte (IFRN) Campus Parnamirim, a 3ª Conferência Municipal dos Direitos da Juventude. O evento tem como objetivo promover o debate e o conhecimento a respeito de políticas públicas voltadas para a juventude no âmbito municipal.

    A Conferência da Juventude é realizada através do Conselho Municipal dos Direitos da Juventude (COMJUVE), órgão da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), a qual empossou os novos conselheiros no dia 31 de março deste ano. A ocasião, que acontecerá das 8h às 17h, tem como tema central “O protagonismo do jovem no desenvolvimento de políticas públicas de Juventude em Parnamirim”. 

    O presidente do COMJUVE, Elinaldo Bernardo, explica a importância do evento. “O momento é de muito trabalho e de mobilização dos jovens para o envolvimento nas políticas públicas, visando sempre um estreitamento entre os Poderes Públicos de Parnamirim e a sociedade civil, por isso se faz necessário a presença massiva de jovens na nossa conferência”, disse.

    Durante o evento, serão abordados 12 eixos de debates e serão criadas propostas, as quais serão enviadas para a Gestão Municipal, o Governo do RN e o Governo Federal. Os interessados poderão se inscrever através do link: https://forms.gle/8pBMmdjbTbS311iY6 .

  • Sobre , ,

    Governo regulamenta Fundo para financiar prevenção e controle de danos causados por drogas no RN

    Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (8), o Decreto nº 31.274/22, que regulamenta o Fundo Estadual sobre Drogas do Rio Grande do Norte (Funed/RN). Instituído pela Lei nº 10.036/15, o Fundo tem a finalidade de financiar os objetivos do Sistema Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (Sised/RN), como a promoção de educação sobre o tema, além de ações de reinserção social, programas de auxílio e repressão qualificada. A gestão dos recursos fica a cargo do Gabinete Civil do Estado com suporte da Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh).

    Conforme especifica o decreto, os recursos do Funed serão provenientes de dotação orçamentária consignada anualmente na Lei Orçamentária Anual (LOA) e de verbas adicionais estabelecidas, bem como de doações de organismos, entidades, pessoas físicas ou jurídicas; das transferências advindas de convênios ou acordos com outros entes federativos ou empresas privadas; do produto de aplicações financeiras ou oriundos da alienação de bens; e de outros recursos que lhe forem destinados. 

    “Política pública se faz, também, com a garantia de recursos que possam tirar os objetivos do papel. E esse é o intuito do Funed: fazer com o Rio Grande do Norte tenha ações efetivas no enfrentamento à realidade das drogas, desde as ações educativas e de prevenção, passando pelas políticas de acolhimento e redução de danos, até as estratégias de repressão ao tráfico de drogas”, explica a titular da Semjidh, Júlia Arruda. 

    Os recursos do Funed serão destinados aos programas de tratamento e recuperação do uso abusivo de drogas; de inserção social de pessoas e comunidades inseridas no contexto do tráfico de drogas; de prevenção do uso abusivo por jovens e adolescente; de educação preventiva; de esclarecimento ao público, incluídas campanhas educativas e de ação comunitária; às organizações que desenvolvem atividades de tratamento e recuperação de usuários; e ao reaparelhamento e custeio das atividades de prevenção, fiscalização, controle e repressão qualificada.

  • Sobre ,

    Inscrições para o ciclo de debates em Economia Política do Audiovisual vão até dia 12

    Estão abertas até 12 de janeiro de 2022 as inscrições para a 3ª edição do Ciclo de Debates em Economia Política do Audiovisual, realizado pelo Departamento de Comunicação Social da UFRN (Decom). O evento de extensão acontece respectivamente nos dias 13, 20 e 27 de janeiro de 2022, remotamente, pela plataforma Google Meet. As inscrições podem ser realizadas no Sigaa.

    Trata-se de uma atividade gratuita e aberta ao público mediante prévia inscrição. Ao todo, serão ofertadas 60 vagas, sendo 45 para estudantes do curso de Comunicação Social – Audiovisual e 15 para demais interessados.

    Nesta edição, o ciclo reunirá pesquisadoras de diferentes instituições brasileiras que apresentarão resultados de investigações científicas sobre políticas públicas para o audiovisual, contemplando os projetos da Ancinav, experiências nacionais e estrangeiras de fomento às políticas de exibição cinematográficas e a diversidade cultural no cinema brasileiro.

    A atividade é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa em Economia Política do Audiovisual (EPA!) e integra o conteúdo programático da disciplina de mesmo nome do curso de Comunicação Social – Audiovisual. Mais informações no site do evento ou no Instagram @epaufrn.

