Últimas histórias

  • Sobre

    Inscrições para processo seletivo do Censo 2022 terminam às 16h desta sexta-feira (21)

    As inscrições para o Processo Seletivo dos cargos de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor do Censo 2022 terminam nesta sexta-feira (21) às 16h. As inscrições podem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o pagamento pode ser efetuado até 16 de fevereiro.

    São 3.403 vagas, distribuídas por todos os municípios do Rio Grande do Norte, somente nas seleções abertas mês passado. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, o estado potiguar possui 221 mil pessoas em busca de trabalho.

    Para recenseador (a), serão 2.931 vagas no Rio Grande do Norte. Quanto maior a população do município, maior o número de vagas, como nos exemplos: Natal tem 750 vagas para recenseador (a); Mossoró, 252 vagas; Parnamirim, 233 vagas; São Gonçalo do Amarante, 92 vagas; Macaíba, 70 vagas; Tibau, 3 vagas; Grossos, 8 vagas; Areia Branca, 22 vagas; Serra Negra do Norte, 7; Tibau do Sul, 12 vagas; e Canguaretama, 28 vagas.

    Os ocupantes desse cargo irão, de casa em casa, coletar as informações da população. Os candidatos devem ter, pelo menos, o ensino fundamental completo. As inscrições custam R$ 57,50, mas quem está inscrito em programas sociais do governo Federal pode pedir a isenção da taxa.

    Em média, o recenseador trabalha durante três meses, mas esse prazo pode ser ampliado conforme a necessidade do Censo. A remuneração é calculada por produção e depende de fatores, como: número de casas visitadas, tipo de questionário preenchido e dificuldade de acesso à região de trabalho. O IBGE preparou um simulador para os candidatos terem uma estimativa de quanto poderão receber.

    Agentes censitários

    Com salário de R$ 2.100, o agente censitário municipal coordena a operação do Censo em um município inteiro – ou mais de um em casos de municípios muito pequenos. No estado, serão 151 vagas.

    Para esse cargo, é necessário ensino médio completo. A taxa de inscrição é de R$ 60,50. Os beneficiários de programas sociais do governo Federal também podem ser isentos do pagamento.

    Quem não for aprovado como agente censitário municipal, concorre às 284 vagas de agente censitário supervisor, responsável por orientar diretamente o recenseador. O salário é de R$ 1.700. Em média, o trabalho dos agentes censitários dura cinco meses.

    Gratuidade

    Os processos seletivos para o Censo 2022 permitem a solicitação da isenção da taxa de inscrição para pessoas registradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Os candidatos poderão solicitar o benefício até o encerramento das inscrições às 16h da sexta-feira (21). Conforme a legislação vigente, o candidato doador de medula óssea também tem direito à isenção.

    Depois do envio dos dados e da documentação necessária, a solicitação passará por uma análise da organizadora. No processo seletivo, há reserva de vagas para pessoas com deficiência e pessoas pretas e pardas em todos os cargos.

    Para que serve o Censo?

    Censo Demográfico é a única pesquisa que vai à casa de todos os brasileiros. O objetivo não é apenas a contagem da população, mas coletar dados essenciais sobre educação, condições de moradia, cor ou raça, trabalho e renda e outros temas. Dessa forma, é possível observar como o perfil da população e as suas necessidades mudam no decorrer do tempo.

    Os resultados podem orientar gestores de políticas públicas, guiar a tomada de decisão em negócios e servir de instrumento para o exercício da cidadania por qualquer brasileiro. Além disso, o Censo é fundamental para calibrar as amostras das demais pesquisas domiciliares do IBGE e fornecer insumos a institutos de pesquisa independentes e a acadêmicos.

  • Sobre ,

    Inflação é a maior dos últimos seis anos e fecha 2021 em 10,06%

    O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação oficial no país, fechou 2021 a 10,06% Esse é o maior nível para um ano desde 2015, quando foi de 10,67%. Em 2020, a inflação foi de 4,52%.

    O resultado ficou bem acima do centro da meta estabelecida pelo BC (Banco Central) para o ano passado, que era de 3,75%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos, ou seja, podendo variar entre 2,25% e 5,25%.

    Os dados foram divulgados nessa segunda-feira, 10, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e se referem às famílias com rendimento de um a 40 salários mínimos.

    O resultado da inflação de 2021 foi influenciado principalmente pelo grupo de transportes, que apresentou a maior variação (21,03%) e o maior impacto (4,19 pontos percentuais) no acumulado do ano. A categoria foi afetada principalmente pela alta dos combustíveis.

    O preço dos automóveis novos (16,16%) e usados (15,05%) também foi destaque.

