Últimas histórias

  • Sobre

    Natal: serviços de limpeza serão mantidos durante o Carnaval

    A Companhia de Serviços Urbanos de Natal – Urbana, manterá, durante o período carnavalesco, os serviços de retirada de poda, capinação, varrição, caiação, limpeza de feiras, limpeza de lagoas de captação e coleta domiciliar, noturna e diurna, sem alteração de horários. 
     
    A suspensão de festas públicas durante o carnaval não permite a realização novamente do Bloco do Gari, que certamente estará nas ruas da Redinha em 2023. 
     
     
    Disque-Iluminação
     
    O call center da Semsur não terá atendimento telefônico na segunda, terça-feira e quarta-feira. Na quinta-feira retorna a partir das 8h. O número do Disque-Iluminação é o 0800 281 8980. 
     
    Apesar de não haver atendimento telefônico, a população pode solicitar o reparo de lâmpadas apagadas pelo site da Prefeitura do Natal e pelo aplicativo Natal Digital.
     
    A equipe de iluminação da Semsur irá trabalhar em regime de plantão de sábado a quarta-feira e retorna normalmente na quinta-feira.
     
    Os verdinhos irão trabalhar no sábado de Carnaval. Depois disso, o serviço de manutenção de logradouros públicos será suspenso nos dias de Carnaval. A equipe de manutenção da Semsur voltará aos trabalhos normalmente na quinta-feira.
     
    Com exceção da Redinha, os mercados públicos da cidade terão horário diferenciado durante todo o Carnaval. 
     
    No sábado, os mercados funcionam até às 17h. No domingo, eles estarão abertos ao público até meio-dia. Na segunda-feira, eles voltam a funcionar até às 17h e na terça-feira até 12h.

  • Sobre

    3ª edição do bloco “É Pequeno Mas Cresce” vai agitar Pré-Carnaval de Natal nesta quinta (24)

    O bloco “É Pequeno Mas Cresce” está pronto para garantir a animação dos seus foliões nesta quinta-feira, dia 24 de fevereiro. A agremiação, que começou como uma brincadeira de amigos em 2016, cresceu e virou sucesso na folia de momo potiguar.

    Em sua terceira edição, o bloco – que tinha percurso de rua, com orquestra de frevo animando os foliões – fará a festa em um novo formato, devido os protocolos sanitários em enfrentamento a pandemia da covid-19. O agito será em um animado baile, na Buda Motors, concessionária da Mitsubishi, na BR-101. Os shows serão com Pedro Luccas, Banda Dube e Junior Bahya.

    A agremiação contará também com um mascote personalizado. Uma alegoria em forma de pinto gigante, confeccionado pela artista plástica Kátia Dantas, fará parte mais uma vez da festa. A entrada do evento é gratuita. Para mais informações de retirada de ingressos, entrar em contato através do perfil oficial do bloco no instagram https://www.instagram.com/blocoepequenomascresce/.

    O É Pequeno Mas Cresce tem incentivo da Lei Djalma Maranhão, através da Prefeitura de Natal, com patrocínio do DNA Center, Buda Motors e Casa de Saúde São Lucas

  • Sobre

    Canal Infantil “Bode Bé” lança episódio com tema carnavalesco nesta sexta-feira (25)

    Idealizado pelos irmãos Rafael Barbosa e Juliana Linhares, com a produção musical de Beto Lemos e ilustração de Miguel Carvalho, o “Bode Bé” é um canal de vídeos animados que busca trazer a estética regional da cultura nordestina para musicalização infantil das crianças, especialmente na primeira infância.  Os personagens que compõe as histórias são sete bichinhos apaixonados pela música nordestina que se uniram em uma família diversa e animada que canta e dança para crianças de todas as idades. Nesta sexta-feira (25) o canal entra no ritmo do Carnaval e lança o episódio “Batuque” no  seu canal no Youtube.

    Batuque é um axé animado que fala sobre a vontade de criar som com as coisas que estão a nossa volta. É um convite gostoso para a criançada juntar as panelas de casa e batucar pra ser feliz. É Carnaval, né? Então vamos fazer festa, com segurança, do jeito que é possível. E nada melhor do que festejar em família!

    O projeto “Bode Bé” foi viabilizado graças ao Programa Djalma Maranhão de Incentivo à Cultura, da Prefeitura do Natal, com patrocínio da Unimed Natal e do Colégio CEI.

     SERVIÇO:

    Bode Bé

    Novo vídeo: Sexta-feira, 25 de fevereiro

    Canal: https://www.youtube.com/c/BodeBé/

    Siga: @bodebeoficial

  • Sobre ,

    Tatau agita bloco ‘Nem se acaba, nem fica pouco’ neste sábado (19)

    Neste sábado, dia 19 de fevereiro, o bloco “Nem Se Acaba, Nem Fica Pouco” vai garantir a animação do pré-carnaval de Natal. O evento acontecerá na Praça Cívica, em Petrópolis, com a animação do cantor Tatau, ex-vocalista do Araketu, e ainda as bandas Gota Elétrica e Dubê. A agitação terá início às 17h com a banda Clarim recebendo os foliões.