    Programação

    13 de janeiro de 2022, às 19h

    Políticas Públicas para o Audiovisual: o caso Ancinav

    Marina Rossato

    Mestre no Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som na linha de História e Políticas do Audiovisual pela Universidade Federal de São Carlos. Graduada no curso de Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos. É autora do livro Políticas Públicas para o Audiovisual: o caso Ancinav (2016).

    20 de janeiro de 2022, às 19h

    Políticas de Exibição Cinematográfica

    Gabriela Andrieta

    Doutoranda em Artes pela Unesp, mestra em Estudos Culturais pela USP e graduada em Relações Internacionais pela Facamp.

    27 de janeiro de 2022, às 19h

    Diversidade Cultural no Cinema Brasileiro

    Vivianne Lindsay

    Doutora em Comunicação na Unesp. Graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Integra o Lecotec – Laboratório de Estudos em Comunicação, Tecnologia e Educação Cidadã/Unesp.

  • Sobre ,

    4ª Conferência Estadual da Juventude será realizada em abril de 2022

    A Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh) lançou, nessa terça-feira (21), a 4ª Conferência Estadual de Juventude do Rio Grande do Norte. Com o tema “O Poder da Juventude na Transformação do RN”, a conferência estadual será precedida de etapas municipais e territoriais que devem ser realizadas entre janeiro e abril do próximo ano. O lançamento aconteceu em ato na Escola de Governo, no Centro Administrativo, e contou com a participação de gestores, representantes do Poder Público, entidades de juventude e movimentos sociais.

    A atividade é organizada pela Subsecretaria de Juventude (Sejuv) em parceria com o Conselho Estadual de Juventude (Cejuv) e tem o objetivo de definir prioridades na construção de políticas públicas voltadas aos jovens potiguares. “Frente a um projeto nacional que desnacionaliza o Brasil e transforma em ruínas as conquistas democráticas, nosso governo estimula a participação social e que tem um olhar todo especial para a juventude. Aliás, somos um governo que permitiu a visibilidade a muitos setores invisíveis da sociedade”, avaliou o vice-governador Antenor Roberto.

    A 4ª Conferência Estadual de Juventude deve ser realizada nos dias 29 e 30 de abril de 2022 e será precedida de etapas municipais e territoriais que devem se iniciar já a partir de janeiro. A ideia é promover o debate, incentivar a reflexão das diversas juventudes sobre suas realidades e construir uma agenda de políticas públicas que culmine na elaboração do Plano Estadual de Juventude. “Vivemos um momento decisivo para o nosso país, com tantos desafios, e os jovens têm um papel fundamental nesse processo”, destacou a secretária da Semjidh, Júlia Arruda.

    “O maior desafio hoje para as políticas de juventude no RN é, de um lado, enfrentar o cenário de violência e crise de oportunidades em que vive a juventude e, de outro, apoiar os municípios para que priorizem as políticas públicas de juventude, incentivando a criação de órgãos gestores e conselhos municipais”, explicou o subsecretário de Juventude do RN, Gabriel Medeiros. “E isso tudo só é possível quando a gente realmente parte para uma prática de política pública que vá ao encontro do planejamento, com metas e objetivos”, completou a presidente do Conselho Estadual de Juventude, Lia Araújo.

  • Sobre ,

    IBGE realiza teste para Censo 2022 em Passagem/RN

    O município de Passagem, distante 69 quilômetros de Natal, sediará o teste para o Censo Demográfico 2022 no Rio Grande do Norte. Dez recenseadores percorrerão as casas dos passagenses, na zona urbana e rural, a partir de novembro.

    Com apoio integral da Prefeitura de Passagem, o lançamento do teste de coleta será no dia 4 de novembro, às 10 horas, no Ginásio Poliesportivo José Luiz da Silva. Em seguida, as autoridades do IBGE e municipais concederão entrevista à imprensa. Representantes de poderes estaduais também foram convidados.

    O teste servirá principalmente para verificar os sistemas de coleta, os equipamentos, a abordagem ao informante e os protocolos de prevenção à Covid-19 que serão utilizados no Censo 2022. 

    Testes pelo Brasil    

    As outras 26 unidades da federação também terão testes do Censo 2022 em bairros, comunidades, distritos ou municípios selecionados pelo IBGE. Em todo o Brasil, 250 recenseadores estarão empenhados nessa atividade.

    Haverá coleta tanto em bairros de capitais – como em Belo Horizonte (MG), Macapá (AP) e Salvador (BA) – quanto em localidades mais afastadas – como a comunidade ribeirinha de Novo Remanso, a 200 km de Manaus (AM), ou o município de Tigrinhos, a nove horas de carro de Florianópolis (SC). 

    Serviço

    Lançamento do teste do Censo Demográfico 2022 no RN

    Onde: Ginásio Poliesportivo José Luiz da Silva (Luizão) em Passagem/RN.

    Quando: 04 de novembro de 2021. Horário: 10 horas.