    A inflação do ano passado também foi puxada pelo grupo habitação (13,05%). De acordo com o IBGE, a alta foi influenciada pelo aumento da energia elétrica (21,21%). 

    Já o gás de botijão (36,99%) subiu todos os meses de 2021 e teve o segundo maior impacto no grupo.

  • Sobre ,

    Inscrições para processo seletivo do Censo 2022 encerram nesta quarta-feira (29)

    As inscrições para a seleção de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor do IBGE para o censo demográfico de2022 devem ser feitas até 29 de dezembro de 2021, no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV). São 3.403 vagas temporárias, no Rio Grande do Norte, com vagas em todos os municípios potiguares. No Brasil, são 208.073 vagas no total. 

    Para recenseador (a), serão 2.931 vagas no Rio Grande do Norte. Os ocupantes do cargo coletarão as informações da população de casa em casa. Os candidatos devem ter completado pelo menos o ensino fundamental. As inscrições custam R$ 57,50, mas quem está inscrito em programas sociais do governo Federal pode pedir a isenção da taxa.

    Em média, o recenseador trabalha durante três meses, mas esse prazo pode ser ampliado conforme a necessidade do trabalho. A remuneração é calculada por produção e depende de fatores como número de casas visitadas, tipo de questionário preenchido, dificuldade de acesso à região de trabalho etc. O IBGE preparou um simulador para os candidatos terem uma estimativa de quanto poderão receber.

    Agentes censitários

    Com salário de R$ 2.100, o agente censitário municipal coordena a operação do Censo em um município inteiro – ou mais de um em casos de municípios muito pequenos. Para esse cargo, é necessário ensino médio completo. A taxa de inscrição é de R$ 60,50. Os beneficiários de programas sociais do governo Federal também podem ser isentos. No estado, serão 151 vagas.

    Quem não for aprovado como agente censitário municipal concorre as 284 vagas de agente censitário supervisor, responsável por orientar diretamente o recenseador.  O salário é de R$ 1.700. Em média, o trabalho dos agentes censitários dura cinco meses.

    Novo cargo

    O processo seletivo para o Censo 2022 foi lançado com um cargo que não existia nos processos seletivos anteriores: agente censitário de administração e informática. No Rio Grande do Norte, serão 37 vagas para auxiliar na administração de postos de coleta, instalação e manutenção da infraestrutura de informática e outras atividades relacionadas.

    Para esse cargo, o prazo para inscrição vai até 10 de janeiro de 2022 no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). A taxa de inscrição é de R$ 44 com possibilidade de isenção. A remuneração é de R$ 1.700.

    Isenção de taxa

    Os processos seletivos para o Censo 2022 permitem a solicitação da isenção da taxa de inscrição para pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Os candidatos poderão solicitar o benefício dentro do prazo de inscrição de cada seleção: recenseador e agentes censitários até 29 de dezembro deste ano e agente censitário de administração e informática até 10 de janeiro de 2022. Conforme a legislação vigente, o candidato doador de medula óssea também tem direito à isenção.

    Depois  do envio dos dados e documentação necessária, a solicitação passará por uma análise da organizadora. Também há reserva de vagas para pessoas com deficiência e pessoas pretas e pardas em todos os cargos.

    Seleções anteriores canceladas

    Em 2020, o Censo foi adiado em razão da pandemia. Em 2021, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento Geral da União sem recursos suficientes para a operação. Por esses motivos, o IBGE cancelou os processos seletivos anteriores. Quem ainda não recebeu a taxa de inscrição pode acessar o site do IBGE com informações sobre como conseguir seu reembolso.

    Decisão do STF

    Diante do adiamento em 2021, uma ação judicial, movida pelo Estado do Maranhão, no Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a realização do Censo para evitar prejuízos decorrentes da falta de dados precisos sobre a população brasileira.

    Como consequência, a suprema corte determinou “a adoção das medidas administrativas e legislativas necessárias à realização do Censo Demográfico do IBGE […], devendo a União adotar todas as medidas legais necessárias para viabilizar a pesquisa censitária, inclusive no que se refere à previsão de créditos orçamentários para a realização das despesas públicas”. O IBGE calcula o valor para a realização do Censo 2022 em R$ 2.292.907.087,00.

    Importância do Censo

    O Censo Demográfico é a única pesquisa que vai à casa de todos os brasileiros. O objetivo não é apenas a contagem da população, mas coletar dados essenciais sobre educação, condições de moradia, cor ou raça, trabalho e renda e outros temas. Dessa forma, é possível observar como o perfil da população e as suas necessidades mudam no decorrer do tempo. 

