Últimas histórias

  • Sobre ,

    Festival 27° Fiart Cultural abre inscrições e divulga regulamento

    A 27ª Feira Internacional de Artesanato – FIART vai acontecer de 28 de janeiro a 06 de fevereiro, no Centro de Convenções de Natal. Além dos estandes comerciais, a FIART oferece diariamente uma gama de ações artísticas para o público visitante, através do Festival 27º FIART Cultural, com a programação da Mostra de Cultura contendo cortejos, danças, poesia, música, além dos Festivais de Cordel e Bandas, do Seminário de Folclore, da exibição da Websérie de Artesanato e do Festival Parafolclore, que acontece de 02 a 05 de fevereiro de 2022.

    O regulamento, com as normas para a participação dos Grupos Parafolclóricos na mostra competitiva de parafolclore do festival, já está disponível e as inscrições abertas até o dia 30 de janeiro de 2022.

    O Festival Parafolclore tem como objetivo promover a cultura popular natalense, potiguar e nordestina, estimulando o espírito criativo; além de valorizar a diversidade etnocultural das representações populares natalenses, potiguares e nordestinas e reger a disputa nas premiações de Júri Oficial e Votação Popular.

    Para concorrer aos prêmios do Júri Oficial será obrigatória a apresentação presencial do grupo. Os grupos inscritos passarão pela fase de seleção e apenas os grupos selecionados concorrerão na categoria Júri Oficial.

    As inscrições podem ser feitas através do formulário oficial de inscrição disponibilizado por meio do link: https://forms.gle/5Mp1q3D3Hyiwwak57

    A divulgação dos habilitados será no dia 1º de fevereiro. A semifinal acontece no período de 02 a 04 de fevereiro, no Centro de Convenções de Natal. A votação popular será no sistema online de 02 a 05 de fevereiro. A final e anúncio dos vencedores no dia 05 de fevereiro, com transmissão ao vivo pelo Instagram @FeiraFiart .

    Serão premiados os grupos que alcançarem a maior soma dos votos gerais da comissão julgadora, sendo o prêmio de R$ 3 mil para o primeiro colocado, R$ 2 mil para o segundo colocado e R$ 1 mil para o terceiro colocado. Também será premiado o grupo que alcançar a maior quantidade de votos do público com o prêmio de R$ 1 mil reais.

    O Festival 27ª FIART Cultural é realizado através da Lei de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão. A Feira Internacional de Artesanato – FIART é uma realização da Espacial Eventos e conta com o apoio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, da Prefeitura do Natal e do Sebrae/RN.

  • Sobre , ,

    Coletivo CIDA é contemplado em editais da Funarte e comemora com a apresentação de “Corpos Turvos”

    O Coletivo CIDA (RN), formado por artistas com e sem deficiências, foi premiado pela segunda vez em  editais da Fundação Nacional de Artes – Funarte e nomeado nos editais de Dança Acessível – Prêmio Festival Funarte Acessibilidança 2021 e  Funarte Circulação das Artes – Edição Centro-Oeste, ambos com o novo trabalho da companhia intitulado Corpos Turvos.

    O edital Dança Acessível premiou em âmbito nacional, 25 companhias de dança que trabalham como concepção cênica Dança, Acessibilidade & Inclusão. Já o edital de Circulação das Artes, selecionou 15 iniciativas artísticas para executar apresentações de Artes Cênicas em espaços urbanos das capitais da região Centro-Oeste (Brasília-DF, Goiânia-GO, Cuiabá-MT e Campo Grande-MS), neste edital, apenas três espetáculos de dança foram selecionados no Brasil todo. Os contemplados devem executar os trabalhos em 2022.  

    “Ter sido contemplados pela segunda vez no Dança Acessível – Prêmio Festival Funarte Acessibilidança Virtual, por exemplo, para nós é sinônimo de reconhecimento, de trabalho bem feito. Estamos mais uma vez, em meio a grandes artistas pensadores da dança que relacionam as diferenças em seu modo de fazer, profissionais que sem dúvida foram em algum momento referências para nossos percursos para com a dança e a acessibilidade. E não para por aí! Tivemos outra grande premiação, o Edital Funarte Circulação das Artes – Edição Centro-Oeste! Sinto que nossa dança alça novos e mais desafiadores voos. Nosso percurso enquanto coletivo tem se ampliado a cada nova realização”, comenta René Loui, um dos integrantes do Coletivo CIDA e coreógrafo de Corpos Turvos. 

    Para comemorar a aprovação nos editais da Funarte, o Coletivo apresenta novamente Corpos Turvos no próximo domingo (12) às 20h através do canal do CIDA no Youtube.


    CORPOS TURVOS

    Pensado coreograficamente de modo a não excluir a pessoa com deficiência, contrariamente, se constrói a partir das possibilidades de cada corpo que dança, Corpos Turvos problematiza pela linguagem da dança os padrões de invisibilização de corpos pretos, pobres, periféricos, soropositivos, corpos pertencentes da ampla comunidade LGBTQIAP+ e ainda corpos com alguma deficiência, é também uma urgência da sobrevivência, é um pedido por empatia, é um grito de socorro para que esses corpos deixem de ser números.

