Últimas histórias

  • Sobre

    Estrada do Santuário do Lima é restaurada e ganha calçadão

    O Governo do Estado e a Prefeitura de Patu entregaram, nessa sexta-feira, 27, as obras de restauração da estrada de acesso ao Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis – também conhecido por Santuário do Lima – no município de Patu. O Governo investiu R$ 1,8 milhão e a prefeitura R$ 1 milhão, o que permitiu ainda a sinalização, iluminação e a construção do calçadão.

    O trecho de 2,6 quilômetros também dá acesso à Rampa para a prática de voo livre. O turismo religioso e a prática de voo livre são as principais atividades turísticas do município. O Santuário recebe em média cem mil visitantes por ano e o voo livre em parapente e asa delta atrai visitantes do Brasil e de outros países.

  • Sobre

    Premiado fotógrafo Orlando Brito lança loja virtual

    Desde o último sábado, 26/02, quem quiser adquirir as obras fotográficas que Orlando Brito produziu no Brasil e pelo mundo afora, ao longo de seus quase 60 anos de profissão, poderá acessar o site https://o-brito.lojaintegrada.com.br/, escolher a imagem de sua preferência, fazer o pagamento na plataforma e receber a arte em casa.

    No lançamento da loja, que tem parceria com a agência Santafé Ideias e Comunicação, estão disponíveis cerca de 100 imagens, divididas em categorias que marcam a produção e a história fotográfica de OBrito: “Brasil em Transe”; “Corpo e Alma”; “Iluminada Capital”; “Senhoras e Senhores”; e “Índios”, que faz parte de uma linha premium.

    As obras estão disponíveis no tamanho entre 30x40cm e 40x60cm, ao custo de R$ 500, já com o frete incluído e são entregues impressas em papel fotográfico de alta qualidade. A seleção especial “Indios” entregue em papel algodão super premium HahnemüleI, tamanho 50x75cm e com tiragem limitada tem o custo de R$ 2 mil, já com o frete incluso.

    O fotógrafo Orlando Brito é um ícone do fotojornalismo brasileiro, retratou presidentes e personalidades políticas desde a ditadura militar como um registro da história do Brasil. Além do cotidiano, ele também é especialista em fotos de indígenas, de florestas, da natureza ou simplesmente imagens abstratas que transmitem pura poesia e que foram capturadas com a sensibilidade que só os grandes artistas possuem. Suas imagens podem transmitir uma crítica ao atual momento político que o país vive ou simplesmente a delicadeza que só pessoas com corações sensíveis e poéticas podem perceber no momento do click.

    Carreira

    Brito nasceu em Janaúba (MG), mas foi em Brasília que se criou e se tornou um dos mais conhecidos e respeitados fotojornalista do Brasil. Em 1964, aos 14 anos, começou sua carreira como laboratorista da sucursal do jornal carioca Última Hora e dois anos depois já fazia parte do time de fotojornalistas do periódico.

    Em seguida foi para a sucursal jornal O Globo e ficou de 1969 a 1981, quando se transferiu para a revista Veja, assumindo o cargo de editor de fotografia até 1985 na capital Federal. Foi editor do Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro, de 1987 a 1989. Nos anos 1990, retornou a Brasília, para assumir a chefia da revista Caras e entre 1989 e 1993, voltou à Veja. Em seguida, criou a agência de notícias ObritoNews, que mantém até hoje.

    Foi o primeiro brasileiro a receber o World Press Photo Prize concedido pelo Museu Van Gogh, na Holanda, em 1979. Conquistou 11 vezes o Prêmio Abril de Fotografia e, a partir de 1987, foi considerado hors-concours da premiação.

    Em 1991, ganhou uma bolsa da Fundação Vitae para a realização do projeto Senhoras e Senhores (1992), em que fotografou pessoas famosas com mais de 80 anos. Orlando Brito ainda publicou os livros: O Perfil do Poder (1981), Brasil: de Castello a Fernandos (1996) e Poder, Glória e Solidão (2002).