    Os resultados podem orientar gestores de políticas públicas, guiar a tomada de decisão em negócios e servir de instrumento para o exercício da cidadania por qualquer brasileiro. Além disso, o Censo é fundamental para calibrar as amostras das demais pesquisas domiciliares do IBGE e fornecer insumos a institutos de pesquisa independentes e a acadêmicos.     

    Quadros de vagas

    Recenseador

    Vagas no RN: 2.931.

    Taxa de inscrição: R$ 57,50.

    Nível de escolaridade: ensino fundamental completo.

    Salário: por produção (o IBGE preparou um simulador online com estimativas de remuneração para recenseador).

    Prazo para inscrição: 29/12/21.

    Site para inscrição: https://conhecimento.fgv.br/concursos

    Aplicação das provas: 27/03/22.

    Agente censitário municipal e agente censitário supervisor

    Vagas no RN

    – Agente censitário municipal (ACM): 151.

    – Agente censitário supervisor (ACS): 284.

    Valor da inscrição: R$ 60,50.

    Nível de escolaridade: ensino médio completo.

    Remuneração

    ACM: R$ 2.100.

    ACS: R$ 1.700.

    Prazo para inscrição: 29/12/21.

    Site para inscrição: https://conhecimento.fgv.br/concursos .

    Aplicação das provas: 27/03/22.

    Agente censitário de administração e informática

    Vagas no RN: 37.

    Valor da inscrição: R$ 44.

    Nível de escolaridade: ensino médio completo.

    Remuneração: R$ 1.700.

    Prazo para inscrição: 10/01/22.

    Site para inscrição: https://www.ibfc.org.br/

    Aplicação das provas: 20/02/22.

  • Sobre

    IBGE abre seleção com 3,4 mil vagas para Censo 2022 no RN

    O IBGE abriu processo seletivo com 3.403 vagas temporárias, no Rio Grande do Norte, para trabalhar no Censo Demográfico 2022. Todos os municípios potiguares terão postos de trabalho. No Brasil, são 208.073 vagas no total. 

    As inscrições para a seleção de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor podem ser feitas, até 29 de dezembro de 2021, no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

    Para recenseador (a), serão 2.931 vagas no Rio Grande do Norte. Os ocupantes do cargo coletarão as informações da população de casa em casa. Os candidatos devem ter completado pelo menos o ensino fundamental. As inscrições custam R$ 57,50, mas quem está inscrito em programas sociais do governo Federal pode pedir a isenção da taxa.

    Em média, o recenseador trabalha durante três meses, mas esse prazo pode ser ampliado conforme a necessidade do trabalho. A remuneração é calculada por produção e depende de fatores como número de casas visitadas, tipo de questionário preenchido, dificuldade de acesso à região de trabalho etc. O IBGE preparou um simulador para os candidatos terem uma estimativa de quanto poderão receber.

    Agentes censitários

    Com salário de R$ 2.100, o agente censitário municipal coordena a operação do Censo em um município inteiro – ou mais de um em casos de municípios muito pequenos. Para esse cargo, é necessário ensino médio completo. A taxa de inscrição é de R$ 60,50. Os beneficiários de programas sociais do governo Federal também podem ser isentos. No estado, serão 151 vagas.

    Quem não for aprovado como agente censitário municipal concorre as 284 vagas de agente censitário supervisor, responsável por orientar diretamente o recenseador.  O salário é de R$ 1.700. Em média, o trabalho dos agentes censitários dura cinco meses.

    Novo cargo

    O processo seletivo para o Censo 2022 foi lançado com um cargo que não existia nos processos seletivos anteriores: agente censitário de administração e informática. No Rio Grande do Norte, serão 37 vagas para auxiliar na administração de postos de coleta, instalação e manutenção da infraestrutura de informática e outras atividades relacionadas.

    Para esse cargo, o prazo para inscrição vai até 10 de janeiro de 2022 no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). A taxa de inscrição é de R$ 44 com possibilidade de isenção. A remuneração é de R$ 1.700.

    Isenção de taxa

    Os processos seletivos para o Censo 2022 permitem a solicitação da isenção da taxa de inscrição para pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Os candidatos poderão solicitar o benefício dentro do prazo de inscrição de cada seleção: recenseador e agentes censitários até 29 de dezembro deste ano e agente censitário de administração e informática até 10 de janeiro de 2022. Conforme a legislação vigente, o candidato doador de medula óssea também tem direito à isenção.

    Depois  do envio dos dados e documentação necessária, a solicitação passará por uma análise da organizadora. Também há reserva de vagas para pessoas com deficiência e pessoas pretas e pardas em todos os cargos.