    Corpos Turvos teve pesquisa iniciada no ano de 2019, a partir da residência artística na Odisha Biennale, na Índia. A obra foi inicialmente pensada como um espetáculo solo para os formatos presenciais. A partir de outra residência artística virtual entre René Loui e Jussara Belchior (SC), dois pesquisadores das diferenças na dança, o trabalho se concretiza como obra audiovisual de dança desenvolvida colaborativamente entre o Coletivo CIDA, a Ilha Deserta Filmes e a Astromar Filmes. 


    COLETIVO CIDA:

    Fundado por Arthur Moura, René Loui e Rozeane Oliveira o Coletivo CIDA é um núcleo artístico de dança contemporânea e performance, fundado no ano de 2016 por jovens artistas emergentes das mais diversas regiões do Brasil e radicados na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, com objetivo da profissionalização e subsistência através da dança.


    SERVIÇO:
    Exibição de Corpos Turvos

    Domingo (12) às 20h no Youtube do Coletivo Cida
    Classificação indicativa: 18 anos

  • Sobre , ,

    Festival “Eita Camarão Gostoso!” anuncia nomes de restaurantes participantes

    O Festival “Eita Camarão Gostoso!” ganhou a adesão de vários restaurantes, que garantiram participação no evento, movimentando a gastronomia de São Miguel do Gostoso, no período de 19 e 21 de novembro. O Festival seguirá um modelo descentralizado, onde cada estabelecimento oferece um cardápio especial do festival, tendo o camarão como sua grande estrela. Com menu composto por entrada e prato principal, o circuito abrange estabelecimentos gastronômicos do município, incluindo restaurantes, lanchonetes e barracas.

    Entre os estabelecimentos confirmados estão: Luz Tranquila, Jack Sparrow, Balica, Dr. Wind, Bistrô 70m, Spaço Mix, Mar de Estrela, Hibiscus, OMG, Genesis, Tuk tuk, Borogodó, Republika, Pantai, Sheiks, Cozinha Rua da Ponte, Aligot Parrilha, La Pepita, Bambuareca, Gabiroba, Vagalume, Sampei, Mar e Brasa, Idilico, Mana Pastelaria, Recanto, Caipira, Abelhuda Café & Armazém, Bistrô Capella e Barraca do Maiudo.

    Todos os restaurantes participantes do evento, independentemente do porte, estarão com menu especial no valor de R$ 60. Já nos estabelecimentos menores, como barracas, bares e lanchonetes, o valor investido para apreciar a entrada e o prato principal do festival será de R$ 30. Os estabelecimentos que integram o circuito estarão sinalizados com bandeirolas que identificam sua participação.

    Com o objetivo de atrair turistas, movimentar a economia e consolidar o turismo local, o “Eita Camarão Gostoso!” é uma iniciativa da AEGostoso (Associação dos Empreendedores de São Miguel do Gostoso) e da Camanor, e recebe o apoio da Prefeitura de São Miguel do Gostoso.

  • Sobre , ,

    Salões Cores do Interior e Dorian Gray abrem suas portas para as artes plásticas do RN

    Pinturas, esculturas, fotografias, desenhos e instalações. Começa nesta quarta-feira, 29, em Mossoró o maior encontro de artes plásticas do Rio Grande do Norte. O Festival Cores do Interior e VI Salão Dorian Gray abrem suas portas às 17h no Teatro Lauro Monte Filho.

    Mostra diversa e abrangente do que se produz em terras potiguares, os Salões levam ao público obras de 180 artistas de todas as regiões do Estado.  Muitas das obras participantes estarão disponíveis para comercialização diretamente com os artistas que a produziram. Haverá também o lançamento de um catálogo com as obras expostas.

    Destinada a todos, sem cobrança de ingressos, mas obedecendo aos protocolos de prevenção da Covid e higiene adotados pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual de Saúde, a visitação vai até o dia 15 de outubro e ocorre em horários e dias alternados para evitar aglomerações. Às terças e quartas, durante a manhã, as exposições podem ser visitadas das 8h30 às 12h. Já no período da tarde, nas quintas e sextas, o horário é das 15h às 18h.

    Nesta edição, o Festival resgata e homenageia o potiguar Antônio Roseno de Lima. Quase desconhecido no Rio Grande do Norte, o artista plástico e fotógrafo nascido no município de Alexandria (1926 +1998) trabalhou e faleceu em São Paulo, e é tema de estudo e de publicações do Prof. Geraldo Porto, da UNICAMP. Sua obra integra  acervos dos museus de arte bruta na Europa.

    O Festival Cores do Interior é uma iniciativa da Sociedade dos Amigos da Pinacoteca Potiguar (SAPP) e conta com o apoio da Lei Aldir Blanc – Governo Federal, Ministério do Turismo e Secretaria de Cultura, Governo do RN – Fundação José Augusto.

    SERVIÇO

    Festival Cores do Interior e VI Salão Dorian Gray

    De 29 a 15 de outubro no Teatro Lauro Monte Filho – Mossoró

    Visitação:

    Terças e quartas – 8h30 às 12h.

    Quintas e sextas – 15h às 18h.

    Entrada gratuita