Últimas histórias

  • Sobre ,

    Uern Reconecta recepciona estudantes com programação especial em todos os Campi

    A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) retoma, a partir desta segunda-feira, 14 de março, as aulas presenciais de forma integral no Campus Central, em Mossoró, e nos cinco Campi Avançados de Assú, Caicó, Natal, Patu e Pau dos Ferros.

    Várias medidas foram tomadas nos últimos meses visando às condições necessárias para o retorno seguro das atividades presenciais. O Plano de Retomada incluiu aquisição de equipamentos e materiais, reparos e reformas na infraestrutura, além de campanhas de incentivo à vacinação.

    É nesse contexto que surge o Uern Reconecta, uma iniciativa que reúne vários setores e unidades acadêmicas nos preparativos para esse retorno seguro, além de promover uma recepção e acolhida dos estudantes e servidores.

    A reitora Cicília Maia fala sobre essa retomada: “Estamos muito felizes por finalmente receber nossos alunos e alunas nos Campi. Foi um longo tempo de espera, estamos ansiosos para ver esses corredores cheios de gente e de vida. Temos estudantes que ingressaram no segundo semestre de 2020 e em todo o ano letivo de 2021 que nunca pisaram na Universidade devido à pandemia. Essa vivência é muito importante. De forma cautelosa iniciamos esse retorno gradual das atividades presenciais em fevereiro e estamos prontos para recepcionar todos e todas a partir de segunda-feira, 14 de março”, afirmou Cicília Maia, lembrando que a maior parte da comunidade acadêmica está imunizada com as três doses da vacina – em torno de 98% dos estudantes e 99% dos servidores.

    A programação do Uern Reconecta será realizada entre os dias 14 e 18 de março, com diversas atividades e exposição dos serviços realizados pela Universidade.

  • Sobre

    Pau dos Ferros oficializa municipalização do trânsito

    Com o desenvolvimento de Pau dos Ferros e o grande fluxo diário de veículos e pessoas na cidade, a Prefeitura oficializou, na última semana, a integração de Pau dos Ferros ao Sistema Nacional de Trânsito, que foi reconhecida através de Portaria da Secretaria Nacional de Trânsito (SENATRAN).

    A municipalização resulta na gestão do trânsito da cidade de forma completa, assumindo integralmente a responsabilidade pela engenharia, fiscalização, educação, levantamento, análise e controle de dados estatísticos, além da criação da Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI). Contudo, permite que a cidade tenha avanços significativos na segurança do tráfego como também na mobilidade urbana. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entende que deve haver uma divisão de responsabilidade sobre o trânsito entre órgãos federais, estaduais e municipais.

    A prefeitura torna-se responsável pelo planejamento, projeto, operação, fiscalização e educação de trânsito, não apenas no perímetro urbano, mas também nas estradas municipais. Assume também as questões relacionadas ao pedestre, à circulação, ao estacionamento, à parada de veículos e à implantação da sinalização, atendendo de forma direta as necessidades da comunidade. O trânsito possui uma complexidade e não é feito só de automóveis, motocicletas ou caminhões, ele também promove um tratamento especial para a circulação segura dos pedestres, ciclistas ou carroças.

    Um dos pontos mais importantes na municipalização do Trânsito é salvar vidas através de uma cidade bem sinalizada e uma fiscalização responsável, voltada para o bem estar da População”, explicou o Gerente Executivo de Trânsito, Francisco de Assis Monteiro, que ainda ressaltou que, desde o ano passado, o órgão já vem realizando diariamente ações junto à população de educação no trânsito, já preparando as pessoas para a realidade da municipalização do trânsito e das regras que passarão a ser exigidas.

    Atualmente, o Departamento Municipal de Trânsito de Pau dos Ferros conta com sete Agentes de Trânsito, um Coordenador da Divisão de Engenharia de Tráfego e o Gerente Executivo de Trânsito.

  • Sobre

    Evento promove a visibilidade e o diálogo com a população trans e travesti em Pau dos Ferros

    Promover a visibilidade e o diálogo com a população trans e travestis e uma ação de combate à transfobia em diversos espaços. Esse foi o tom do I Encontro de Vidas e Ações (EVA), promovido pela Prefeitura de Pau dos Ferros, que aconteceu nessa quinta-feira, 27, dentro da programação da IV Jornada da Visibilidade Trans e Travesti Potiguar.

    Durante o evento, com mesas-redondas, debates e apresentações culturais, a luta contra a invisibilidade social que interfere no trabalho, na vida familiar e na rotina do cidadão que busca reconhecimento e espaço para normalizar a diversidade no contexto da garantia de cidadania, com direito a serviço público de saúde especializado, respeito e preservação da vida diariamente ameaçada. E o aviso de que eles, elas e elus não estão sozinhos e que a força que rege a mobilização da causa tem tomado maiores proporções e mais espaço para busca por seus direitos.

    A vereadora de Carnaúba dos Dantas, Thabata Pimenta, primeira mulher trans eleita no RN, participou do evento e destacou a importância das pautas levantadas, como também da representatividade na política para dar voz aos anseios da comunidade LGBTQIA+ e desconstruir pensamentos e culturas na formatação de uma sociedade que priorize o bem-estar da multidiversidade que a humanidade carrega. “Essa representatividade é de suma importância para a sociedade entender e respeitar a diversidade que existe, por isso estamos aqui”.

    Em uma das rodas de conversa, foi apresentado o Programa TransformAÇÃO, criado pela prefeitura de Pau dos Ferros, de inclusão social das pessoas Trans e Travestis, com objetivo de levar educação, saúde e apoio social.

  • Sobre , ,

    Galeno reforça pleito por cursos de medicina e arquitetura na UFERSA de Pau dos Ferros

    Cumprindo agenda em Brasília, o deputado estadual Galeno Torquato (PSD), acompanhado da prefeita de Pau dos Ferros, Marianna Almeida, participou nesta quinta-feira (21) de reunião com os ministros da Educação, Milton Ribeiro, e das Comunicações, Fábio Faria. Em pauta, o reforço do pedido de instalação do curso de medicina no Campus da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) de Pau dos Ferros, além da manutenção do curso de arquitetura e urbanismo.

    “O curso disponível mais próximo encontra-se em Mossoró ou no estado vizinho da Paraíba. Cabe ressaltar que a estruturação da docência médica fortaleceria em muito a Rede de Atenção à Saúde na região Oeste, tornando a cidade de Pau dos Ferros um polo, de fato, tendo muito mais resolutividade do Sistema Único de Saúde (SUS)”, pontua o deputado.

    Segundo o parlamentar, que tem na Saúde uma das principais bandeiras do seu mandato, a instalação do curso de medicina beneficiará cerca de 300 mil habitantes, em 37 municípios da região do Alto Oeste potiguar.