    Os últimos ingressos estão à venda no site https://outgo.com.br/nemseacaba e na sede da Viva Promoções (ao lado dos caixas eletrônicos no Shopping Cidade Jardim), até sexta-feira, das 09h às 12h e de 14h às 18h.

    O Nem Se Acaba 2022 seguirá todos os protocolos sanitários vigentes, e reforça que é obrigatório que todos os participantes do evento estejam vacinados com as duas doses do imunizante contra a COVID19. Será obrigatório a comprovação através da Carteira de Vacinação Digital ou Certificado Nacional de Vacinação. O bloco é uma realização da Viva Entretenimento e Mestiço Produções.

    SERVIÇO:
    BLOCO “NEM SE ACABA, NEM FICA POUCO” 2022
    Dia: Sábado, 19 de Fevereiro
    Local: Praça Cívica, Petrópolis.
    Abertura dos Portões: 17h
    Atrações: Tatau, Gota Elétrica e Dubê
    Ingressos: https://outgo.com.br/nemseacaba e sede da Viva Promoções (Shopping Cidade Jardim).

  • Sobre

    Bloco ‘Nem se acaba, nem fica pouco’ com Tatau será dia 19 de fevereiro na Pça Cívica

    Tudo certo para o bloco “Nem se acaba, nem fica pouco” acontecer no dia 04 de fevereiro na Praça Cívica, em Petrópolis, com a animação do cantor Tatau, ex-vocalista do Araketu, a folia foi adiada para garantir a realização do evento com o seu formato e segurança necessária. O bloco acontecerá no dia 19 de fevereiro, sábado, a partir das 16h.

    Em sua terceira edição, o bloco trará novamente o cantor Tatau como atração, selo de garantia da folia. Além disso, o palco em 360 graus – que permite a diversão em todos os ângulos – será mais uma vez alguns dos diferenciais do evento. A venda está a todo vapor através do site https://outgo.com.br/nemseacaba. A entrada custa de R$ 80,00 a R$ 160,00.

    O Nem se Acaba 2022 seguirá todos os protocolos sanitários vigentes, e reforça que é obrigatório que todos os participantes do evento estejam vacinados pelo menos com as duas doses do imunizante contra a COVID19. Será obrigatório a comprovação através da Carteira de Vacinação Digital ou Certificado Nacional de Vacinação.

    O “Nem se acaba, nem fica pouco” é uma realização da Viva Entretenimento e Mestiço Produções, com o patrocínio da Prefeitura de Natal através da Lei Djalma Maranhão.

    SERVIÇO:
    BLOCO “NEM SE ACABA, NEM FICA POUCO” 2022
    Dia: Sábado, 19 de fevereiro
    Concentração: 16h na Praça Cívica
    Atração: Tatau
    Ingressos: https://outgo.com.br/nemseacaba.
    Valor: R$ 80 a R$ 160.

  • Sobre ,

    Bloco Os Cão é patrimônio imaterial e cultural de Natal

    O tradicional bloco carnavalesco da praia da Redinha, Os Cão, agora é patrimônio imaterial e cultural de Natal. A Lei n◦ 7.192, aprovada pela Câmara Municipal do Natal (CMN) e sancionada pelo prefeito Álvaro Dias.

    Há duas versões para o surgimento d’Os Cão. A mais plausível contada pelos brincantes do bloco é que os fundadores são Francisco Ribamar de Brito (Dodô), seu irmão Armando Ferreira de Brito (o Gago), Francisco Clemente da Silva (Chico Baé), Francisco Valdécio (Chico do Cabo) e Djalma de Andrade (Uá), além de José Gabriel de Góes (Zé Lambreta). O ano era 1962. Em um momento de bebedeira, o grupo teve a ideia de se “vestir” de lama e sair pelas principais ruas da praia da Redinha. O entrudo foi batizado pelas próprias pessoas do bairro, que ao verem Zé Lambreta, Dodô e seus amigos lambuzados de lama no meio da rua gritavam “olha os cão!”.

    O tempo passou e o bloco tomou uma grande dimensão nos carnavais contemporâneos, dando o ar da graça na terça-feira gorda, com milhares de seguidores que se lambuzam de lama no manguezal próximo à ponte Newton Navarro para sair brincando pelas ruas da praia da Redinha e Redinha Nova, ao som de marchinhas de carnaval, orquestra de frevo e percussão de pau e lata. Com o passar do tempo, novos acessórios foram acrescentados às “fantasias”, como chifres, rabos, colares, e outros badulaques.

    Para que um bem seja considerado patrimônio imaterial, é necessário que a população conheça e se envolva diretamente com a prática popular-cultural, e além disso reconheça que tal manifestação é um fragmento da memória do seu povo. De acordo com Lima Júnior e Maia (2006), patrimônio imaterial “é tudo aquilo que se refere à memória e tradição de um povo, que se mantém vivas por meio dos seus modos de saber e ofício, manifestações populares e formas de expressão”.