    Seleções anteriores canceladas

    Em 2020, o Censo foi adiado em razão da pandemia. Em 2021, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento Geral da União sem recursos suficientes para a operação. Por esses motivos, o IBGE cancelou os processos seletivos anteriores. Quem ainda não recebeu a taxa de inscrição pode acessar o site do IBGE com informações sobre como conseguir seu reembolso.

    Decisão do STF

    Diante do adiamento em 2021, uma ação judicial, movida pelo Estado do Maranhão, no Supremo Tribunal Federal (STF), pediu a realização do Censo para evitar prejuízos decorrentes da falta de dados precisos sobre a população brasileira.

    Como consequência, a suprema corte determinou “a adoção das medidas administrativas e legislativas necessárias à realização do Censo Demográfico do IBGE […], devendo a União adotar todas as medidas legais necessárias para viabilizar a pesquisa censitária, inclusive no que se refere à previsão de créditos orçamentários para a realização das despesas públicas”. O IBGE calcula o valor para a realização do Censo 2022 em R$ 2.292.907.087,00.

    Importância do Censo

    O Censo Demográfico é a única pesquisa que vai à casa de todos os brasileiros. O objetivo não é apenas a contagem da população, mas coletar dados essenciais sobre educação, condições de moradia, cor ou raça, trabalho e renda e outros temas. Dessa forma, é possível observar como o perfil da população e as suas necessidades mudam no decorrer do tempo. 

    Os resultados podem orientar gestores de políticas públicas, guiar a tomada de decisão em negócios e servir de instrumento para o exercício da cidadania por qualquer brasileiro. Além disso, o Censo é fundamental para calibrar as amostras das demais pesquisas domiciliares do IBGE e fornecer insumos a institutos de pesquisa independentes e a acadêmicos.     

    Quadros de vagas

    Recenseador

    Vagas no RN: 2.931.

    Taxa de inscrição: R$ 57,50.

    Nível de escolaridade: ensino fundamental completo.

    Salário: por produção (o IBGE preparou um simulador online com estimativas de remuneração para recenseador).

    Prazo para inscrição: 29/12/21.

    Site para inscrição: https://conhecimento.fgv.br/concursos

    Aplicação das provas: 27/03/22.

    Agente censitário municipal e agente censitário supervisor

    Vagas no RN

    – Agente censitário municipal (ACM): 151.

    – Agente censitário supervisor (ACS): 284.

    Valor da inscrição: R$ 60,50.

    Nível de escolaridade: ensino médio completo.

    Remuneração

    ACM: R$ 2.100.

    ACS: R$ 1.700.

    Prazo para inscrição: 29/12/21.

    Site para inscrição: https://conhecimento.fgv.br/concursos .

    Aplicação das provas: 27/03/22.

    Agente censitário de administração e informática

    Vagas no RN: 37.

    Valor da inscrição: R$ 44.

    Nível de escolaridade: ensino médio completo.

    Remuneração: R$ 1.700.

    Prazo para inscrição: 10/01/22.

    Site para inscrição: https://www.ibfc.org.br/

    Aplicação das provas: 20/02/22.

  • Sobre

    Perda de qualidade de vida no RN é maior que média nacional, aponta IBGE

    O Rio Grande do Norte teve desempenho inferior à média nacional no que se refere ao índice de perda de qualidade de vida, IPQV, divulgada pela Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE 2017-2018. Os resultados são representados por um número entre 0 e 1, com números mais próximos de 1 indicando que a pessoa ou a família sofreu maior perda de qualidade de vida.

    Enquanto o Brasil registrou o valor de 0,158, o índice potiguar foi de 0,205. Essa diferença em relação a média foi seguida pelos demais estados nordestinos, com o melhor desempenho em Sergipe (0,187) e o pior no Maranhão (0,260). Este último teve o pior índice geral entre as unidades da federação, enquanto a menor perda de qualidade de vida foi observada em Santa Catarina (0,100).

    Essas perdas ocorrem porque as famílias têm dificuldades em transformar integralmente todos os seus recursos em qualidade de vida, gerando privações para acessar condições mais confortáveis e dignas no que diz respeito à moradia, serviços públicos, alimentação e saúde, posse de bens duráveis e acesso a serviços financeiros, lazer e transporte.