  • Sobre

    CASACOR Rio Grande do Norte inicia neste domingo (31)

    Franqueados da CASACOR Rio Grande do Norte receberam nessa quarta-feira (27), a imprensa do RN na sede da 6ª edição durante a finalização das obras. Com adequação no calendário, a Mostra abre para o público no domingo, dia 31 de outubro, e segue até 05 de dezembro, de terça a domingo, das 16h às 22h, na Rua Mipibu, bairro Petrópolis, em Natal. Excepcionalmente nesta segunda-feira, dia 1° de novembro, estará aberta para visitação.

    Neste ano, o encontro dos franqueados e do elenco com a imprensa foi diferente. “Reservamos um espaço amplo e arejado com vista para toda a movimentação das obras e recebemos a imprensa com a casa nos últimos momentos da grande transformação. A ideia era mostrar todos os envolvidos e a importância de cada um neste processo”, explica o franqueado Cesar Revorêdo.

    Cesar Revorêdo apresenta edição 2021 da Casacor Rio Grande do Norte

    Entre as obras e o evento, a CASACOR Rio Grande do Norte emprega mais de 600 pessoas. “Dentro desse período de transição, após muitos desafios, vemos retomadas no mercado de trabalho como essa e nos alegramos, principalmente no contexto que envolve os conceitos do nosso novo morar”, comenta Luciano Almeida, franqueado.

    A imprensa constatou de perto o desenvolvimento dos 21 ambientes que estão sendo preparados para a edição, sob a responsabilidade de um elenco com mais de 30 nomes importantes dos segmentos no estado. A CASACOR conta com o patrocínio Master da Deca e traz como Tinta Oficial a Coral. No Rio Grande do Norte, tem ao lado parcerias como Todeschini Natal, Agaé Showroom, Realize, Moura Dubeux e Café São Braz.

    Serviço

    Data: 31 de outubro até 05 de dezembro de 2021

    Local: Rua Mipibu, 754 – Petrópolis, Natal/RN

    Horário de Funcionamento

    De terça a domingo: das 16h às 22h

  • Sobre ,

    Ezequiel Ferreira solicita retomada e conclusão de terminal turístico em Apodi

    As obras do terminal turístico da barragem de Santa Cruz, localizado em Apodi, na região Oeste potiguar, estão paradas há mais de 10 anos. O local, que deveria ser ponto de visitação para turistas, acabou abandonado e depredado. Para mudar esta realidade, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), solicitou ao Governo do Estado a retomada e conclusão das obras do local.
     
    “A população de Apodi clama pela finalização dessa importante obra que é o terminal turístico desta que é a segunda maior barragem do Estado e se transformou em um belíssimo ponto turístico, recebendo centenas de visitantes todos os anos, principalmente nos fins de semana e no período de sangria, quando o local nos oferece um verdadeiro espetáculo da natureza”, disse Ezequiel na justificativa do requerimento.
     
    A obra previa a construção de dez quiosques, uma piscina que seria abastecida com a água da barragem e um calçadão ao redor do complexo. Mas, até hoje, tudo continua apenas no papel. Com a ação, Ezequiel atende a uma reivindicação do prefeito da cidade, Alan Silveira (MDB), que tem buscado formas para retomar a obra. O documento assinado por Ezequiel foi encaminhado a governadora Fátima Bezerra (PT) e à secretária estadual de Turismo, Ana Maria Costa.
     

  • Sobre

    Projeto de engorda da praia de Ponta Negra nesta apresentado nesta segunda-feira (27)

    O projeto básico de reestruturação da praia de Ponta Negra, principal cartão postal de Natal, será apresentado pela Prefeitura e Ministério do Desenvolvimento Regional nesta segunda-feira (27), às 16h, em solenidade no Hotel Praiamar, em Ponta Negra. A estimativa é que mais de R$ 70 milhões sejam investidos na obra.

    A chamada engorda da praia de Ponta Negra pretende deixar a faixa de areia em 100 metros quando a maré estiver seca e 30 metros quando estiver cheia. A intervenção acontecerá da área do Morro do Careca e se estenderá até às imediações do Hotel Serhs. A complementação do enrocamento, protegendo a zona costeira, partindo do final do calçadão até um pouco depois do Serhs, também será realizada. A expectativa é que os serviços sejam realizados em 30 meses.