Especialista destaca cuidados necessários para manter saúde bucal em dia

Uma rotina de cuidados diários é importante para manter a higiene bucal em dia, entretanto, muitas vezes, esses cuidados podem ser negligenciados por falta de tempo. Esse é um dos alertas feitos pela especialista Gabriela Karla Santos Avelino Leitão, cirurgiã dentista da Unidade de Cabeça e Pescoço do Hospital Universitário Onofre Lopes, vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte e à Rede Ebserh (Huol-UFRN/Ebserh).

A cirurgiã dentista é mais uma profissional convidada a participar da cartilha Dicas de Saúde do Huol-UFRN/Ebserh, nesta edição em que a pauta de cuidados com a saúde bucal ganha destaque. Segundo Gabriela, além dos cuidados diários, é importante manter bons hábitos alimentares e visitas periódicas ao dentista, para que se possa diagnosticar alterações bucais em fase inicial, tratar o que for necessário e orientar de forma individualizada os cuidados com a saúde bucal que devem ser realizados em casa.

São oito os erros mais comuns relacionados com a higiene bucal:

Escovar com muita força;

Usar escovas com cerdas duras;

Não trocar a escova com frequência;

Usar creme dental em excesso;

Escovar os dentes logo após a refeição;

Trocar a escovação por enxaguante bucal;

Utilizar creme dental para clareamento sem prescrição do dentista;

Usar o fio dental só para remover restos de alimentos retidos.

Cuidados especiais com crianças, idosos e gestantes

Existem indicações específicas para higiene bucal em diferentes fases da vida, como na infância, gestação e velhice. Com as crianças, as técnicas adotadas levam em consideração a maturidade e a habilidade manual da criança. Nos bebês, antes da erupção do primeiro dentinho, não é indicada a limpeza da boca.

Quanto aos idosos, cuidados especiais devem ser dados aos usuários com próteses dentárias. Muitos pacientes acreditam que por não terem mais dentes, não precisam escovar a boca, nem visitar um dentista. De toda forma, a boca deve ser higienizada após as refeições principais, assim como as próteses.

Entre os cuidados com as gestantes, o Ministério da Saúde recomenda que a gestante seja encaminhada para uma consulta odontológica ao iniciar o pré-natal, pois fatores como deficiências nutricionais, altos níveis de estrógeno e progesterona, presença de placa bacteriana favorecida por fatores locais, assim como o estado transitório de imunodepressão podem causar diversas alterações na cavidade oral.

O conteúdo completo da cartilha Dicas de Saúde com o tema Saúde Bucal pode ser acessado neste site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Prefeitura de Natal se reúne com comunidades para apresentar nova rede de transporte público

Acesso à internet pública exige que aluno veja propaganda do governo Bolsonaro