Últimas histórias

  • Sobre

    Unidade Móvel de Turismo do Senac se instala em Areia Branca

    O Senac RN, em parceria com a Prefeitura de Areia Branca, inaugurou, na tarde dessa segunda-feira (16), a Unidade Móvel de Turismo e Hotelaria no município. O equipamento foi instalado em solenidade que contou com a presença dos alunos, autoridades locais e diretoria do Senac RN, na Câmara de Vereadores da cidade.

    Ao todo, foram ofertadas 60 vagas gratuitas para cursos de Cozinha Regional, Corte e Cocção de Peixes e Frutos do Mar, Bolos e Tortas e Técnicas de Produção de Sobremesas. Os cursos serão ministrados de segunda a sexta, durante um mês.

    “A vinda da unidade móvel do Senac à Areia Branca é de extrema importância para o nosso município. Estamos capacitando a população com uma das melhores equipes preparatórias do Brasil para que possa desenvolver seu negócio com técnica e qualidade. Vamos fortalecer as habilidades desses 60 alunos de forma extremamente profissional. Nosso município só ganha. Vamos ter condições de receber o turista ofertando um peixe delicioso, frutos do mar ou sobremesas de excelência, contribuindo assim para geração de renda de nossa gente. Estou extremamente agradecida à Fecomércio e ao Senac e feliz por poder proporcionar essa oportunidade aos areia-branquenses”, disse a prefeita do município, Iraneide Rebouças.

    A diretora administrativo-financeira do Senac, Rafaela Sampaio, destacou sobre os benefícios que programa Senac Móvel proporciona aos municípios a qual chega. “Esses alunos serão beneficiados com cursos de formação profissional com a marca da excelência Senac. Eles terão no seu currículo o selo de uma instituição que é referência no mundo profissional e que se destaca por, além de impulsionar o empreendedorismo, entregar aos empregadores profissionais qualificados e sintonizados com o que o mercado busca. Isso significa melhoria da qualidade de vida e oportunidade de geração de emprego e renda, o que, consequentemente, também movimenta e beneficia a economia do município”, disse.

    Programa Senac Móvel

    No Rio Grande do Norte, além de Turismo e Hotelaria, o Programa Senac Móvel conta com unidades nas áreas de Beleza e Informática e Gestão. As unidades têm cerca de 14 metros de comprimento, 4 metros de altura e 2,6 metros de largura e são equipadas com materiais específicos da área de formação, a fim de reproduzir internamente o ambiente real de trabalho de áreas, como por exemplo, um salão de beleza e cozinha pedagógica.

    Nos últimos 5 anos, 26 cidades potiguares receberam as Unidades Móveis do Senac RN, totalizando mais de 2.500 matrículas. Durante a pandemia, a unidade móvel virtual capacitou cerca de 10 mil pessoas em 13 municípios.

  • Sobre ,

    Cinema itinerante chega a Serra do Mel, Areia Branca e São Miguel do Gostoso

    A magia do cinema movida à energia solar é a proposta do Cinesolar, que chega a três municípios do RN – Serra do Mel, Areia Branca e São Miguel do Gostoso – entre os dias 07 e 14 de dezembro.  Em todos os dias, serão exibidos curtas-metragens brasileiros e o longa-metragem “O Rei Leão” (2019) – indicada ao Oscar 2020 na categoria de Efeitos Visuais, a produção dirigida por Jon Favreau é uma nova versão em live action da clássica história da Disney protagonizada pelo filhote Simba.

    Lançado em 2013, o projeto conta com o patrocínio da Voltalia desde 2019. O Cinesolar é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido à energia limpa e renovável. O projeto exibe filmes a partir da energia solar e promove arte e sustentabilidade através de oficinas artísticas e lúdicas, levando a sétima arte a comunidades afastadas e com acesso restrito à cultura. Além das sessões de cinema, as comunidades de Serra do Mel e São Miguel do Gostoso também receberão a Oficinema Solar – uma oficina de vídeo para crianças e jovens sobre sustentabilidade. Como resultado dessa atividade, um filme é produzido com os participantes e exibido durante a sessão de cinema para comunidade local.

    “As oficinas são atividades complementares, com uma linguagem muito simples que dialogam de forma lúdica com os jovens e as crianças da região os colocando ainda mais em contato com os temas de sustentabilidade e energia renovável, tão presentes na realidade dessas comunidades do Rio Grande do Norte”, destaca Cynthia Alario – coordenadora e idealizadora do Cinesolar.

    Devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, as exibições seguirão todos os protocolos de segurança. Será disponibilizado álcool em gel para higienização das mãos, haverá controle de acesso e distanciamento entre as cadeiras; além disso, o uso de máscara será obrigatório durante todo período de exibição.

    O Cinesolar – circuito Rio Grande do Norte é viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocinio da Voltalia e realizado pela Brazucah Produções e Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo.

    PROGRAMAÇÃO:  

    07/12 -Terça-feira

    Endereço: Vila Guanabara – Serra do Mel

    Local: Praça Cortez Pereira

    Em caso de chuva: Escola Municipal Vila Guanabara

    14h30 às 17h00 – Oficinema solar

    18h: Sessão de curtas-metragens

    19h: Exibição do longa-metragem “O Rei Leão”, de Jon Favreau

    08/12 – Quarta-feira

    Endereço: Vila Mato Grosso – Serra do Mel

    Local: Capela São Sebastião

    14h30 às 17h00 – Oficinema solar

    18h: Sessão de curtas-metragens

    19h: Exibição do longa-metragem “O Rei Leão”, de Jon Favreau

     09/12 – Quinta-feira

    Endereço: Vila Espírito Santo – Serra do Mel

    Local: Escola Municipal Vila Espírito Santo

    14h30 às 17h00 – Oficinema solar

    18h: Sessão de curtas-metragens

    19h: Exibição do longa-metragem “O Rei Leão”, de Jon Favreau

     10/12 – Sexta-feira

    Endereço: Vila Brasília -Serra do Mel

    Local: Casa Voltalia

    19h: Sessão de curtas-metragens

    11/12/21 – Sábado

    Endereço: Povoado Sítio São José – Areia Branca

    Local: Praça Povoado São José – Em frente a Escola Municipal

    18h: Sessão de curtas-metragens

    19h: Exibição do longa-metragem “O Rei Leão”, de Jon Favreau

    14/12/21 – Terça-feira

    Endereço:  São Miguel do Gostoso

    Local: Assentamento Antônio Conselheiro – Escola Municipal Professor Paulo Freire

    14h30 às 17h00 – Oficinema solar

    18h: Sessão de curtas-metragens

    19h: Exibição do longa-metragem “O Rei Leão”, de Jon Favreau

    Saiba mais sobre os filmes exibidos:

    O Rei Leão (Jon Favreau (2019) – EUA, 118 min, Ficção. Livre)

    Sinopse: A mais recente versão de Rei Leão, da Disney, dirigido por Jon Favreau, retrata uma jornada pela savana africana, onde nasce o futuro rei da Pedra do Reino, que precisa vencer a traição e a adversidade para assumir o lugar que é seu por direito.

    Açaí – Direção: André Cantuária – Brasil, 18min, Ficção. Livre

    Sinopse: O curta “Açaí” conta a saga de Dionlenon, um homem de 30 anos que está acostumado com a vida que leva ao lado da mãe, com quem mora numa periferia de Macapá. Ele sai em busca de dois litros de açaí para almoçar, mas não conta com uma viagem tão distante assim.

    Vento Viajante – Direção: Alunos da rede pública municipal de ensino fundamental de Icapuí/CE – Brasil 6min, Animação/Infantil. Livre

    Sinopse: Um dia o vento decidiu viajar para o nordeste. Pelo caminho ele fez muitas descobertas, amigos e deixou saudades.

    Plantae – Direção: Guilherme Gehr – Brasil, 10´25, Animação. Livre

    Sinopse: Ao cortar uma grande árvore no interior da floresta, um madeireiro contempla uma inesperada reação da natureza. Uma reflexão sobre as consequências irreversíveis do desmatamento e da subjugação lamentável dos humanos aos demais seres da Terra

    O Gigante – Direção:  Júlio Vanzeler & Luis da Matta Almeida – Portugal, 10 min, Animação. Livre

    Sinopse: “De todas as histórias que meu pai me contou, a que nunca esqueci foi a do rei que sempre carregou uma princesa dentro de seu coração …”

    Procura-se – Direção: Iberê Carvalho – Brasil, 10min – Ficção

    Sinopse: O filme conta a aventura de três crianças que rompem a fronteira social motivadas pelo sentimento sincero por um cachorrinho de estimação. Nossos heróis são: Camile, Didi e Gugu. Camile é uma menina de 10 anos, muito corajosa e rica, que ao perder Bolinha, foge de casa em busca do cãozinho, iniciando uma aventura cheia de descobertas, perigos e novas amizades; Didi tem a mesma idade de Camile, é pobre e vende chicletes para ajudar em casa. Ela descobre que existe uma boa recompensa pela devolução do cachorro que seu pai encontrara e dera de presente para seu irmão Gugu. Ela decide devolver o animal, mas Gugu não aceita a ideia de perder seu novo amigo, agora batizado de Panela.

