Governo apresenta benefícios fiscais para indústrias que investem em cultura

O Rio Grande do Norte dispõe de dois instrumentos legais que possibilitam o empresariado do segmento racionalizar o volume de tributos repassados aos cofres públicos por meio de programas de incentivos. Um dos mais conhecidos é o Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (Proedi), os empreendedores também podem ampliar as deduções fiscais ao aderir ao Programa Estadual de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo, mais conhecido no meio artístico como Lei Câmara Cascudo (LCC).
 
Para demonstrar como é possível obter essa redução e apresentar as vantagens, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), a Secretaria Estadual de Tributação e a Fundação José Augusto (FJA) promovem, na próxima quarta-feira (6), às 16h, o ‘Meeting Indústria & Cultura – Vantagens Fiscais no RN’. O encontro será realizado remotamente e é voltado para proprietários de unidades industriais de todos os ramos de atividades.

O evento faz parte das ações da campanha RN Mais Cultura, lançada em julho para fomentar a produção cultural do RN e ampliar a base de empresas patrocinadoras de projetos inscritos na LCC. Agentes, artistas e produtores culturais também estão envolvidos na ação que difunde que a indústria criativa é uma das que mais cresce no mundo e deve ser encarada como geradora de renda e empregos.

O encontro é promovido pelo governo em parceria com o Sistema Fiern, que está responsável pelo convite aos empresários.

SERVIÇO:
DATA: 06/10/2021
HORÁRIO: 16H
LOCAL: Plataforma Google Meet (somente convidados)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Senado aprova criação de base de dados sobre violência contra a mulher

“Essa Roda dá Samba” e “Breganobeco” são as atrações deste sábado no Beco da Lama