  • Sobre

    Mulheres comandam 32% das empresas no Rio Grande do Norte

    De cada dez empresas em funcionamento no Rio Grande do Norte, pelo menos três têm mulheres como proprietárias do negócio. Um levantamento elaborado pelo Sebrae mostra que as mulheres lideram 32% das empresas potiguares, o que representa um universo de 115.709 empresas sob o comando feminino. Elas são responsáveis por 8,6 milhões de negócios no Brasil. As informações se referem ao terceiro trimestre do ano passado e foram processadas tendo como base os microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

    O estudo do Sebrae apresenta dados que mostram que ainda há muitas barreiras a superar para a valorização do empreendedorismo feminino. No geral, as mulheres donas de negócio quando comparadas aos homens têm maior grau de escolaridade, são mais jovens, ganham menos, trabalham mais sozinhas (Conta Própria) e em menos horas no negócio, estão há menos tempo na atividade atual e quase a metade é chefe de domicílio. Elas ainda têm estruturas de negócio mais simples, sobretudo no segmento de serviços e contribuem mais à previdência na atividade atual.

    Em relação à escolaridade, 27% das empreendedoras potiguares possuem nível superior completo. 58% dessas mulheres são da cor branca e 53% têm idade até 44 anos. A rotina de dividir as responsabilidades entre o negócio e o lar é uma realidade para 48% das empreendedoras do Rio Grande do Norte. O pior: 78% delas ganham no máximo um salário mínimo.

    Quando o assunto é empreendedorismo, as mulheres ainda atuam em um universo de atividades mais restrito que os homens. De acordo com o relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2020, produzido pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ) e considerada a maior pesquisa de empreendedorismo do mundo, mais da metade das empreendedoras iniciais, aquelas com empreendimento de no máximo 3,5 anos, ou seja, quase 60%, atuam em apenas seis atividades. Já entre os homens, o número das principais atividades sobe para 14, mais do que o dobro.

  • Sobre ,

    Terceirização cresce mais de 500% na administração direta dos municípios potiguares

    Em 2020, os municípios potiguares possuíam 3.623 pessoas contratadas sob regime celetista na administração direta. Esse número representa um aumento de 508% em relação a 2017 (713 funcionários celetistas). 

    Estes dados são da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC), divulgada nesta semana pelo IBGE. A MUNIC faz um levantamento da estrutura administrativa dos municípios brasileiros, registrando ainda informações sobre programas e ações implementadas pelas prefeituras em diferentes setores. 

    Ainda em relação ao pessoal ocupado, a pesquisa também indica  uma redução no quadro de funcionários da administração indireta municipal, saindo de 1.658 em 2017 para 785 em 2020. E isto ocorreu mesmo com o aumento do número de municípios que possuíam esse tipo de estrutura. Eram 22 prefeituras que contavam com administração indireta, passando a 28, de acordo com esse novo levantamento. 

    A cada ano a MUNIC investiga temas específicos relacionados à atuação dos governos municipais, reaplicando os questionários após quatro anos. Isto permite a identificação de mudanças nas estruturas das prefeituras, bem como nos programas e ações que elas executam.

    Neste ano, além do questionário de Recursos Humanos (único que é aplicado em todos os anos), a MUNIC investigou os seguintes temas: agropecuária, meio ambiente, transporte, habitação, gestão de risco e COVID 19.

  • Sobre ,

    IBGE realiza teste para Censo 2022 em Passagem/RN

    O município de Passagem, distante 69 quilômetros de Natal, sediará o teste para o Censo Demográfico 2022 no Rio Grande do Norte. Dez recenseadores percorrerão as casas dos passagenses, na zona urbana e rural, a partir de novembro.

    Com apoio integral da Prefeitura de Passagem, o lançamento do teste de coleta será no dia 4 de novembro, às 10 horas, no Ginásio Poliesportivo José Luiz da Silva. Em seguida, as autoridades do IBGE e municipais concederão entrevista à imprensa. Representantes de poderes estaduais também foram convidados.

    O teste servirá principalmente para verificar os sistemas de coleta, os equipamentos, a abordagem ao informante e os protocolos de prevenção à Covid-19 que serão utilizados no Censo 2022. 

    Testes pelo Brasil    

    As outras 26 unidades da federação também terão testes do Censo 2022 em bairros, comunidades, distritos ou municípios selecionados pelo IBGE. Em todo o Brasil, 250 recenseadores estarão empenhados nessa atividade.

    Haverá coleta tanto em bairros de capitais – como em Belo Horizonte (MG), Macapá (AP) e Salvador (BA) – quanto em localidades mais afastadas – como a comunidade ribeirinha de Novo Remanso, a 200 km de Manaus (AM), ou o município de Tigrinhos, a nove horas de carro de Florianópolis (SC). 

    Serviço

    Lançamento do teste do Censo Demográfico 2022 no RN

    Onde: Ginásio Poliesportivo José Luiz da Silva (Luizão) em Passagem/RN.

    Quando: 04 de novembro de 2021. Horário: 10 horas.