    Sobre o Cinesolar:

    Lançado em 2013, o Cinesolar é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável. O projeto exibe filmes a partir da energia solar e promove arte e sustentabilidade através de oficinas artísticas e lúdicas, levando a sétima arte a comunidades afastadas e com acesso restrito a projetos culturais. 

    Ao todo, o Cinesolar já realizou cerca de mil sessões com exibição de mais de 150 filmes, entre curtas-metragens (de temática socioambiental) e longas, em 440 cidades do país, percorrendo mais de 200 mil km e chegando a 185 mil pessoas. Além disso, foram ministradas mais de 300 oficinemas, que proporcionam acesso às técnicas básicas e aos elementos que compõem a linguagem cinematográfica.

    O Cinesolar conta com o patrocínio institucional da Mercedes Benz, apoio das marcas Sices Solar, Biowash, baterias Heliar e Bio 2. O projeto realiza compensação de carbono em parceria com a Ecoar e promove ações em conjunto com a Unesco Representação Brasil e a Unipaz (Universidade da Paz).

  • Sobre

    Areia Branca festeja 94 anos de emancipação política com investimento no turismo

    A Prefeitura de Areia Branca realiza no período de 21 a 25 de outubro o Festival de Emancipação Política 2021 com o tema “Areia Branca: 94 anos de história, tradição e encantos” que contará com uma vasta e diferenciada programação desde inaugurações de obras a atividades religiosa, cultural e histórica.

    Os festejos iniciam às 8 horas das manhã desta quinta-feira (21) com o tradicional hasteamento das bandeiras do município, do Rio Grande do Norte e do Brasil em frente ao Palacete Coronel Fausto. Logo após, será iniciada uma caravana que percorrerá ruas e avenidas para realização de inaugurações de obras na cidade e também na zona rural. Entre elas, Mirante das Cruzes, na praia de Ponta do Mel, cenário de três filmes nacionais, que ganhará em breve a Capela das Três Cruzes que será construída em madeira para ser um espaço ecumênico.

    A prefeita Iraneide Rebouças fará ainda a assinatura da ordem de serviço da Praça dos Coqueirais projetada em madeira para ser instalada em frente à praia para as crianças brincarem enquanto os pais caminham pela praia ou praticam alguma atividade física no calçadão da orla, como também da construção do Food Park Beira Mar para os barraqueiros que comercializam na área da praia e foram notificados pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU) para deixar o lugar por pertencer a União.

    Na sexta-feira, 22 de outubro, feriado municipal, os areia-branquenses vão acordar com uma alvorada onde artistas locais vão cantar músicas conhecidas da população.  Às 8 horas será celebrada uma missa em ação de graça e a tarde, a partir das 15 horas, o Bike Cultural: Um passeio pela História de Areia Branca” vai levar os participantes para conhecer os pontos históricos da cidade.

    No sábado, 23 de outubro, a programação inicia às 16 horas com a inauguração do calçadão da Praia de Upanema que já se tornou cartão postal da cidade e, logo em seguida, o retorno do projeto “Arte, Esporte e Cultura junto ao Mar” com a atração do cantor Lieberth Rodrigues. No domingo, é a vez do I Ecopedal de Areia Branca que terá largada e saída da praia de Upanema e um percurso de 45 km de aventura.

    Encerrando as atividades do festival, será entregue na segunda-feira, 25, o Memorial da Baleia montado na Praia de Upanema em homenagem aos 30 golfinhos da espécie falsa-orca (Pseudorca crassidens) que encalharam na praia no dia 23 de setembro de 2019. A operação de resgate durou cerca de três horas e contou com a ajuda do Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB-UERN), Capitania dos Portos, Polícia Ambiental e moradores. Vinte e quatro baleias foram devolvidas ao mar com vida e seis morreram no local possivelmente por parasitismo e intoxicação por metais pesados. Duas das baleias resgatadas apareceram mortas horas depois em praias próximas. Os animais que foram à óbito estão enterrados a 700 metros do local do encalhe conhecido popularmente como Cemitério das Baleias.